Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 26 de Fevereiro de 2021 - 13:20

Com dois meses em SP, Herzem Gusmão segue internado sem previsão de alta

por Francis Juliano

Com dois meses em SP, Herzem Gusmão segue internado sem previsão de alta
Foto: Reprodução / Instagram de Herzem Gusmão

Com dois meses de internação no Hospital Sírio-Libanês onde foi transportado há exatos dois meses, o prefeito de Vitória da Conquista, no Sudoeste, continua sem previsão de alta. Herzem foi diagnosticado com Covid-19 e teve o quadro de saúde agravado pela doença. Em boletim enviado nesta sexta-feira (26) ao Bahia Notícias, o Sírio-Libanês informou que o gestor segue na unidade semi-intensiva com quadro clínico estável.

 

“O senhor Gusmão não tem previsão de alta e está sob os cuidados das equipes dos médicos Prof. Dr. Roberto Kalil, Prof. Dr. Carlos Carvalho, Prof. Dr. David Uip e Dra. Cláudia Cozer Kalil”, diz trecho da nota do hospital. Herzem Gusmão testou positivo para Covid-19 no dia 7 de dezembro (lembre aqui). À época, se descobriu que o político tinha uma lesão pulmonar, o que fez ele ser internado no Hospital Samur, em Vitória da Conquista, onde precisou de uso de oxigênio (ver aqui).

 

Já no dia 26 de dezembro, Gusmão foi levado por aeronave a São Paulo (ver aqui) onde segue internado. Mesmo reeleito nas eleições de 2020, Herzem Gusmão não tomou posse no dia 1° de janeiro, fato ocorrido só no dia 8 do mesmo mês por meio de videoconferência (ver aqui). Com a impossibilidade do gestor, a vice-prefeita Sheila Lemos responde pelo Executivo municipal.

Histórico de Conteúdo