Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Tiago Iorc reaparece com música existencial sobre masculinidade tóxica, fama e depressão
Foto: Rafael Trindade / Divulgação

Após um período controverso de brigas públicas e vazamento de nudes, Tiago Iorc saiu do “autoexílio”, e reapareceu nas redes sociais, nesta quinta-feira (11), com um novo single autobiográfico e existencial de seis minutos de duração.

 

Com letra do próprio Iorc, a faixa “Masculinidade” é seu primeiro trabalho desde junho de 2020. A canção remonta um pouco das inquietudes do artista e aborda temas como masculinidade tóxica, fama, superexposição, saúde mental, pornografia, amor, família e vaidade.

 

“Eu tava numa de ficar sumido / Dinheiro, fama, tudo resolvido/ Fingi que não mas na verdade eu ligo/ Eu me achava mó legal/ Queria ser uma unanimidade/ Eu quis provar minha virilidade/ Eu duvidei da minha validade/ Na insanidade virtual/ Eu cuido pra não ser muito sensível/ Homem não chora, homem isso e aquilo/ Aprendi a ser indestrutível/ Eu não sou real”, diz trecho da música, que tem produção e arranjos de Iorc com a dupla Lux & Tróia.

 

O single ganhou ainda um videoclipe filmado em 2 de novembro deste ano, com direção do próprio Tiago, em parceria com Rafael Trindade. A produção é de Jéssica Lauriano.


 

Veja o clipe:

Histórico de Conteúdo