Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Colbert Martins vai entrar na Justiça contra CIB para Feira receber primeiro lote da Janssen
Foto: Reprodução/ https://www.feiradesantana.ba.gov.br/

Contrariado com a decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que não incluiu Feira de Santana no grupo de cidades que irão receber as doses do primeiro lote das vacinas da Janssen, o prefeito Colbert Martins (MDB) promete entrar na Justiça contra o colegiado. Como a previsão é de que as doses cheguem ao Brasil perto da data de vencimento, apenas Salvador, os municípios da Região Metropolitana e Saubara, Conde e Santo Amaro devem receber essa primeira remessa na Bahia.

 

Para Colbert, isso representa um prejuízo para Feira de Santana. "Não vamos tolerar, mais uma vez, esse desrespeito, esse desprezo pela maior cidade do interior da Bahia", afirmou o prefeito em nota divulgada pela gestão.

 

Ele chamou de "desculpa esfarrapada" a justificativa de que as vacinas estão com curto prazo de validade e precisam de uma vacinação rápida. "A lógica, então, é enviar as vacinas para municípios com maior número de habitantes, mas estão enviando, no interior, até para Santo Amaro, Saubara e Conde, e Feira ficou de fora", criticou.

 

Procurada pelo Bahia Notícias, a Secretaria de Saúde do Estado esclareceu a decisão da CIB, comissão composta por representantes do estado e de cada um dos 417 municípios da Bahia. Em nota, a pasta lembra que a recomendação do Ministério da Saúde foi para que os imunizantes ficassem apenas nas capitais, mas a CIB decidiu deixar 50% das 180 mil doses previstas em Salvador e distribuir a outra metade (veja aqui), proporcionalmente, na RMS e e em Conde, Santo Amaro e Saubara "por conta da logística ser mais rápida, uma vez que [esses três municípios] são abastecidos diretamente pela Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos – CEADI da Sesab, localizada em Simões Filho".

 

Apesar disso, a Sesab ressalta que nenhum município vai ficar em desvantagem em relação ao quantitativo de doses, pois nas próximas remessas será feito um ajuste para que as vacinas continuem sendo distribuídas de forma proporcional.

 

A previsão do Ministério da Saúde é que o lote com 3 milhões de doses chegue ao Brasil na próxima semana. Será a primeira entrega da Janssen, cujo diferencial de sua vacina em relação às outras já em uso no país é a imunização em dose única.

Histórico de Conteúdo