MEC informa que nunca usou livro de educação sexual citado por Bolsonaro em sabatina
Foto: Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) informou, por meio de nota oficial, que não adquiriu ou distribuiu o livro de educação sexual citado por Jair Bolsonaro como “kit gay”, na sabatina do Jornal Nacional e em vídeos nas redes sociais. "O vídeo que apresenta as obras como sendo do MEC, em nenhum momento, comprova a vinculação do Ministério aos materiais citados, justamente porque essa vinculação não existe", diz o governo, afirmando que a obra, "Aparelho Sexual e Cia", tampouco consta nos programas de distribuição de materiais didáticos realizadas pelo Ministério da Educação.


O livro em questão foi publicado em 2007 pelo selo jovem da Companhia das Letras. Escrita por Zep, pseudônimo do autor suíço Phillipe Chappuis, a obra foi traduzida para mais de 10 idiomas, com 1,5 milhão de exemplares vendidos no mundo.

Histórico de Conteúdo