Bahia registra 17 casos de assalto a carro-forte em 2018, segundo a ABVT
Foto: Reprodução / TV Bahia

No ano de 2018, a Bahia já registrou 17 casos de assalto a carros-fortes, ficando em segundo lugar entre os estados com maior número de ataques a transportes de valores do primeiro semestre, com nove casos durante o período. As informações são da Associação Brasileira de Transportes de Valores (ABVT).

 

Na tarde desta terça-feira (2), uma ação parecida ocorreu na Avenida Vasco da Gama, em Salvador, quando houve a tentativa de roubo a um carro-forte (veja aqui). O assalto foi o 8° registrado na capital baiana, segundo a ABVT.

 

Segundo a delegada da Central de Furtos e Roubos, Carla Ramos, os suspeitos geralmente abordam os vigilantes do carro-forte na saída dos estabelecimentos abastecidos. São algumas modalidades [de assalto] diferentes. A maioria [dos ataques] não é ao carro-forte, é aos vigilantes, no momento em que eles estão saindo dos estabelecimentos comerciais, seja a lotérica ou supermercado, como foi nos últimos dois casos. Eles não estão dentro dos carro-forte em si, então é o momento que eles ficam mais vulneráveis, pois não estão abrigados”, explicou ela.

 

Conforme o G1, a delegada afirmou que as ações das quadrilhas estão sendo investigadas e algumas já foram identificadas. “Já temos outras quadrilhas mapeadas. Nós já sabemos que são várias organizações criminosas diferentes e nós já estamos com identificações de várias delas, inclusive com mortos e presos”, afirmou.

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a polícia passará a ter acesso aos roteiros de carros-fortes para adotar medidas que possam evitar os ataques aos transportes de valores.

Histórico de Conteúdo