Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Obra de pista em condomínio de luxo vira alvo do MPF em Praia do Forte
Obra faz parte do "La Laguna" | Foto: Reprodução / Yordan Bosco

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou um inquérito para apurar se está acontecendo crimes ambientais onde está sendo construído o empreendimento "La Laguna", pela construtora Realeza, nos distritos de Praia do Forte e Imbassaí, em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

 

No documento do MPF, publicado no fim de setembro, o objetivo é “apurar a potencial  degradação ao  meio  ambiente em  decorrência  da  construção  de  uma  ligação viária entre Praia do Forte e Imbassaí, no Município de Mata de São João-BA”, com isso, a Prefeitura de Mata de São João deve se pronunciar no prazo  de  30  dias sobre a regularidade da construção.

 

O condomínio é considerado de alto padrão e já possui lotes a venda. O MPF determina ainda que a Superintendência do Patrimônio da União na Bahia (SPU-BA) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) prestem esclarecimentos acerca das obras.

Histórico de Conteúdo