Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 05 de Fevereiro de 2021 - 13:40

Conquista: Volta às aulas em março depende de taxas e alinhamento com estado

por Francis Juliano

Conquista: Volta às aulas em março depende de taxas e alinhamento com estado
Foto: Reprodução / Blog do Anderson

Taxa de transmissão abaixo de 1.2, ocupação de leitos de UTI "longe do colapso" e alinhamento com ações do governo do estado são os principais fatores para o recomeço em março das aulas da rede municipal de Vitória da Conquista, no Sudoeste. Segundo o secretário de administração e coordenador do comitê gestor de crise do município, Kairan Rocha, caso o município tenha essas condições, as aulas voltam para encerrar o ano letivo de 2020 e começar o de 2021.

 

"Tudo depende das condições de controle. Se a gente tiver um cenário de três, quatro semanas, com a taxa de transmissão abaixo de 1.2, a taxa de ocupação de UTI longe de colapso, só precisaríamos de um alinhamento com o governo do Estado", disse ao Bahia Notícias. Rocha afirma que caso a cidade tivesses as condições para retomar as aulas, mas um decreto do estado vetasse qualquer atividade no período, esse recomeço não poderia ocorrer.

 

"Porque prevalece o definido pelo Supremo Tribunal Federal [STF] na relação entre estados e município na pandemia. Em caso de duas determinações, fica aquela mais rígida", completa. Para o retorno das aulas, a prefeitura pretende fazer um escalonamento entre as séries e estabelecer um sistema híbrido, entre presencial e online. "Em 2021, o sistema vai ser híbrido. Vai ser impossível voltar tudo e da mesma forma. Então quando parte uma turma estiver na aula presencial, a outra vai fica na telepresencial", detalhou.

 

De acordo com o secretário, o município tem matriculado em torno de 45 mil estudantes desde a creche ao ensino fundamental 2 [até o 9° ano]. Vitória da Conquista nesta sexta-feira (5) tem 72,9% de ocupação de UTI e 37,3% de leitos clínicos. Ao todo, a cidade já acumula 17.967 casos confirmados do novo coronavírus com 278 óbitos provocados.

Histórico de Conteúdo