Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 30 de Novembro de 2021 - 09:10

Carreiras UniFTC: Empreendedorismo, conhecimento em gestão e criatividade

por Jucy Nascimento

Carreiras UniFTC: Empreendedorismo, conhecimento em gestão e criatividade
Foto: Arquivo Pessoal

Empreender é, sem dúvidas, uma missão bastante desafiadora. Ainda assim, o anseio por ter o seu próprio negócio parece fazer parte do código genético de muitos brasileiros. Uma prova disso é que somente no primeiro semestre deste ano, conforme dados do Sebrae, surgiram mais de dois milhões de pequenos negócios no país. Muitos destes empreenderam por visualizar um nicho a ser explorado, planejando e estudando o mercado, enquanto outros abriram empreendimentos pela necessidade de obter ou aumentar a sua renda. Dessa forma, é possível inferir que dois fatores são essenciais para a sobrevivência de um negócio: possuir conhecimento em gestão e um mindset criativo e inovador.

 

Mas, o que é ser empreendedor? Embora este seja um tema bastante estudado e discutido, definir o que é ser empreendedor ainda é muito complexo, visto que existem várias correntes de pensamentos que abordam o tema sob perspectivas diferentes. Para a corrente economista, empreendedor é aquele que desfaz a ordem econômica através da inovação de produtos e serviços, gerando desenvolvimento e riquezas. Já para os comportamentalistas, o foco está nos traços de comportamento e características individuais. Considerando os pontos em comum sobre o tema, vamos definir o empreendedor como sendo aquele que fomenta e aprecia as novas oportunidades, que se arrisca pelas suas ideias e se dedica aos seus propósitos. 

 

E o que diferencia um empreendedor bem-sucedido dos demais?

 

Ser um empreendedor de sucesso é muito mais que abrir um empreendimento. Aliado ao conhecimento em gestão e planejamento, imprescindíveis para a sustentabilidade do negócio, é preciso ser capaz de ver além, de reinventar, de transformar, de ser criativo. Assim, consoante Young (1985), ter criatividade é imaginar, criar algo novo e valioso, convertendo o que existe em algo melhor, a fim de que o empreendedor sobreviva aos desafios de um mercado competitivo, confirmando que ser criativo é, sem dúvidas, um importante diferencial.

 

Destarte, é possível afirmar que vivemos um tempo em que os consumidores estão cada vez mais exigentes e desejosos por novidades, sem perder de vista a qualidade. Assim, pensar empreendedorismo sem criatividade pode significar um risco para a tão necessária inovação. Do mesmo modo, ter uma excelente ideia de negócio sem conhecimento em gestão pode transformar o sonho em pesadelo. Por isso, ao pensar em abrir um negócio, seja motivado pela oportunidade, seja por necessidade, é importante que o empreendedor não perca de vista a importância de investir no conhecimento em gestão, mas acredite que a criatividade é uma característica fundamental para garantir um negócio de sucesso. 

 

*Jucy Nascimento é especialista em Economia Financeira e Análise de Investimentos e coordenadora do Eixo Profissional dos Cursos de Gestão da Rede UniFTC e Unesulbahia.

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias
 

Histórico de Conteúdo