Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mata de São João retoma na próxima segunda aulas 100% presenciais na rede municipal
Foto: Divulgação / PMSJ

A partir da próxima segunda-feira (30) cerca de 10 mil alunos da rede municipal de ensino da cidade de Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), retornarão para o modelo presencial de ensino. De acordo com a gestão, só terão acesso às aulas remotas estudantes com recomendações médicas. O anúncio do retorno de 100% das aulas presenciais, foi feito nesta sexta-feira (27), pela secretaria de educação da cidade. 

O município já havia retornado com as aulas presenciais desde o dia 10 de maio e até então os estudantes podiam optar por aulas presenciais ou remotas. De acordo com a gestão, neste período, mais de 6 mil alunos frequentam as salas de aula da rede municipal de educação. Para a administração, o retorno total das atividades presenciais se justifica "pelo sucesso na segurança sanitária nas unidades de ensino, decorrente de rigorosos protocolos adotados pelo Município. Nenhum caso de contaminação pela Covid-19 foi detectado nas 27 escolas e nove creches de Mata de São João desde o retorno às classes".

Ainda de acordo com a gestão, todas as unidades escolares foram adaptadas para que sejam cumpridos os protocolos de segurança em saúde e estão cumprindo o distanciamento social. O uso de máscaras, a lavagem das mãos com água e sabão e a utilização de álcool em gel são práticas rigorosamente respeitadas. Para o secretário de Educação Alex Carvalho fora da sala de aula, as crianças estão mais vulneráveis e sujeitas à evasão escolar. “Precisamos recuperar neles a vontade de estudar e entendemos que esse retorno é necessário. Nosso ponto focal é dar atenção a esses alunos de forma presencial, para que a gente possa compensar o ensino que foi prejudicado”, defende. 

O secretário lembrou que a pasta montou um esquema para atender a 50% dos estudantes no turno matutino e os outros 50% no vespertino, respeitando assim os protocolos sanitários. À exceção das turmas de 5º e 9º ano, que estão em tempo integral, os demais alunos realizarão em casa, no contra turno, atividades de recuperação de aprendizagens. "Em eventuais situações de casos de Covid-19, as escolas adotarão o protocolo de afastamento da pessoa contaminada e posterior higienização do ambiente escolar. Os profissionais e alunos que testarem positivo serão afastados das atividades presenciais".



Histórico de Conteúdo