Insatisfeito com projetos aprovados, Bolsonaro pode extinguir Ancine ou tirá-la de ministério
Foto: Marcos Corrêa/Agência Brasil

Insatisfeito com o andamento dos trabalhos na Agência Nacional do Cinema (Ancine), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pode promover mudanças radicais. 


De acordo com informações da coluna assinada por Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, ele estaria inclinado a extinguir a agência, passando as atribuições para outros órgãos, ou transferi-la do Ministério da Cidadania para a Secretaria de Comunicação (Secom). 


Ainda segundo a publicação, a insatisfação de Bolsonaro vem dos relatos recebidos sobre projetos aprovados pela agência, considerados por ele absurdos, a exemplo de “Born to Fashion”, um reality show voltado para a revelação de modelos trans. O presidente estaria ainda incomodado com a disputa acirrada por cargos na área da cultura.


Jair Bolsonaro deve se reunir ainda nesta quinta-feira (18) com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, para definir o papel da Ancine. Segundo a jornalista, a reunião foi confirmada pela pasta. 

Histórico de Conteúdo