Terça, 07 de Maio de 2019 - 10:30

Carreiras FTC: Enfermagem Moderna: avanços e desafios

por Jimi Hendrex Medeiros de Sousa

Carreiras FTC: Enfermagem Moderna: avanços e desafios
Foto: Divulgação

A Enfermagem é uma profissão complexa, multifacetada e tem como objeto de trabalho o cuidado integral para o desenvolvimento humano. O cuidado é complexo porque permeia todo o processo saúde-doença, ou seja, os enfermeiros cuidam para promover saúde, prevenir doenças e reabilitar. É uma profissão multifacetada, pois atua em diferentes perspectivas na área da saúde, no campo assistencial, gestão, ensino e pesquisa.

 

O profissional de Enfermagem tem forte atuação em toda a Rede de Atenção à Saúde – RAS, pois desenvolve o seu trabalho de forma articulada à equipe multiprofissional em serviços de baixa densidade tecnológica - como, por exemplo, a atenção básica - e também em serviço de média e alta densidade tecnológica, tais como: Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, Unidades de Pronto Atendimento – UPA, Centro de Parto Normal – CPN, Maternidades, Centro de Atendimento Psicossocial –CAPS, Hospitais gerais e especializados, Clínicas, Laboratórios, dentre outros.

 

Na atenção básica, o enfermeiro assume o protagonismo e vem reafirmando a sua importância no controle de indicadores de morbimortalidade, com atuação de grande impacto na resolução de problemas de saúde, no desenvolvimento e implementação de práticas voltadas para os principais programas de saúde pública.

 

O trabalho do enfermeiro na atenção básica perpassa quatro dimensões: consulta de enfermagem, visita domiciliar, educação em saúde e gestão em saúde. Sendo a consulta de enfermagem uma atividade privativa do enfermeiro, durante a qual o profissional pode levantar problemas, prescrever cuidados e medicamentos, além de solicitar exames de rotina, desde que todas as ações previstas em protocolos do Ministério da Saúde. Essa atuação tem sido importante para consolidar uma nova forma de organização do modelo de atenção à saúde, com população adscrita e áreas territorializadas.

 

Novas áreas despontam para a Enfermagem brasileira: enfermagem desportiva, enfermagem aeroespacial, enfermagem estética e empreendedora, pois cada vez mais cresce o número de enfermeiros implantando serviços de home care, clínicas integradas, consultórios de Enfermagem e institutos na área de educação. A acupuntura e ozonioterapia já são realidades para o exercício profissional, com uma boa perspectiva de ampliação no campo do cuidado.

 

Os desafios ainda são muitos para a profissão. As lutas pela aprovação do piso salarial e redução da carga horária semanal de trabalho para 30 horas ainda são pautas que tem pouca penetração, e isso se deve a baixa representatividade da área no campo político. Portanto, a Enfermagem é necessária para organização social no campo da saúde, necessitando de maior valorização da sua práxis e investimentos políticos que atendem as suas reais necessidades.

 

* Jimi Hendrex Medeiros de Sousa é Mestre em Enfermagem e Coordenador do curso de Graduação em Enfermagem e Pós-Graduação em Saúde e Enfermagem Obstétrica da FTC

 

 *Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo