Terça, 13 de Março de 2018 - 09:10

SUS incorpora dez novas terapias alternativas

por Roberta Jansen e Fabiana Cambricoli | Estadão Conteúdo

SUS incorpora dez novas terapias alternativas
Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde anunciou na manhã desta segunda-feira (12), no Rio de Janeiro, a inclusão de dez novas práticas alternativas no Sistema Único de Saúde (SUS) como florais, aromaterapia, bioenergética, constelação familiar e cromoterapia. A partir de agora, são 29 procedimentos oferecidos. No ano passado, foram realizados mais de 1,4 milhão de atendimentos aos usuários, como acupuntura, yoga e auriculoterapia. O anúncio foi feito na abertura do Primeiro Congresso Internacional de Práticas Integrativas e Saúde Pública, no Riocentro. As práticas alternativas começaram a ser oferecidas pelo SUS em 2006. As terapias estão presentes em 9.350 estabelecimentos em 3.173 municípios. Entre as práticas mais procuradas estão a acupuntura e a medicina tradicional chinesa. Segundo o Ministério da Saúde, evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares. Além disso, há um crescente número de profissionais capacitados e habilitados e uma valorização dos conhecimentos tradicionais. Somente no ano passado foram capacitados mais de 30 mil profissionais. Já o Conselho Federal de Medicina rebate as afirmações do ministério e critica a inclusão de tais técnicas. "As práticas integrativas feitas no SUS não têm resolubilidade, não têm base na medicina em evidências e, portanto, onera o sistema e não deveriam estar incorporadas", declarou nesta segunda o presidente do conselho, Carlos Vital. Ele afirmou ainda que os médicos não podem prescrever essas terapias, com exceção da acupuntura, reconhecida como especialidade médica. "Os médicos só podem atuar com procedimentos e terapêuticas que têm reconhecimento científico", disse. Foram incorporadas ao SUS as seguintes terapias: apiterapia,  aromaterapia, bioenergética, constelação familiar, cromoterapia, geoterapia, hipnoterapia, imposição de mãos, ozonioterapia e terapia de florais.

Histórico de Conteúdo