Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Daniela Mercury aumenta lista de mulheres que recusam Secretaria de Cultura de Temer
Foto: Divulgação
A cantora baiana Daniela Mercury foi mais uma “representante do mundo feminino” a recusar o convite do presidente interino Michel Temer para ocupar a titularidade da Secretaria Nacional de Cultura, órgão subordinado ao Ministério da Educação, que substitui o extinto Ministério da Cultura. A informação foi relatada pela repórter fotográfica Marlene Bergamo à sua irmã, a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. A responsável por transmitir o convite e Temer à artista e a outras mulheres tem sido a senadora Marta Suplicy (PMDB­SP), que recebeu “nãos” também de nomes como Marília Gabriela, a atriz Bruna Lombardi, a antropóloga Cláudia Leitão, além da consultora de projetos culturais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Eliane Costa (clique aqui).


Histórico de Conteúdo