Sem água há sete dias, moradores de Boipeba trancam reservatório da Embasa em protesto
Foto: Leitor BN / WhatsApp

Como forma de protesto contra a falta de água, moradores da Ilha de Boipeba, no município de Cairu, decidiram trancar o reservatório da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), na manhã desta quarta-feira (2). Eles tomaram a chave de um funcionário da estatal e afirmam que só vão devolver quando as bombas de água forem consertadas.

 

A moradora Luciane Mendes explicou ao Bahia Notícias que há apenas duas bombas na ilha para puxar água do reservatório. Além disso, ela afirma que a Prefeitura de Cairu firmou contrato com uma “produtora de rave” e cerca de duas a três mil pessoas costumam participar do evento, realizado nesse último fim de semana.

 

“É calamidade pública, restaurante fechando, povo saindo de pousada e a Embasa não dá as caras, a prefeitura também não dá as caras. Por isso que a gente está fechando o poço porque aí vai secar a água da ilha. Enquanto não vierem consertar, enquanto não vierem resolver, vai ficar todo mundo sem água”, alerta.

 

Os moradores tiveram que comprar água mineral para tomar banho.

 

Foto: Leitor BN / WhatsApp

 

Procurada pelo Bahia Notícias, a Embasa disse que o problema é decorrente de quedas na tensão elétrica fornecida pela Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) para um dos poços. Em nota, a estatal afirma que já comunicou o problema à Coelba e que enviou equipes para realizar ações, a fim de minimizar os transtornos causados enquanto aguarda a normalização do fornecimento de energia.

 

Já a Prefeitura Municipal de Cairu disse que não tem informações, pois os servidores estão retomando o expediente hoje após o folgão de fim de ano. Também ficaram de apurar o caso para dar um retorno depois. (Atualizada às 13h06)

Histórico de Conteúdo