Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Diretor da Universal Music é ouvido após apreensão de material de Renato Russo
Foto: Divulgação

O diretor financeiro a administrativo da Universal Music Brasil, Afridsman Muzzy Neto, foi ouvido na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), nesta quarta-feira (16). De acordo com informações do jornal O Globo, ele representa a gravadora diante da operação Tempo Perdido, que na semana passada apreendeu gravações da Legião Urbana em um depósito no Rio de Janeiro (saiba mais aqui e aqui). Coordenada pelo delegado Maurício Demétrio, a operação recolheu 91 fitas com suposto material inédito de Renato Russo, e por isso, serão entregues ao filho e herdeiro do artista, Giuliano Manfredini.   

 

"A Universal Music prestou esclarecimentos na investigação, da qual não é parte,  pois foi surpreendida com Mandado de Busca e Apreensão de gravações do Grupo Legião Urbana, material este de exclusiva titularidade da gravadora EMI, cujo catálogo foi adquirido pela Universal Music. O material apreendido estava custodiado em local adequado e com capacidade para  assegurar sua boa guarda e manutenção. Para além da surpresa, destaca sua preocupação quanto ao local para aonde o referido material foi levado considerando que condições precárias de guarda poderão  causar danos irreparáveis às fitas originais contendo gravações do Grupo Legião Urbana, produzidas e pertencentes ao catalogo da prestigiosa EMI, depositaria de grande parte da história musical deste país”, declarou a gravadora, em nota, após o depoimento. 

Histórico de Conteúdo