Portugal registra redução de 10% no número de abortos após legalização
Foto: Getty Images

Dez anos após a legalização do aborto em Portugal, o número de mulheres que morreram devido ao procedimento caiu e permanece zerado desde 2012. A informação foi divulgada pela Direção Geral de Saúde (DGS) do país. O balanço apontou ainda que, em 2015, o número de abortos foi 10% menor do que o registrado em 2008, primeiro ano de vigência da lei. Os casos cresceram de 18.607 em 2008 para 19.921 em 2012, período em que Portugal sofreu as maiores consequências da crise financeira. Desde então, os números caíram anualmente e totalizaram 15.873 casos em 2015. A DGS informou que 70,8% das interrupções de gravidez são realizadas com o uso de medicamentos, enquanto 29,2% das mulheres passam por procedimento cirúrgico.

Histórico de Conteúdo