Sexta, 19 de Junho de 2020 - 21:43

Conquista pede à Sesab esclarecimentos sobre nº de leitos de UTI para Covid-19

por Lula Bonfim / Mari Leal

Conquista pede à Sesab esclarecimentos sobre nº de leitos de UTI para Covid-19
Foto: Divulgação

Em documento enviado ao secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, nesta sexta-feira (19), a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista solicitou esclarecimentos em relação ao número de leitos de UTI exclusivos para atendimento de pacientes com a Covid-19 contratados pelo Estado no Hospital de Clínicas de Conquista (HCC). 

 

A dúvida, de acordo com o órgão municipal, surgiu após um ofício do hospital, o qual afirmava dispor, até o dia 15 de junho, quando encaminhado, de somente 12 respiradores disponíveis, sendo dois de reserva. Logo, somente 10 leitos de UTI equipados com respiradores, de acordo com entendimento da secretaria municipal. 

 

Em nota, a gestão local afirma que , “de acordo com os dados divulgados pelo governo do Estado, Vitória da Conquista teria 50 leitos de UTIs exclusivos para a Covid-19, sendo que destes, 20 estariam funcionando no HCC”. 

 

O ofício assinado por Vinicius de Brito Rodrigues, diretor do HCC, o hospital  diz possuir  “12 ventiladores mecânicos pata tratamento de pacientes com Covid-19”, “sendo 2 deles aparelhos de backup”. Diz ainda que conta com “20 leitos para internamento clínico no segundo andar e outros 20 de tratamento intensivo na UTI que está localizada no terceiro andar”. 

 

Na tarde desta sexta-feira, o Conselho Gestor de Crise de Conquista se reuniu emergencialmente para discutir a situação e definiu, para amanhã, sábado (20), uma segunda reunião, desta vez com o Comitê de Representação Civil e Institucional para discutir a situação.

 

O secretário de Administração, Kairan Rocha, Coordenador-Geral do Comitê Gestor, alega que “todos os protocolos feitos para a reabertura do comércio se basearam na oferta de leitos apresentada, tanto leitos clínicos, quanto os de UTI: “A redução deste número, se for verdadeira, nos fará revisar todos os procedimentos adotados até agora”, diz. 

 

Em nota, a gestão municipal afirma ainda que, também nesta sexta, “buscando adequar a questão mais rapidamente, o prefeito Herzem Gusmão tentou contato telefônico e por mensagem com o secretário Fábio Vilas Boas, mas não houve retorno”.

Histórico de Conteúdo