Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 28 de Outubro de 2017 - 10:40

Após suspensão, peça que traz Jesus como mulher trans foi exibida em outro teatro

por Ana Cely Lopes / Júnior Moreira

Após suspensão, peça que traz Jesus como mulher trans foi exibida em outro teatro
Foto: Divulgação/ Ligia Jardim

Proibida pela Justiça de ser exibida no espaço Cultural da Barriquinha nesta sexta-feira (27), a peça “O Evangelho Segundo Jesus, a Rainha do Céu” foi exibida no Teatro do Goethe Institut Brasilien (ICBA). A peça, que traz uma mulher transexual no papel de Jesus faz parte do Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia (Fiac) e teve a primeira sessão no dia 26. O pedido de suspensão foi feito por Alexandre Santa Rosa Oliveira, que argumentou que a peça é “atentatória à dignidade à fé cristã/católica e [a] todos aqueles que acreditaram e respeitaram Jesus como filho do Deus criador do universo” (leia mais). O juiz foi favorável e afirmou na sentença que não se pode “eliminar os símbolos/crenças religiosos mais tradicionais do povo, com narrativas debochadas e fantasiosas, como que lhe arrancando as raízes”. O Fiac em nota afirmou que essa foi uma tentativa de censura e que a decisão chegou às 17h, impossibilitando qualquer tentativa de reverter judicialmente a decisão do juiz de primeira instância. "A ocorrência constitui-se uma censura explicita à liberdade de expressão, que tenta impedir a reflexão sobre temas importantes para toda a sociedade. É também uma afronta ao direto dos artistas de ocuparem espaços de visibilidade em nossa cidade, exercendo a liberdade de criar e se expressar a partir de narrativas múltiplas", declarou.



Histórico de Conteúdo