Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 14:50

Dona de uma merecida festa, mas o seu ritmo ainda está fora do compasso

por Thiago Chagas

Dona de uma merecida festa, mas o seu ritmo ainda está fora do compasso
A cidade mais bela e acolhedora dentre as 417 da Bahia. Lugar onde nasci e me criei, dei um pulo na capital para me tornar advogado, casei, iniciei a carreira profissional e voltei para representar meu povo e constituir minha família no melhor pedaço de chão do mundo. Um município planejado, de ruas largas, arborizadas, a maior parte do seu território é plano, com poucas vielas, tem sede de reitoria de Universidade Federal, sede da única unidade da Embrapa no Estado, possui o Centro Técnico de Ensino Profissional Alberto Torres, sedia uma Diocese compondo 10 cidades, conhecida nos quatros cantos como a terra das espadas de fogo (atualmente proibidas pela justiça), lugar onde reside um povo forte e batalhador, qual carrego no peito um carinho muito grande e imensa gratidão. Estamos falando de Cruz das Almas que completa 124 anos no dia 29 de julho de 2021.

Leia mais

Segunda, 05 de Abril de 2021 - 17:30

Planalto e sua história: Os manuscritos de Zé Brejeiro

por José Mozart Tanajura Júnior

Planalto e sua história: Os manuscritos de Zé Brejeiro
Há em Planalto pouquíssimas fontes documentais sobre a sua história que, em comparação com a de outros municípios baianos, é bem recente. Mesmo assim, pouco se tem preservado. As iniciativas oficiais são bem tímidas, o que se requer um melhor direcionamento para a preservação de sua história. Poucos são os registros catalogados ou que se tenha conhecimento de uma maior socialização destes. Em 2012, Edilson Duarte, prefeito naquele ano, construiu um monumento em homenagem aos tropeiros que deram início à história local. Além deste monumento, outras ações entraram em vigor por ocasião dos 50 anos do município, dentre as quais destacamos o Hino de Planalto composto por José Ramos da Silva Júnior e musicado por Carlusmar Moreno Aguiar, interpretado por Leandro Marinho. O município festejou jubilosamente a sua data referência de seus 50 anos. De lá pra cá, quase nenhuma iniciativa maior se viu na preservação histórica do município.

Leia mais

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 09:30

A LC 178 e as despesas com pessoal: mais um enterro da Lei de Responsabilidade Fiscal

por Alessandro Macedo

A LC 178 e as despesas com pessoal: mais um enterro da Lei de Responsabilidade Fiscal
Como bom baiano, e em pleno dia do Senhor do Bonfim, dia 13 de janeiro de 2021, data que renovamos a esperança de dias melhores, sobretudo, neste difíceis meses de pandemia, somos literalmente chamados há mais um enterro, agora da nossa Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF, que já tinha sido mutilada pela Lei Complementar nº 173, que flexibilizou regras daquela norma, dando in tese, um cheque em branco aos gestores para descumprir travas importantes da LRF que tentavam a tão sonhada “gestão fiscal responsável”, jamais atingida por força dos gestores públicos, que sempre utilizaram a máquina pública para o clientelismo, o fisiologismo e o nepotismo, características do modelo patrimonialista ainda presente no Estado brasileiro.

Leia mais

Terça, 15 de Dezembro de 2020 - 15:30

Breves notas para a gestão dos novos Prefeitos III

por Ronaldo Sant’anna

Breves notas para a gestão dos novos Prefeitos III
No início de abril de 2013 fiz publicar artigo de minha autoria intitulado “Breves notas para a gestão dos novos prefeitos”, e, em 2016, “Breves notas para a gestão dos novos prefeitos II”. Agora, concluo a trilogia, onde apresento os aspectos com importância de alta plumagem para a administração pública municipal no ciclo de todo o mandato dos gestores que irão principiar na gestão do Município em primeiro de janeiro de 2021.

Leia mais

Sexta, 21 de Agosto de 2020 - 17:00

Urânio na serra de Jacobina: uma potencial fonte de energia!?

por Carlos Victor Rios da Silva Filho

Urânio na serra de Jacobina: uma potencial fonte de energia!?
O urânio é um elemento considerado comum na crosta terrestre. Tão comum quanto o ouro, cobre, estanho ou o zinco, e é um constituinte da maioria das rochas e até do mar. Já o minério de urânio é toda concentração natural de minerais na qual o urânio ocorre em concentrações que permitam sua exploração econômica dentro de um contexto estratégico.  No Brasil, de acordo com a Lei Nº 4.118, de 27 de agosto de 1962, constituem monopólio da União a prospecção, a lavra, o comércio e a produção de materiais com características nucleares. Ainda assim, atualmente este monopólio está sendo motivo de muitos questionamentos, onde a ideia central é de parceria com o setor privado ligado a prospecção mineral. Embora o conhecimento geológico do urânio no Brasil seja limitado, os dados divulgados pela World Nuclear Association em 2017 apontam que o Brasil é detentor da nona maior reserva de urânio do mundo, com 276.800 mil toneladas de U3O8, em sua maior parte localizada nos Estados da Bahia e Ceará.

Leia mais

Carta aberta a Rodrigo Maia (quase isso) ou: Covid19, o mercado e a morte ou A fábrica falida de heróis
A aparente divergência que tem marcado as falas de alguns dos agentes centrais dos poderes políticos nacionais são, na verdade, apenas diferença de intensidade, a imensa maioria deles está a serviço do mesmo projeto: atender as reivindicações do mercado. As diferenças se operam no campo das estratégias. Um exemplo radical dessa similaridade está nas figuras de Bolsonaro e Rodrigo Maia. Enquanto o primeiro blasfema descontroladamente sobre o exagero da quarentena, defendendo que algumas milhares de mortes podem ser necessárias para evitar uma queda da economia nacional, que, diga-se de passagem, vem em franco declínio há pelo menos quatro anos; e de outro modo, o segundo, presidente da câmara, defende que a quarentena deve ser mantida, porém, investe no seguinte projeto para evitar a quebra econômica: corte dos salários dos servidores, adiantando a proposta da reforma administrativa.

Leia mais

Normas da Marinha para implantação de sistemas de calado dinâmico podem mudar realidade dos portos brasileiros
Em virtude da tendência global de aumento das dimensões e, consequentemente, do calado dos navios, grande parte dos portos do mundo percebem o aumento contínuo das restrições em suas operações. A determinação precisa da Folga Abaixo da Quilha (FAQ) torna-se, então, um fator crítico para a segurança e eficiência da navegação em regiões portuárias.

Leia mais

Quarta, 30 de Outubro de 2019 - 16:00

SOS Joanes 2: encaminhamentos e novos desafios

por Mauro Cardim

SOS Joanes 2: encaminhamentos e novos desafios
Realizamos recentemente o Seminário SOS Joanes 2  com o objetivo de alertar a sociedade baiana sobre a situação atual da Bacia do rio Joanes. O encontro aconteceu no auditório Jorge Calmon, na Assembleia Legislativa da Bahia. Reunimos, na ocasião, ambientalistas, técnicos, especialistas e autoridades políticas para juntos traçarmos diagnósticos e soluções para salvar o rio. 

Leia mais

Uso de tecnologias de suporte ao trabalho dos práticos se torna cada vez mais frequente
O Brasil possui 175 instalações portuárias de carga ao longo de quase 7,5 mil quilômetros de costa. Atualmente, os portos são responsáveis por cerca de 95% do comércio exterior do país e movimentam, em média, R$ 293 bilhões por ano. Apesar da extensão da costa e do intenso movimento portuário, um número muito pequeno chama atenção.

Leia mais

Sexta, 23 de Agosto de 2019 - 09:30

O combo vitorioso da educação e esporte

por Jeferson Andrade

O combo vitorioso da educação e esporte
A educação tem um papel fundamental na valorização do cidadão por parte do Poder Público.  Madre de Deus é a primeira cidade do país a adotar a educação em um sistema de ensino integral em 100% das escolas da rede municipal.  Os 2.650 alunos, da Creche ao Fundamental II, entram nas escolas as 7h30 e ficam nas unidades até as 16h30. Diariamente são distribuídas 7.000 refeições com um cardápio nutritivo aos nossos alunos. E também contamos com consultórios odontológicos nas unidades escolares.   

Leia mais

Histórico de Conteúdo