Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Porto Seguro: Técnico não aplica vacina contra Covid-19 e alega nervosismo; veja vídeo
Foto: Reprodução / Redes Sociais

Um técnico de enfermagem da cidade de Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, deixou de aplicar uma dose da vacina contra a Covid-19 no braço de uma senhora, nesta segunda-feira (12). O fato ocorreu em uma sala de vacinação da Secretaria de Saúde do município. O técnico, que foi demitido,  apenas inseriu a agulha no braço da mulher, mas não pressionou o êmbolo da seringa.

 

O técnico de enfermagem está prestando depoimento na delegacia central de Porto Seguro, onde também estão a procuradora do município e a secretária de Saúde, a família e a idosa que deixou de ser vacinada. De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, o delegado responsável pelo caso solicitou agora há pouco, que uma viatura fosse à Secretaria de Saúde pegar uma dose do imunizante, para que a mulher seja vacinada ainda nesta segunda-feira (12). 



De acordo a gestão municipal, o delegado solicitou que uma equipe retornasse à Secretaria de Saúde para ver se a seringa utilizada estava em meio às descartadas, o que teria sido confirmado pelos policiais. Em parte do seu depoimento, o técnico de enfermagem, que atuaria há apenas 30 dias na unidade, disse que estava nervoso e não teve intenção de não aplicar o imunizante.


Em um vídeo gravado por familiares da idosa é possível ver que o responsável pela aplicação da vacina não finaliza o procedimento.  O vereador Bolinha (PSC), que denunciou o caso em suas redes sociais, contou à reportagem do Bahia Notícias que um amigo entrou em contato para pedir ajuda.  "Achei que não fosse na cidade, mas fui na Secretaria de Saúde procurar saber se procedia ou não. Chegando lá as secretárias me confirmaram o local e entrei em contato com a polícia. É preciso verificar se foi um erro, falta de prática, técnica, maldade ou desvio de vacina. Temos que apurar com clareza para garantir para a população que isso foi um fato isolado", disse.

 

Ainda de acordo com o vereador, o  Ministério Público da Bahia (MP-BA) também foi acionado para investigar o caso. A reportagem entrou em contato com o MP-BA, que revelou, por meio de sua assessoria de imprensa, que ainda não há informações no sistema do órgão sobre o fato. Segundo o parquet, isso pode se explicar pela denúncia ainda não ter sido recebida e distribuída para um promotor, o que deve ocorrer nos próximos dias. 

 

Por meio de nota, a prefeitura municipal informou que o profissional foi demitido do cargo. No texto o prefeito Jânio Natal demonstrou indignação pelo ocorrido. “Isto não pode acontecer, aqui em Porto Seguro! Estamos trabalhando para imunizar o nosso povo e não teremos tolerância com ocorrências deste tipo", disse.

 

Histórico de Conteúdo