Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Taperoá: Tempestade com ventos fortes e chuva de granizo deixa feridos e danifica casas
Foto: Reprodução / Sudec

Moradores de Taperoá, no Baixo Sul do Estado, ficaram assustados com as chuvas que caíram na cidade no final da tarde desta quarta-feira (18). As precipitações foram acompanhadas de ventos fortes e chuva de granizo e causaram estragos. A Defesa Civil do Estado [Sudec] informou ao Bahia Notícias que quatro pessoas ficaram feridas e precisaram ser encaminhadas para unidades de saúde.

 

Duas crianças chegaram a ficar desaparecidas, mas foram encontradas depois. As precipitações acompanhadas de granizo também danificaram casas, derrubaram árvores e romperam cabos de energia. Houve também queda de energia e ruas ficaram obstruídas após o temporal.

 

A Sudec informou que uma ronda integrada está em campo para vistoriar os danos causados e dar apoio ao município. Participam dos trabalhos equipes do Bombeiro Militar, da Polícia Militar e da prefeitura municipal. Até o momento não há informações sobre prejuízos.

 

Entre os atingidos, o que mais preocupa é um garoto, de oito anos, que foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE) em Salvador. A criança teve lesões na perna e vai precisar de cirurgia. Também foram afetados: um idoso, de 62 anos, que foi levado para Ilhéus, no Litoral Sul, com traumatismo craniano; um homem, de 33 anos, que foi encaminhado para Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, com suspeita de AVC [Acidente Vascular Cerebral], conhecido como derrame; e uma mulher, sem idade informada, que está no hospital municipal em observação. “Estamos concentrando esforços aqui para ajudar no que for preciso, dando suporte à prefeitura e aos moradores”, disse o coordenador da Sudec, coronel Miguel Filho.

 

Ainda segundo o coordenador da Sudec, as chuvas de granizo que têm ocorrido na Bahia nos últimos dias possivelmente vêm da formação de nuvens com temperaturas baixas vindas do Sul do país. Conforme especialistas, o granizo vem do choque térmico entre massas de ar quente vindas da superfície terrestre com nuvens com temperaturas bem baixas.

 

Em nota, a prefeitura da cidade disse que a cidade foi atingida por um fenômeno que causou vários danos. A gestão disse também que equipes médicas estão a postos no Hospital Iomar Meirelles para atender possíveis vítimas e que já acionou socorristas de cidades vizinhas. (Atualizado às 10h22)

 

Histórico de Conteúdo