Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mochilas com pasta base de cocaína são encontradas em praias do interior e da capital
Foto: Reprodução / Jojô Notícias

Após duas mochilas abastecidas com 30 tabletes de pasta base de cocaína terem sido encontradas nesta segunda-feira (17), na faixa litorânea da cidade de Belmonte, na Costa do Descobrimento, um material semelhante foi apreendido no início da manhã desta terça-feira (18), em Salvador. Na capital, a mochila encontra por pescadores da Colônia da Boca do Rio, estava carregada com 27 quilos de pasta base de cocaína.

Conforme divulgou o site Jojo Notícias, em Belmonte a Polícia Militar apreendeu duas mochilas contendo 30 tabletes da droga. Algumas pessoas foram vistas próximas ao material, mas, ao avistarem a polícia, fugiram. Por meio de assessoria de imprensa, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) declarou ao Bahia Notícias que não recebeu informações sobre a apreensão do material em Belmonte. A reportagem tentou contato com a delegacia local, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria. 

Apesar da SSP não confirmar a apreensão em Belmonte, a pasta informou que um material semelhante foi apreendido por equipes da 89ª CIPM,  na última sexta-feira (14). As equipes encontraram duas mochilas nas areias da praia de Pau Fincado, no município de Nova Viçosa, no Extremo Sul. Dentro delas foram apreendidos 46 tabletes de pasta base de cocaína, avaliados em pouco mais de R$ 1 milhão e pesando cerca de 50 quilos.

SALVADOR

Na capital baiana os 27 kg de pasta base foram apreendidos por equipes da 39ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Boca do Rio/Imbuí) após pescadores desconfiarem da mochila flutuando no mar. De acordo com a SSP, o material é semelhante ao encontrado na cidade de Nova Viçosa.

No início da manhã desta terça-feira,  uma viatura  passava pelo local quando foi parada pelos pescadores, como explicou o o comandante da 39ª CIPM, major Márcio Alcântara. “Eles nos contaram que a sacola estava boiando e desconfiaram do material. Quando abriram a mochila encontraram as drogas e, rapidamente, informaram a polícia”, contou.

 

Foto: Reprodução / SSP-BA


Os entorpecentes foram encaminhados para o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), na Pituba. Na unidade, o titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) de Salvador, delegado Yves Correia, informou que o material foi encaminhado para a perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT), que auxiliará nas investigações para identificar os proprietários.

Foto: Reprodução / SSP-BA 

Histórico de Conteúdo