Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 13 de Julho de 2021 - 11:20

Juazeiro: Ex-prefeito diz não temer operação e afirma que gestão foi 'transparente'

por Francis Juliano

Juazeiro: Ex-prefeito diz não temer operação e afirma que gestão foi 'transparente'
Foto: Tiago Dias/ Bahia Notícias

O ex-prefeito de Juazeiro, no Sertão do São Francisco, Paulo Bomfim, declarou que está "tranquilo" quanto à operação da Polícia Federal (PF) deflagrada nesta terça-feira (13) (ver aqui). Ao Bahia Notícias, o ex-gestor disse que não tem o que temer sobre a ação.

 

"Minha gestão foi transparente e me deixou tranquilo quando saí. Deixei meu legado e não devo nada a órgão fiscalizador nenhum", afirmou Bomfim, atualmente assessor do governo do estado. Em uma nota, a ex-gestão de Juazeiro declarou também que está à disposição para colaborar com a apuração do caso.

 

"A gestão municipal à época não se omitiu em realizar os planos de ação de enfrentamento da pandemia, assim como em executar licitações e compras dentro do permitido em lei. Assim sendo, a ex-gestão da Sesau informa que se coloca à disposição dos órgãos de controle e fiscalização para os devidos e necessários esclarecimentos", diz trecho da nota.

 

Nas primeiras horas da manhã desta terça, policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão em Juazeiro, na cidade vizinha de Petrolina (PE), Lauro de Freitas e Salvador.

 

A ação faz parte da Operação Carga Viral que investiga suspeita de fraudes na aquisição de máscaras e kits de testes rápidos para Covid-19 no ano passado. A PF estima prejuízo de R$ 1 milhão.

Histórico de Conteúdo