Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 09 de Julho de 2021 - 15:40

Coronel João Sá: Moradores não tiveram casas reconstruídas após barragem romper em 2019

por Francis Juliano, de Ribeira do Pombal / Ailma Teixeira

Coronel João Sá: Moradores não tiveram casas reconstruídas após barragem romper em 2019
Foto: Francis Juliano/ Bahia Notícias

Cerca de dois anos após o rompimento de uma barragem em Pedro Alexandre, no interior da Bahia, moradores do município vizinho Coronel João Sá ainda não tiveram suas casas reconstruídas. O rompimento provocou a destruição de centenas de imóveis, além de outros danos, mas a prefeitura local ainda espera a ordem de serviço do governo federal para viabilizar o restante das obras (saiba mais aqui).

 

"Enquanto não construir as casas, a gente não termina de diminuir esse sofrimento das pessoas", reconheceu o prefeito Carlinhos Sobral (MDB), em entrevista ao Bahia Notícias, na manhã desta sexta-feira (9). Ele confirmou que o recurso tem demorado para sair, porém, dentro do esperado. "Eu já sabia que ia demorar porque o governador Rui Costa já tinha me prevenido. Disse que outros incidentes já tinham acontecido na Bahia e geralmente demorou dois anos pra conseguir esse recurso", acrescentou.

 

Sobral está em Ribeira do Pombal, cidade onde o governo estadual vai inaugurar a 19ª Policlínica Regional de Saúde nesta sexta (9). Coronel João Sá é um dos 16 municípios em que a população será atendida pela unidade de saúde.

 

Para o prefeito, essa inauguração é de grande valia para a população de sua cidade porque vai diminuir a quantidade de pessoas que precisam ir a Sergipe buscar uma clínica particular para fazer exames de alta complexidade. Ele afirmou que vai colocar uma van para levar 15 pessoas diariamente à cidade-sede da policlínica.

Histórico de Conteúdo