Ex-funcionários da Cinemateca acusam ministério de não deixá-los recuperar seus pertences
Foto: Reprodução / Revista Esquinas / Cásper Líbero

Ex-funcionários da Cinemateca Brasileira acusam o Ministério do Turismo de não deixar que eles acessem o prédio da instituição para recuperar seus pertences. Os servidores foram demitidos há mais de um mês.

 

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo no jornal Folha de S. Paulo, a Secretaria Especial da Cultura, comandada pelo ator Mario Frias, diz que enviou dois ofícios para os colaboradores, em agosto e setembro, mas não teria recebido respostas. 

 

“A Secult informa que está dedicada ao atendimento da referida demanda, mas precisa seguir medidas de organização e segurança”, disse a pasta em nota.

Histórico de Conteúdo