Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Teixeira: Mulher é presa por manter fábrica clandestina de palmitos; marido está foragido
Foto: Divulgação / Polícia Civil

Uma mulher foi presa em flagrante nesta terça-feira (21) sob acusação de manter uma fábrica clandestina de palmito dentro de casa. O fato ocorreu em Teixeira de Freitas, extremo sul baiano. Segundo o G1, a mulher presa, de 39 anos e identificada como Silvane Silva Reis, atuava no esquema junto com o marido, Jorge Luiz Pereira Souxa, de 54 anos. O homem, que segue foragido, também é investigado por receptação de carne roubada. Conforme a Polícia, no imóvel em que o casal morava, no bairro Castelinho, foram encontrados potes de vidros sujos.

 

Ao todo, foram apreendidos 136 recipientes de palmitos prontos para vendas, além de 30 kg de palmito natural. Ainda segundo a Polícia, a fábrica clandestina funcionava há 16 anos. O palmito usado era proveniente da palmeira Jussara, que tem a retirada proibida, e era cortado sem a utilização de máquinas, sem a higiene necessária. Os acusados colocavam rótulos de uma empresa de Minas Gerais. Presa, a mulher vai responder por corromper, adulterar, falsificar ou alterar substância ou produto alimentício destinado ao consumo, o que o torna prejudicial à saude das pessoas.

Histórico de Conteúdo