Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 17 de Setembro de 2021 - 12:00

Lauro de Freitas: Agentes de endemias paralisam atividade e cobram plano de cargos

por Vitor Castro / Francis Juliano

Lauro de Freitas: Agentes de endemias paralisam atividade e cobram plano de cargos
Foto: Vitor Castro / Bahia Notícias

Agentes de saúde e endemias de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), protestam na manhã desta sexta-feira (17). Munidos de faixas e cartazes, eles ocupam uma das faixas de um trecho da BA-099 [Estrada do Coco] perto do Hospital Menandro Farias.

 

Ao Bahia Notícias, o coordenador do sindicato da categoria (Sindacs-Bahia), Robson Góis, disse que o ato é um protesto, sobretudo, contra o não pagamento de valores do plano de cargos e salários dos agentes. "Nossa caminhada é em protesto e indignação porque até agora a gestão municipal não apresentou uma proposta de plano de cargos. Eles alegam a emenda constitucional 109. Só que uma lei não retroage a outra. É um direito legítimo, certo e líquido que a categoria tem para receber", disse ao BN.

 

Este é o segundo dia da paralisação de 48 horas puxada pelo sindicato. Góis afirmou que a medida serve para evitar algo mais radical na frente, além da necessidade de manter o atendimento à saúde em momento ainda de pandemia.

 

"Nossa paralisação é de advertência para não chegarmos ao extremo de decretar uma greve. A gente quer pedir também desculpas aos moradores de Lauro de Freitas, mas a situação chegou a esse ponto que temos de cobrar", pontuou. Perto das 12h, o grupo tomou o rumo do Centro da cidade ainda com faixas e cartazes.

Histórico de Conteúdo