Terça, 07 de Agosto de 2018 - 13:10

Curtas do Poder

por Zeca de Aphonso

Curtas do Poder

*Vejam vocês o que é a vida: a PM vai eleger o Pássaro Vereador. Ele está na mesma coligação de Prisco.

 

*O povo da Febraban está de olho na comarca de Ubaitaba, onde grandes questões de cacauicultores estavam adormecida$.

 

*Há muito tempo Nero botou foto em Roma. Ontem, foi a vez da chapinha.

 

*O Correria foi para a convenção que oficializou seu nome ao governo da Bahia de metrô. Ficou mais uma vez carimbado que o metrô é da “Vovó Correria”
 

* O Soberano não imaginou que sua desistência para disputar o governo fosse tão danoso a sua liderança perante os seus e o grupo dos aliados. Hoje fica claro que a turma despeja suas mágoas e vai perdendo o respeito, ou melhor, o medo que os acompanhava há muito tempo.


*Os nanicos implodiram a vida boa dos caciques do DEM e PSDB. Certos que usariam os nanicos como escada, a fuga deles acendeu o sinal vermelho nos comitês dos “coroados”.


*O Gatinho era o pai dos partidos nanicos. No PHS era tratado como todo poderoso.  


*Na última sexta, logo após a convenção de Zé da "Feira", o Soberano rumou para Brasília junto com o Gatinho, que foi tomando esporro daqui até lá. O objetivo era “mandar” as executivas nacionais intervirem nas estaduais para reverter o desastre que se avinhançava. Deu tudo errado.


*A vida política do Gatinho anda na maior maré baixa. Depois de ter acordado do sonho de assumir a prefeitura e ver o Pernambucano garantir o primeiro lugar no coração do Soberano, só faltava mesmo perder o controle dos nanicos. Agora não falta nada. E o sonho de 2020 fica mais longe a cada dia.


*O Assombrado é realmente um visionário quando previu a “queda” do chefe. Sempre arranja uma maneira de aparecer.

 

*Passou um verdadeiro e inesperado tsunami no Thomé de Souza. Nem os mais críticos adversários imaginavam tamanha derrocada do Soberano no controle de sua, cada vez menor, tropa.


*O Padre, que foi líder do Soberano durante quatro anos do governo do Soberano, não esperou nenhum milagre do Thomé de Souza. Arrumou as malas e deu no pé. Caso não vença as eleições para deputado vai comer o pão que o diabo amassou. Vai para a solitária. 


*Heber Santana, até então fiel ao Soberano, foi outro que não contou conversa. Ia servir de escada. Mansinho, emplacou o Irmão Lázaro como candidato ao Senado, e articulou uma chapinha que o levasse para Brasília.

 

*Aliás, o povo na oposição quer ver o diabo, mas não quer conta com Heber Santana.


*Benito “Grana” também não se fez de rogado. Se o Soberano que é o Soberano não quis arriscar largando a prefeitura, é ele que vai deixar o dele na reta?


*Todos achavam que o presidente do PHS Júnior Muniz, o “assessor ostentação” do Gatinho, estava blefando. Em conversa com o Soberano, este o desprezou e deu um tratamento que desagradou em muito “Ostentação”. Só foi esperar e dar o troco. 


*O Pastor Luciano também não contou conversa. Tinha muitas mágoas das promessas que não foram cumpridas com ele. Diz “cobras e lagartos” do Soberano, de quem foi assessor especial, quase um súdito na obediência ao chefe maior.

 

*Já a “miss” e protetora dos animais, Ana Rita, agora está toda serelepe pelas bandas do Correria. Depois de quase três anos sem ser recebida pelo Soberano, ganhou tapete vermelho e banda de música. 


*Falando em animais, o “Protetor” queria outro dia dormir em hotel em Juazeiro junto com seu cãozinho, a quem intitula seu filho. As más línguas ficaram a imaginar quando ele adotar um jegue. A coisa vai ficar feia.


*Aliás, se todos os vereadores que não são recebidos pelo Soberano deixarem a base aliada, o grupo do Soberano na Câmara ficará limitado a #sabequasetudoAlôPrates e a outros três ou quatro súditos.

 

*Falando em falta de atenção... Ficou evidenciada a grande consideração que o Soberano nutre pelo PRB da Tia Eron. Nem Zé da “Feira”, que está mais para Zé do “Caixão”, prestigiou o festeleco que a Tia preparou. Não tão nem aí. 

 

*De camarote Elmar Nascimento, o homem do Conselho de Ética, ri dos apertos que o Soberano tá passando. Jeitoso e articulado politicamente, pode ser um aglutinador do espólio do Soberano


*Inicialmente na chapinha junto ao PHS e PPS, os verdes do PV não resistiram a chamada que levaram do Soberano. Sérgio Carneiro, que sonha com Brasília, vai ter suar a camisa. Só a brilhantina na cabeleira não garante voto.

 

*Aliás, com a debandada dos nanicos, o Cara de Paisagem e o Missa Pai estão vendo Brasília cada vez mais longe. Sem escada e pesados vão ter que rebolar para chegar lá. 

 

*Agora, tá tudo um pandemônio. Os deputados estaduais fazem as contas pra saber do quanto vão precisar pra se reeleger, enquanto os prefeitos e vereadores da base dos parlamentares tão começando a debandar ainda mais.

 

*E, no meio disso tudo, quem mais pode sofrer é Lazinho do Olodum. O povo da oposição anda dizendo que não vai mover uma palha pra ajudar na eleição dele. Só vai poder contar com o Espírito Santo como cabo eleitoral. Isso se ele se mantiver como candidato ao Senado.

 

*Pego de surpresa pelo seu partido, Irmão Lázaro anda até atordoado com a possibilidade de retirar sua candidatura. Na sexta ele disse que inclinaria todo o seu apoio a Geraldo Alckmin e agora diz a Deus e ao mundo que nunca disse isso. Hoje o apoio dele é somente de Bolsonaro.


*Zé do “Caixão” cogitou sete opções de vice antes da escolha final. Teria sido mais fácil escolher o legítimo vice para sua chapa: o Vitória.

 

*A militante do MBL, a “famosa” médica Mônica “Tricolor”, foi escolhida por não ter papas na língua. 


*Quem andou colocando as manguinhas de fora foi o amigo de Jacaré, Gustavo “Mula” Ferraz. Apresentou seus candidatos a deputado nas redes sociais. Estou a avaliar se foi bom ou ruim. Ele era o homem das malas dos milhões. 


*A defesa de Jacaré quer porque quer saber quem dedurou onde estavam as malas de dinheiro. E a PF quer porque quer saber de onde vieram os R$ 51 milhões


*A convenção do MDB foi um “grande encontro” de meia dúzia de amigos da velha guarda. Ilustres desconhecidos, como a professora Jeane Cruz e o candidato ao Senado Jorge Viana, vão fazer companhia a João Santana. Melhor do que isto Bitelo não ia arrumar. 

 

*Adorei a promoção de cargo que deram para Jorge Portugal. Deixou de ser secretário de Cultura para virar mestre de cerimônia do governo. 

 

*Em todo evento maiorzinho que o Correria faz, ele chama Portugal pra fazer uns discursos que ninguém entende e nem presta atenção.

 

*Digo aqui: o maior cabo eleitoral de "Dotô" Otto e o todo-poderoso PSD é o próprio PT. Se o partido chegou hoje a essa onipotência toda, é culpa dos petistas.

 

*O último episódio que demonstrou como o PT virou vítima do PSD foi a formação da proporcional. PT e outros partidos queriam forma uma chapa sozinhos, sem "Dotô" Otto e cia. Mas aí o homem colocou engrossou a voz. Acabou "convencendo" o resto a fazer o que seu partido queria. Tudo na base da enxada e voto.

 

*E, aos poucos, um roteiro vai se escrevendo pra 2022. PSD cresce tanto a ponto de querer candidato próprio pro governo do Estado. PT, guloso como sempre, não vai aceitar abrir mão da cabeça de chapa. Os dois racham, desfazem a aliança e salve-se quem puder. Anotem aí.

 

*Já fico imaginando os discursos de Manuela D'Ávila nos comícios do PT. Ela é o sinônimo da "nova esquerda" brasileira: corpinho de 20, mas mente de 80 anos

 

*Não duvido nada ela me aparecer nos comícios segurando uma foice e um martelo. É uma contraponto a Bolsonaro, que vem de fuzil

 

*Na convenção do DEM uma placa chamou atenção: “Lulinha parabeniza os convencionais do Democratas”. Lulinha é mais conhecido como o filho mais velho de Lula. Mas claramente não é esse Lulinha famoso que o cartaz menciona. Trata-se de um candidato que levou sua militância para o evento. Mas claro que os democratas não deixaram passar em branco.

 

Saiba quem são as personalidades citadas aqui:

 

Correria                                                 Rui Costa

Soberano                                              ACM Neto

"Dotô" Otto                                          Otto Alencar

Pernambucano                                  João Roma

Gatinho                                               Bruno Reis

Zé da "Feira"/Zé do "Caixão"            Zé Ronaldo   

#sabequasetudoAlôPrates               Léo Prates

Pássaro Vereador                               Igor Kannário

Jacaré                                                Geddel Vieira Lima

Bitelo                                                 Lúcio Vieira Lima

Mônica “Tricolor”                             Mônica Bahia

Cara de Paisagem                             Antônio Imbassahy

Benito “Grana”                                 Benito Gama
Padre                                                 Joceval Rodrigues 
“Protetor”                                          Marcell Moraes
Assombrado                                      Vado Malassombrado
Missa Pai                                           José Carlos Aleluia

Lazinho do Olodum                          Irmão Lázaro

 

*Se você tem alguma sugestão, pode mandar para zecadeaphonso@bahianoticias.com.br ou, se preferir, vá ao Facebook de Zeca de Aphonso e conte!

Histórico de Conteúdo