Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 15 de Novembro de 2021 - 21:57

Senado aprova feriado nacional em homenagem a Irmã Dulce

por Flavia Kurotori | Folhapress

Senado aprova feriado nacional em homenagem a Irmã Dulce
Foto: Divulgação/Osid

A Comissão de Educação do Senado aprovou, nesta segunda-feira (22), a criação de um feriado nacional em homenagem à Santa Dulce do Pobres. A previsão é que a celebração seja em 13 de março, dia da morte da religiosa em 1992. Este seria o décimo feriado nacional no país.
 

"Essa proposição, portanto, objetiva homenagear a vida de uma baiana, de uma brasileira, de uma santa que se dedicou a cuidar dos pobres, acolhendo todo com muito amor e dedicação na esperança de vê-los bem de saúde e vivendo com mais dignidade", justifica o texto.
 

O projeto de lei 4.028/2019, de autoria do senador Ângelo Coronel (PSD-BA), depende da validação da Câmara dos Deputados e, se aprovado, segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).
 

Irmã Dulce foi canonizada em outubro de 2019, 27 anos após a sua morte. Ela é a primeira santa nascida no Brasil e é conhecida como 'Anjo bom da Bahia'. Durante toda sua vida, se dedicou a cuidar dos pobres e dos doentes, sendo conhecida por transformar um galinheiro em um hospital.
 

Ela teve dois milagres reconhecidos pelo Vaticano. O primeiro, em 2021, teria sido no Sergipe, onde as orações em seu nome teriam feito cessar uma hemorragia de uma mulher que padeceu durante 18 horas após dar à luz o seu segundo filho. Já em 2014, um maestro baiano voltou a enxergar após pedir pela intercessão da religiosa.

Histórico de Conteúdo