Com investimento de R$ 13 milhões, Neojiba ganha nova sede no Parque do Queimado
Foto: Divulgação

Os membros dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba) ganharão uma nova sede. O grupo passará a utilizar o espaço dos casarões do Parque do Queimado, localizados no Centro Antigo de Salvador, que estão sendo reformados.

 

A previsão é que as reformas sejam concluídas até o final do ano. O projeto, orçado em R$ 13,5 milhões, conta com aporte financeiro do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e do Estado da Bahia.

 

A nova sede do Neojiba contará com uma sala de espetáculos para música de câmera, com capacidade para 140 espectadores, um prédio com saguão de entrada, bliheteria, loja, bastidores, depósito para instrumentos e banheiro, além de outra edificação com cinco salas de ensaio, munidas de isolamento térmico e acústico. 

 

Assim que for inaugurada, a nova sede do programa Neojiba, além de contar com equipamentos para gravação de áudio e para a transmissão dos espetáculos via streaming, abrigará salas que funcionarão em regime integral, com aulas e ensaios durante três turnos, de segunda a sexta, e ainda aos sábados pela manhã.

 

Enquanto as novas instalações ainda estão em reforma, a Orquestra Juvenil do Neojiba segue em turnê internacional pela Europa. Nesta quinta-feira (13) o grupo se apresenta em Merano, na Itália. O repertório da turnê tem regência de Ricardo Castro e conta com peças de compositores como Robert Schumann, Anton Dvorák, Richard Wagner, Franz Liszt e uma versão da música Aquarela do Brasil, de Ary Barroso.

Histórico de Conteúdo