Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ubaíra: Reféns foram tirados de veículos que passavam por BR-420 antes de ataque a banco
Foto: Reprodução / Blog do Marcos Frahm

Os reféns do grupo que explodiu uma agência em Ubaíra, no Vale do Jiquiriçá, foram tirados dos carros que dirigiam na BR-420. A ação ocorreu na madrugada desta sexta-feira (16) (ver aqui). Segundo a Polícia Civil, a quadrilha abordou, primeiro, um caminhão baú que vinha de Jaguaquara com carga de hortifrúti e fez o motorista e dois ajudantes de refém. Os assaltantes ainda deixaram o caminhão atravessado na pista.

 

Em seguida, eles pararam uma caminhonete F 4000 e fizeram o motorista e a companheira dele como refém. Como fizeram com o caminhão, eles também atravessaram a picape na pista. Depois, o bando – formado por cinco homens encapuzados e com armas longas – seguiu com os reféns para Ubaíra.

 

Ao chegar na agência, eles deixaram as vítimas perto da agência e depois explodiram o banco. Ainda segundo a polícia, nenhum dos cinco reféns sofreu ferimentos nem foi assaltado. Todos foram ouvidos na delegacia da cidade. Até o momento não se sabe se a quadrilha conseguiu levar dinheiro dos caixas eletrônicos.

 

Com o Banco do Brasil fechado por conta da explosão, os moradores de Ubaíra ficam apenas com os serviços do posto do Bradesco. Quem precisar de uma agência do Banco do Brasil terá de se deslocar até Jiquiriçá, na mesma região, que fica a 15 quilômetros.  Esse foi o sexto ataque a banco no estado em duas semanas.

Histórico de Conteúdo