Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 17:00

Los Angeles, Paris e Budapeste superam fase e seguem candidatas aos Jogos de 2024

por Estadão Conteúdo

Los Angeles, Paris e Budapeste superam fase e seguem candidatas aos Jogos de 2024
Foto: Divulgação
O Comitê Olímpico Internacional (COI) divulgou nota oficial nesta quinta-feira para informar que Los Angeles, nos Estados Unidos, Paris, na França, e Budapeste, na Hungria, cumpriram todos os requisitos exigidos e avançaram ao terceiro estágio em seus processos de candidatura para receber a Olimpíada de 2024.

A entidade ressaltou que a sua Comissão de Avaliação não encontrou "nenhuma questão significativa que pudesse atrapalhar as candidaturas" e que, com isso, todas superaram a segunda fase deste processo. Já para o próximo estágio da luta para sediar os Jogos de 2024, as três cidades terão de entregar até o dia 3 de fevereiro de 2017 os documentos referentes à "entrega dos Jogos, experiência e legado" que a competição trará após abrigar o grande evento do esporte olímpico.

O COI irá avaliar Los Angeles, Paris e Budapeste entre maio e abril neste terceiro estágio do processo das candidatura, no qual a sua Comissão de Avaliação irá visitar cada cidade, para em seguida produzir um relatório final que será enviado a todos os membros da máxima entidade olímpica.

O vencedor desta disputa para abrigar os Jogos Olímpicos de 2024 será conhecido em setembro de 2017, em Lima, no Peru. Anteriormente, em 2013, Tóquio ganhou a briga para sediar a Olimpíada de 2020 ao superar Istambul e Madri como outras finalistas.

Em agosto passado, o Rio de Janeiro foi palco da última edição dos Jogos. A capital espanhola também avançou ao estágio derradeiro da disputa para ter a Olimpíada, mas acabou sendo superada ao lado de Tóquio e Chicago como outras candidatas que também alcançaram a última fase deste processo realizado pelo COI.

Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 16:00

Antigo desejo do Jacuipense, Willian Radames assina com o clube para o Baianão

por Glauber Guerra

 Antigo desejo do Jacuipense, Willian Radames assina com o clube para o Baianão
Foto: Nacim Elias Romanelli/Rio Branco
A diretoria do Jacuipense anunciou nesta quinta-feira (8) a contratação do meio-campista Willian Radames, de 25 anos, até o termino do Campeonato Baiano 2017. O atleta é um desejo antigo do Leão do Sisal. De acordo com Felipe Sales, presidente do clube.
 
“Já tem uns três anos que tento contratá-lo e agora finalmente consegui. É um meia-atacante de muita velocidade e que costuma fazer gols. É uma de nossas grandes apostas”, disse Sales, em entrevista ao Bahia Notícias.
 
Willian Radames estava no Rio Branco-AC, clube em que disputou a Série D deste ano. Ele ainda acumula passagens pelo Potiguar-RN, Mirassol, Remo e Juventus-AC.

O Jacuipense estreia no Campeonato Baiano contra o Atlântico, no dia 29 de janeiro, domingo, no Barradão.
Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 15:00

Caíque vibra com convocação para o Sul-Americano Sub-20: 'Realizando um sonho'

por Glauber Guerra

Caíque vibra com convocação para o Sul-Americano Sub-20: 'Realizando um sonho'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O goleiro Caíque, do Vitória, foi convocado para a Seleção Brasileira que vai o Sul-Americano Sub-20, no Equador, em janeiro do ano que vem. O arqueiro não escondeu a felicidade por ter sido lembrado pelo técnico Rogério Micale.
 
“Estava no treino ontem e quando acabou peguei meu celular e vi um monte de mensagens e notícias da minha convocação. Fiquei muito feliz, pois estou realizando um sonho de poder disputar o Sul-Americano”, disse Caíque, em entrevista ao Bahia Notícias.
 
Caíque ainda revelou que ficou preocupado em ficar de fora do Sul-Americano, após ter sido impedido de viajar no mês passado para um amistoso no México por ter esquecido o passaporte.
 
“Teve o lance do passaporte. E achei que poderia não voltar. Mas Deus sabe o que faz. Estou muito feliz em representar o meu país, o meu estado e o Esporte Clube Vitória. Quero agradecer aos meus companheiros de clube, a diretoria e aos meus treinadores. Que eu possa chegar lá no Sul-Americano e dar o meu melhor”, finalizou.
Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 14:00

Rogério Ceni diz querer ser cobrado como treinador: 'sou movido por desafios'

por Estadão Conteúdo

Rogério Ceni diz querer ser cobrado como treinador: 'sou movido por desafios'
Foto: Reprodução/ TV Globo
Rogério Ceni gostaria de continuar estudando para ser treinador, mas, após receber o convite do São Paulo, não deve dúvidas de que era o momento e resolveu chamar a responsabilidade. "Meu coração me diz que se o São Paulo me chama para uma oportunidade como essa, jamais eu poderia recusar. Mas meu trabalho não será só no campo, será também a gestão de pessoas fora dele", afirmou o ex-goleiro, ao ser apresentado oficialmente pelo clube nesta quinta-feira.

"O que me moveu para tentar bater faltas sendo goleiro e o que me move são os grandes desafios. Tinha a carreira completa aqui, da base até ser capitão. Agora venho como técnico. Na vida, só erra quem decide. Não quero ser julgado como atleta, mas como treinador a partir de agora A graça da vida está nos grandes desafios. Tem coisas que você faz pelo dinheiro. Eu vim aqui em busca da glória", avisou.

O ex-goleiro chega amparado pelo apoio do torcedor e, mesmo sem ter experiência como treinador, precisará mostrar para o grupo que tem condições de comandá-lo às vitórias. Por isso, pretende usar a comissão técnica permanente do São Paulo, com talvez algumas mudanças, e aproveitar a tecnologia à disposição.

Um ponto importante que o novo comandante terá de lidar é em relação à equipe para 2017. Ele quer se concentrar em um time forte e eficiente, com os 11 titulares e alguns reservas de muita qualidade, e o restante do elenco pretende inserir os garotos das categorias de base. Ou seja, ele não vê sentido em pagar altos salários para atletas que vão jogar pouco.

"Existe um investimento que é feito em Cotia, que é muito alto, e não podemos gastar mais de R$ 20 milhões por ano sem aproveitar os atletas. Observei do sub-15 ao sub-20. Vejo profissionais altamente qualificados, profissionais que dão sustentação bacana para os meninos. Pelo que vi em Cotia, é possível o aproveitamento de mais jogadores. Gradativamente vamos usar", afirmou, lembrando que não pretende trabalhar com um grupo muito grande.

Marinho celebra artilharia da Copa do Brasil: 'Muito feliz com o momento que vivo'
Foto: Roque Mendes / Vitória
Artilheiro da Copa do Brasil 2016 com seis gols marcados, o atacante Marinho, do Vitória, celebrou a conquista do prêmio. Ele anotou seis gols no certame.

“Dedico essa artilharia a minha família, que é a maior motivação que tenho, e aos meus companheiros. Eles foram fundamentais para que eu pudesse conquistar esse prêmio. Agradeço também à confiança do clube e do torcedor. Estou muito feliz com o momento que vivo na carreira. Tenho me dedicado a cada dia para melhorar mais e continuar ajudando o Vitória dentro e fora de campo”, disse.

Nesta temporada, Marinho vestiu a camisa do Vitória em 42 oportunidades e balançou as redes 20 vezes.

O próximo compromisso de Marinho é contra o Palmeiras, domingo (11), às 16h (horário da Bahia), no Barradão, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

Com 45 pontos, o time comandado pelo técnico Argel Fucks ocupa a 15ª posição na competição. Para escapar da degola, o Leão precisa apenas de um empate.
Zagueiro do Vitória prevê partida complicada contra o Palmeiras
Foto: Jefferson Peixoto/Ag. Haack / Bahia Notícias
Os principais jogadores do Palmeiras recebem férias, já que conquistaram o título do Campeonato Brasileiro de forma antecipada. Apesar disso, o zagueiro Ramon, do Vitória, espera um duelo complicado. As duas equipes se enfrentam neste domingo (11), às 16h (horário da Bahia), no Barradão, em confronto válido pela última rodada do certame.
 
“ A gente estava até conversando sobre isso essa semana. Se seria mais fácil se eles viessem com o time principal ou não. Porque os que não estão atuando vão vir para jogar, dar ao máximo, mostrar que tem capacidade de continuar lá. A gente sabe que o elenco do Palmeiras é de extrema qualidade. Pode ter certeza que vai ser um jogo difícil”, disse Ramon.
 
Ramon ainda prega uma postura ofensiva de sua equipe na partida de domingo.
 
“A gente tem que botar a nossa postura, ir para a cima. A gente precisa de, no mínimo, um ponto. Temos que jogar para vencer, como estamos jogando todos os jogos. É a nossa postura que a gente vem fazendo o ano inteiro”, finalizou.
 
Com 45 pontos, o Vitória ocupa a 15ª posição no Campeonato Brasileiro. Para escapar da degola sem depender de ninguém, o time Rubro-negro precisa de apenas um empate diante do Palmeiras.
Criciúma anuncia contratação do técnico Deivid para a temporada 2017
Foto: Eduardo Valente/Light Press
O Criciúma já tem um novo treinador para a temporada 2017. Trata-se do ex-atacante Deivid, de 37 anos. Ele assinou contrato com o clube catarinense até o fim da Série B do ano que vem.
 
“Estou muito feliz. É um prazer dirigir o clube. O pensamento é de ganhar. Com a estrutura que temos é preciso pensar grande”, comemorou Deivid.
 
Como jogador, Deivid acumula passagens por diversos clubes como Santos, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Bordeaux (FRA), Sporting (POR), Fenerbahçe (TUR). 
 
Sua única experiência como treinador foi no Cruzeiro no início do ano.
Após título da Copa do Brasil, Renato Gaúcho pede estátua na Arena do Grêmio
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio
Ídolo da torcida do Grêmio, o técnico Renato Gaúcho pediu uma estátua após a conquista do título da Copa do Brasil, na noite da última quarta-feira (3), dentro de casa, ao empatar em 1 a 1 com o Atlético-MG.
 
“Não queria falar, mas o doutor Preis está aqui... Não estou vendo o presidente... Está muito eufórico. Sabe-se lá onde está. Doutor Preis, o presidente está chegando, vou fazer um pedido. Tinha falado para os jogadores. Não é muita coisa. Atrás do gol, eu já escolhi o local. Em frente aos nossos loucos, no bom sentido, ali na geral. Pode preparar a minha estátua, tá? Pode colocar ali. O tamanho, vocês escolhem lá”, disse o treinador.
 
Renato Gaúcho é considerado o maior o jogador da história do Grêmio. Ele foi o protagonista nas conquistas da Libertadores e Mundial, em 1983.
Caso Victor Ramos: jornal revela e-mails em que a CBF orienta o Vitória
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Mais um capítulo da novela envolvendo o zagueiro Victor Ramos foi ao “ar” nesta quinta-feira (8). O jornal o Estado de São Paulo revelou e-mails trocados entre  Reynaldo Buzzoni, e o chefe de Registros e Contratos do Vitória, Edson Vilas Boas, em que o dirigente da CBF oriente o Rubro-negro a proceder com os trâmites necessários para a transferência do defensor. O Internacional entende que o atleta atuou de forma irregular e por entrou com uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Caso a corte aceite a tese, o Leão seria punido com perda de pontos e seria rebaixada para a Série B, salvando assim o time gaúcho. Victor jogou no Alviverde na temporada passada, cedido por empréstimo pelo Monterrey. Após o término de seu vínculo com o clube paulista, ele assinou com o Rubro-negro baiano. Porém, o procedimento tradicional seria o retorno do ITC (Certificado Internacional de Transferência, na sigla em inglês) para o México para depois gerar um novo empréstimo para um clube brasileiro.  No entanto, como a janela de transferências do país da América Central já havia fechada, o zagueiro foi registrado pelo Leão sem antes passar pelo detentor dos seus direitos econômicos. Isso fez com que a transação fosse considerada nacional e não internacional. Na época, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) questionou a CBF sobre a situação do atleta e recebeu o aval para registrá-lo. “Primeiro, o Palmeiras e o clube mexicano deve (sic) dar uma conclusão ao TMS #106697, sobre o empréstimo do atleta ao Palmeiras. Após isso, será necessário o retorno do empréstimo para o México e um novo pedido de empréstimo para o Vitória. Mesmo para outro clube do país, é necessário o retorno do ITC para o México para depois gerar um novo empréstimo para o clube brasileiro”, escreveu Buzzoni a Vilas Boas. Em outra mensagem, o dirigente da CBF alerta para o período de transferências. O funcionário do Vitória responde que a janela “já está fechada”.
Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 10:00

Barcelona convida Chapecoense para a disputa do Troféu Joan Gamper

por Estadão Conteúdo

Barcelona convida Chapecoense para a disputa do Troféu Joan Gamper
Foto: Divulgação
Buscando ajudar a Chapecoense após a tragédia que resultou na morte de 71 pessoas no último dia 29 de novembro, na Colômbia, entre jogadores do time catarinense, integrantes da comissão técnica, jornalistas e dirigentes, o Barcelona anunciou oficialmente nesta quinta-feira que convidou a equipe brasileira para a disputa do Troféu Joan Gamper da próxima temporada. O torneio é de caráter amistoso e conta com apenas uma partida, normalmente realizada em agosto, no Camp Nou."O Barcelona quer prestar homenagem às 71 pessoas que morreram no acidente e às suas famílias. Por isso, vai trabalhar para que o Troféu Joan Gamper de 2017 seja uma grande homenagem do mundo do futebol para todas essas pessoas, através de diferentes iniciativas em torno deste jogo e que serão reveladas como a aproximação da data", informou o clube por meio da nota oficial publicada nesta quinta-feira."Com o convite da Chapecoense para o Troféu Joan Gamper de 2017, o Barcelona quer colaborar na reconstrução institucional e desportiva do clube e ajudá-lo a recuperar o nível competitivo que possuía", completou o comunicado.O Barcelona fez o convite à Chapecoense dois depois de o time espanhol ter goleado o Borusia Mönchengladbach por 4 a 0, no Camp Nou, pela rodada final do Grupo C da Liga dos Campeões. Assim, a equipe garantiu o topo da chave, com 15 pontos, e agora aguarda a definição do seu adversário nas oitavas de final, que será determinado por meio de sorteio.

 Victor Ramos permanece registrado como atleta do Palmeiras na Fifa, diz site
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
A novela envolvendo o zagueiro Victor Ramos está perto de se tornar um seriado. Com enredo típico de dramalhão mexicano, a situação do defensor segue sem um desfecho. De acordo com o ESPN.com.br., VR3 está registrado no sistema da Fifa como atleta do Palmeiras e não do Vitória. O Internacional, que briga contra o rebaixamento, entrou com uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva na qual alega que o jogador atuou irregularmente no Campeonato Brasileiro. Victor jogou no Alviverde na temporada passada, cedido por empréstimo pelo Monterrey. Após o término de seu empréstimo com o clube paulista, ele assinou com o Rubro-negro baiano. Porém, o procedimento tradicional seria o retorno do ITC (Certificado Internacional de Transferência, na sigla em inglês) para o México para depois gerar um novo empréstimo para um clube brasileiro.  No entanto, como a janela de transferências do país da América Central já havia sido fechada, o zagueiro foi registrado pelo Leão sem antes passar pelo detentor dos seus direitos econômicos. Isso fez com que a transação fosse considerada nacional e não internacional. Na época, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) questionou a CBF sobre a situação do atleta e recebeu o aval para registrá-lo.
Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 09:00

Elano diz que encerra a carreira com 'coração em paz'

por Estadão Conteúdo

Elano diz que encerra a carreira com 'coração em paz'
Foto: Ricardo Saibun/ Santos F.C.
O meia Elano oficializou sua aposentadoria nesta quarta-feira com o próximo passo de sua carreira já definido. Ele será auxiliar técnico do Santos a partir de janeiro de 2017. O meia será relacionado para a despedida contra o América-MG neste domingo, na Vila Belmiro, e deverá atuar por alguns minutos no segundo tempo.

Na parte final da entrevista coletiva na qual oficializou a saída, no CT Rei Pelé, vários jogadores do Santos invadiram a sala de imprensa e jogaram água no veterano de 35 anos. O técnico Dorival Júnior e outros membros da comissão técnica entregaram a camisa preta da comissão técnica, com os dizeres "Bem-vindo Elano".

"Vivo com alegria meu encerramento de carreira. Encerro com meu coração em paz e um saldo positivo do que eu vivi como atleta. É momento de agradecimento e não de lamentar. Tristeza com o acidente trágico, mas feliz pelo que Deus me proporcionou ao longo de 20 anos de carreira. Quero evoluir e aprender dentro do que eu vivi como atleta e quero viver isso na comissão técnica, agora de preto (uniforme da comissão técnica)", disse Elano, visivelmente emocionado.

Elano afirmou que se sentia bem para continuar em campo, mas optou por iniciar a nova carreira rapidamente. Revelou que Dorival Junior, atual técnico do Santos, teve influência em sua decisão. A partir de janeiro, ele vai trabalhar ao lado dos auxiliares Lucas Silvestre e Serginho Chulapa. Ser treinador é um passo para o futuro.

"A gente perde um líder, um cordão de dentro de campo, que exercia a profissão, mas ganhamos um líder que vai nos auxiliar fora. Ele vai estar ali com a gente. Isso me tranquiliza", afirmou o atacante Ricardo Oliveira.

Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 08:30

Copa do Brasil: Marinho termina como artilheiro do torneio

por Glauber Guerra

Copa do Brasil: Marinho termina como artilheiro do torneio
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O atacante Marinho, do Vitória, terminou como artilheiro da Copa do Brasil 2016.  O camisa 7 do Vitória marcou seis gols no torneio nacional, dois a mais que Lucas Prato, do Atlético-MG, que balançou as redes em quatro vezes. O título da competição ficou com o Grêmio, que empatou com o Galo em 1 a 1, na noite desta quarta-feira (8), em Porto Alegre (RS). O Leão acabou eliminado do certame pelo Cruzeiro, na terceira fase. O Grêmio conquistou o título da competição ao empatar em 1 a 1 com o Galo, na última quarta-feira (7), em Porto Alegre (RS). O próximo compromisso de Marinho é diante do Palmeiras, domingo (11), às 16h (horário da Bahia), no Barradão, válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Com 45 pontos, o time Rubro-negro ocupa a 15ª posição. Para escapar da degola sem depender de ninguém, a equipe comandada pelo técnico Argel Fucks precisa de apenas um empate diante do Verdão.
Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 07:30

Raimundo Viana confirma candidatura à reeleição no Vitória

por Glauber Guerra

Raimundo Viana confirma candidatura à reeleição no Vitória
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O que já era esperado há algum tempo foi oficializado na noite desta quarta-feira (7). A chapa “Vitória Cada Vez Mais Forte” confirmou a candidatura de Raimundo Viana à reeleição no Rubro-negro baiano. A coligação é encabeçada por Pedro Godinho, postulante à presidência do conselho deliberativo. Viana foi eleito em 31 de março de 2015, após a renúncia de Carlos Falcão. Além do “Cada Vez Mais Forte”, mais três chapas concorrem ao pleito: “Vitória de Todos Nós, encabeçada por Ricardo David; “Vitória do Torcedor”, conduzida por Ivã de Almeida; “Vitória Gigante”, liderada por Paulo Carneiro. O sistema eleitoral no Vitória é indireto. O eleitor vota na chapa composta por 270 conselheiros. E os membros eleitos definem quem irá comandar o clube nos próximos três anos. A disputa irá acontecer no próximo dia 15 de dezembro.
Quinta, 08 de Dezembro de 2016 - 00:00

Presidenciáveis do Vitória não se destacam em debate morno e pleito segue em aberto

por Luiz Fernando Teixeira

Presidenciáveis do Vitória não se destacam em debate morno e pleito segue em aberto
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias
A eleição indireta para a presidência do Vitória, que acontece na próxima quinta-feira (15), contará com candidatos que não destoam muito entre si. O debate realizado pelo Bahia Notícias, em parceria com a Rádio Sociedade e o BAR FC, nesta quarta (7), trouxe à tona a linearidade entre as opções que os sócios do Rubro-negro terão. Ivã de Almeida (Vitória do Torcedor), Paulo Carneiro (Vitória Gigante) e Ricardo David (Vitória de Todos Nós) compareceram ao salão de eventos do America’s Tower e usaram o espaço para, basicamente, atacar a atual gestão do clube. O candidato da chapa “Vitória cada vez maior”, que provavelmente será o presidente Raimundo Viana, não esteve presente. Isso porque os grupos não precisam definir o presidente, já que apenas após a eleição da chapa o presidente será indicado, o que dá espaço para que um nome não precise ser apontado com antecedência (clique aqui). O debate, em si, foi morno, com os presentes fazendo elogios entre si enquanto as acusações recaíam sobre as chapas que eles defendiam. Essa foi a tônica dos três primeiros blocos do debate, em que eles versaram sobre democracia e planos para o futuro, repetindo propostas e ideias (clique aqui e aqui). O clima só esquentou quando eles discordaram sobre quem já havia feito mais pelo Vitória, como na discussão que houve para saber quem havia revelado mais jogadores, no intervalo entre o terceiro e o quarto blocos (clique aqui). Apenas no último bloco o tom foi elevado, com discussões e troca de farpas entre os presentes, dentro de um script já esperado (clique aqui). A eleição promete ser mais emocionante, já que haverá disputa entre chapas pela primeira vez em muitos pleitos, que recentemente contavam com uma candidatura única e com a continuidade de um mesmo projeto. Em 2016, as dissidências resolveram montar grupos para concorrer, pelo menos até o momento.
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 23:30

Copa do Brasil Sub-20: Mayron admite ansiedade para final em Pituaçu

por Matheus Caldas

Copa do Brasil Sub-20: Mayron admite ansiedade para final em Pituaçu
Foto: Divulgação / EC Bahia
A equipe sub-20 do Bahia vive um momento decisivo na temporada. Nesta quinta-feira (8), o Tricolor recebe o São Paulo, pela segunda partida da final da Copa do Brasil da categoria. O jogo será realizado às 20h15 (horário da Bahia), em Pituaçu.

Um dos pilares da equipe, o meia Mayron demonstrou ansiedade. O Esquadrão precisa reverter o placar de 3 a 1 para conseguir levar o título do torneio. “Mais do que preparado. Eu estou numa ansiedade tremenda e acredito que o grupo inteiro está assim. É o jogo mais importante da vida de qualquer um ali, certamente. Estamos entrando nesse jogo sabendo da importância dele. Vamos entrar pra deixar tudo lá dentro e dar nossas vidas. Com fé em Deus conseguiremos um resultado positivo pra levar esse título”, disse, em entrevista coletiva.

Perguntado sobre a ansiedade para marcar os gols, Mayron pediu cautela para chegar ao resultado. “A gente saber da importância de marcar um gol, mas também não podemos sair de qualquer jeito, porque o São Paulo é uma equipe muito perigosa. Mas vamos entrar como entramos em qualquer jogo, buscando gol a gol (...)  Nosso objetivo não é apenas fazer os dois gols, mas, se possível, tentar mais para não ir para os pênaltis”, ponderou.

Para conseguir levar o caneco nacional, o Bahia precisa vencer por três gols de diferença. Caso vença por dois gols, a decisão sairá nos pênaltis. O gol marcado fora de casa não vale nesse caso.
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 22:53

Grêmio empata com o Atlético-MG e se torna o maior campeão da Copa do Brasil

por Felipe Rosa Mendes | Estadão Conteúdo

Grêmio empata com o Atlético-MG e se torna o maior campeão da Copa do Brasil
Foto: Divulgação
Em noite histórica, marcada por lágrimas e homenagens à Chapecoense, o Grêmio confirmou o favoritismo conquistado no jogo de ida e faturou o título da Copa do Brasil, nesta quarta-feira. Diante do público recorde da Arena Grêmio, com 55.337 torcedores, o time gaúcho empatou por 1 a 1 com o Atlético Mineiro e sustentou a vantagem obtida na primeira partida da final, com a vitória por 3 a 1, no Mineirão, em Belo Horizonte. Com o resultado, o time comandado por Renato Gaúcho se tornou o maior campeão da história da Copa do Brasil. O troféu marca o fim de um longo e desagradável jejum de 15 anos no Grêmio. Superado com frequência pelo rival Internacional no Estadual, o time tricolor também vinha penando nas competições nacionais. Agora, põe fim à "fila" com seu quinto título da Copa do Brasil, superando o Cruzeiro, que tem quatro. O time gaúcho também venceu em 1989, 1994, 1997 e 2001. A final desta quarta foi marcada pelas homenagens à Chapecoense. Os dois times entraram em campo com o escudo do time catarinense no uniforme, assim como o árbitro e os auxiliares, que até vestiram verde. A bola do jogo também teve o escudo em memória dos jogadores e integrantes do clube que foram vítimas do acidente aéreo da semana passada, que causou a morte de 71 pessoas, perto de Medellín, na Colômbia. Na arquibancada, a torcida gremista abriu a camisa gigante que os torcedores da equipe de Santa Catarina levava aos jogos na Arena Condá. O momento mais emocionante da homenagem aconteceu no minuto de silêncio, com toque militar. Um videoclipe com imagens da Chapecoense foi exibido nos telões, sem som. 

Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 22:23

Ao final do debate, Paulo Carneiro decreta: 'Nós vamos ganhar a eleição'

por Ulisses Gama / Matheus Caldas

Ao final do debate, Paulo Carneiro decreta: 'Nós vamos ganhar a eleição'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Após o debate entre os candidatos à presidência do Vitória nesta quarta-feira (7), o representante da chapa “Vitória Gigante”, Paulo Carneiro, garantiu que vencerá o pleito na quinta-feira (15). “Nós vamos ganhar a eleição, sim. Na quinta-feira vamos ganhar a eleição e marcar um novo tempo, um novo momento na história desse clube”, previu, em entrevista ao Bahia Notícias. Ao fim das discussões, Carneiro disse ter sido perseguido durante o confronto com os adversários. “O foco foi em cima de mim hoje, né? Eles estão vendo que estão perdendo a eleição. Isso é natural em todo o processo político. Só tinha perguntas do passado, que não interessam mais. O Vitória tem que pensar no futuro, na frente. Eu não discuto aqui as pessoas. Discuto o preparo para fazer o Vitória muito maior do que ele já é. Estou preparado para dar um outro grande salto. Os meus adversários, por momentos diversos, não estão preparados. Nesse momento, o Vitória passaria por um grande risco sendo entregue a pessoas sem nenhuma experiência. Mas confio na capacidade dos sócios de enxergarem o que é melhor para o Vitória”, finalizou.
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 22:17

Ricardo David avalia positivamente sua participação e faz críticas aos concorrentes

por Edimário Duplat / Glauber Guerra

Ricardo David avalia positivamente sua participação e faz críticas aos concorrentes
Foto: Max Haack/Ag. Haack/Bahia Notícias
Após o final do debate de presidenciáveis do Esporte Clube Vitória, organizado pela Rádio Sociedade, Bahia Notícias e Bar FC, o candidato Ricardo David fez uma análise positiva de sua participação no encontro e fez duras críticas aos outros concorrentes a gestão no Leão da Barra. “Mais uma vez a gente sente a falta dos quatro candidatos debatendo, mas foi mais um momento em que mostramos nossas ideias, o que pensamos e o que faremos. Obbiamente percebemos um candidato despreparado e um que usa de métodos de sempre, truculentos, que não é o que o Vitória precisa nesse momento. Precisamos de uma nova metodologia e tenho absoluta certeza que represento essa renovação”, afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. 
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 22:07

Ivã após encerramento do debate: 'Estou preparado para administrar o Vitória'

por Glauber Guerra / Matheus Caldas

Ivã após encerramento do debate: 'Estou preparado para administrar o Vitória'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Representante da chapa “Vitória do Torcedor”, o candidato á presidência do Vitória, Ivã de Almeida, avaliou sua participação no debate pelo Bahia Notícias nesta quarta-feira (7), em parceria com a Rádio Sociedade e o Bar FC. “Eu estou convencido de que estou preparado para administrar o Vitória. Esse debate serviu para, além das propostas, mostrar o sentimento democrático das pessoas que estão participando. A nossa chapa está trazendo uma renovação. Não existe democracia por parte dos integrantes das outras chapas (...) O Vitória precisa passar por novos ciclos e ter novas pessoas”, comentou, em entrevista ao Bahia Notícias. “O Sinval Vieira estará comigo nessa administração. Vou dizer a você, torcedor: nós estamos preparados para cuidar do Vitória, abrir e fazer o Vitória ser do torcedor para o torcedor”, emendou.
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 21:59

Discussões e troca de farpas marcam último bloco do debate

por Matheus Caldas

Discussões e troca de farpas marcam último bloco do debate
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
No quarto bloco do debate, os candidatos se enfrentaram nas discussões. Ricardo Davi abriu perguntando a Paulo Carneiro. Na indagação, Davi criticou a antiga relação do ex-presidente com a imprensa, e perguntou sobre o programa de coaching. “O programa começa com uma pesquisa profunda nas raízes do futebol. Tudo isso vai ser monitorado. O programa terá atividades no turno e no contraturno. Envolve parte técnica e física. Isso irá transformar o atleta do Vitória, de todas as categorias. (...) iremos educar o atleta à pratica de futebol, não ensinar”,  resumiu. Na réplica, Davi falou sobre o acompanhamento psicológico e acusou Carneiro de ser uma pessoa ‘inabilitada’ para fazer esse acompanhamento. Na tréplica, Carneiro citou o exemplo do Atlético-PR, sexto colocado no Campeonato Brasileiro, time pelo qual o ex-mandatário rubro-negro passou no primeiro semestre. Ele ainda taxou como ‘genéricas’ as críticas de Davi à relação de Carneiro com a imprensa. Na sequência, Ivã questionou a Davi sobre o apoiou às eleições diretas. Em resposta, o candidato da “Vitória de Todos Nós” disse que Ivã tem apoio de movimentos sindicais. Em resposta, Ivã falou sobre as eleições diretas. “Nunca vi você fazer uma intervenção no Conselho Deliberativo do Vitória. Como você sabe de tudo isso se não participa do dia a dia do clube? Se te vi lá, foi apenas uma vez”, rebateu. “Ivã, as participações no Conselho são registradas. Você vai ver que eu sempre estive lá. Agora, falar em democracia quando você se coloca como representante de partidos políticos. Você me coloca como laranja. Mas você se parece mais com isso. Representa objetivos de terceiros. Isso não é democrático”, atacou. Paulo, por sua vez, perguntou como Ivã irá proteger os mecanismos de solidariedade do clube, citando o exemplo de David Luiz, que retornou ao Chelsea advindo do PSG, e rendeu dinheiro ao Vitória. “Nós teremos uma fundação, que não faça só o papel social, que irá acompanhar os atletas. Iremos propor essa fundação ao Conselho Deliberativo, que irá encaminhar a AGE para a criação dessa fundação”, disse. Na réplica, Carneiro disse não ter entendido a resposta do concorrente, e o explicou o que era o mecanismo de solidariedade. Na tréplica, Ivã alfinetou, e disse que Paulo Carneiro estava fazendo um jogo. “Você cria essa coisa equivocada. Eu não tenho que explicar aqui o que tem escrito. Estou dizendo como irá funcionar o controle”, finalizou. Em outro momento, Ricardo Davi perguntou a Ivã de Almeida. O questionamento foi sobre as obrigações e vantagens que o clube tem como o PROFUT. “Eu acho que o PROFUT foi uma das leis mais importantes criadas pelo futebol brasileiro. Tende a nivelar os clubes. Você vai ter um equilíbrio com esses investimentos altos (...) os menores clubes, hoje, tem pouca receita e os maiores clubes fazem esses absurdos. É um instrumento que tem algumas deficiências, mas já é um grande avanço no futebol brasileiro”, declarou. Na réplica, Davi disse que Ivã costuma ‘delegar’ as perguntas, e voltou a dizer para que ele tome cuidado para não cuidar dos interesses de terceiros. “Cuidado pra não ser usado, senão você será penalizado”, aconselhou. “Muitos presidentes delegaram e não acompanharam. Isso tem que ser acompanhado de perto, a parte financeira. Antes não tinha nada controlando; era feito de qualquer jeito”, finalizou. Carneiro e Ivã voltaram a debater. Na pergunta, o candidato da “Vitória do Torcedor”, insinuou que Davi ficou marcado por uma ‘camisa do rebaixamento’  e, na pergunta para Paulo, ele perguntou o que a “Vitória Gigante” iria fazer com o marketing. “Eu preciso lhe dizer que eu ganhei o prêmio de homem de marketing do ano, em 1997. Você nem sabia o caminho da Toca naquele ano. Você precisa ter cuidado pois eu sou a história viva do clube, junto com outros (...) você tem que se lembrar que eu ganhei 95% de todos os títulos da história do clube. Que tipo de camisa você quer fazer com isso? (...) por enquanto, você é uma promessa duvidosa”, disse. Em resposta, Ivã disse que Paulo fugiu da resposta. “Se você diz que ganhou 95% dos títulos, como engenheiro, não sabe fazer conta”. Nesse momento teve início uma discussão entre os dois candidatos, com intervenção do mediador do debate. No retorno, Ivã disse que Carneiro estava ‘tripudiando’ com aqueles números, e disse que em 2006 o ex-presidente foi saiu por conta desses números. “Quando eu cheguei, o Vitória tinha nove títulos em 90 anos. Sabe fazer conta? (...) Se você quer transformar o debate numa brincadeira, a gente brinca. Em seguida, Carneiro perguntou sobre os direitos de transmissão do Campeonato Baiano. Em resposta, Davi disse que é preciso um acordo com o Bahia. “O campeonato, hoje, só é interessante para a FBF. (...) temos uma exposição gigantesca e nosso retorno é insignificante”, disse. “Nosso problema é o monopólio dos direitos de televisão. Enquanto não tiver um movimento de concorrência, isso não terá fim. Enquanto os clubes não tiverem um especialista de convergência de mídia, isso não irá acabar”, decretou. “Concordo com isso”, resumiu Davi, que endossou o coro de Carneiro. Nas considerações finais, os candidatos agradeceram o espaço e resumiram o que pretendem fazer à frente do Vitória.
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 21:39

Paulo Carneiro e Ivã de Almeida discutem no intervalo do debate à presidência do Vitória

por Edimário Duplat / Ulisses Gama

Paulo Carneiro e Ivã de Almeida discutem no intervalo do debate à presidência do Vitória
Foto: Max Haack/Ag. Haack/Bahia Notícias
O clima esquentou no intervalo do debate de presidenciáveis do Esporte Clube Vitória, organizado pela Rádio Sociedade, Bahia Notícias e Bar FC nesta quarta-feira (7). Logo após o terceiro bloco do encontro, o candidato Paulo Carneiro, da chapa Vitória Gigante, questionou uma afirmação feita pelo postulante Ivã de Almeida, do grupo Vitória do Torcedor. Segundo Carneiro, não foi Sinval Vieira que revelou jogadores pelo clube e sim Newton Mota, em sua gestão. Em resposta, Almeida reiterou que conhece atletas de ponta que foram lançados pelo membro de sua chapa, rebatendo o seu concorrente. Confira abaixo o momento de discussão entre os dois candidatos:
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 21:27

Candidatos usam o 3º bloco do debate para falar sobre projetos de futebol do Vitória

por Edimário Duplat

Candidatos usam o 3º bloco do debate para falar sobre projetos de futebol do Vitória
Foto: Max Haack/Ag. Haack/Bahia Notícias
O terceiro bloco do debate à presidência do Esporte Clube Vitória, organizado pela Rádio Sociedade, Bahia Notícias e Bar FC nesta quarta-feira (7), teve os jornalistas mais uma vez entrevistando os candidatos. Em sua primeira pergunta, o jornalista Glauber Guerra questionou Paulo Carneiro sobre a proposta de internacionalização da marca do Vitória. O candidato citou a participação de um torneio na Holanda, no qual o clube estreitou relações com o clube PSV e iniciou a estratégia de divulgação das divisões de base do clube pelo mundo. Para PC, o clube precisa voltar a disputar torneios internacionais, se aproximar das escolas sul-americanas e disputar torneios de base no continente. Citando a presença de contatos em outros países, o postulante enfatizou a presença de um “homem de mercado” para fazer o Vitória ter novamente uma marca conhecida no mundo. Nos comentários, Ricardo Davi explicou que a sua estratégia de internacionalização precisa cumprir tanto a demanda de exportação para outros clubes como de importação de jogadores estrangeiros para o Vitória. Além disso, também deve ser criado um departamento para dinamizar apoios e contatos. Na pergunta do radialista Wilton Matos para Ivã de Almeida, foi questionada a metodologia do time profissional e o seu modelo de trabalho. O candidato acredita que o clube precisa estruturar a sua filosofia de contratação de atletas e dinamizar uma gestão para implementar um modelo de futebol. O membro da chapa Vitória do Torcedor acusou a falta de estrutura do clube, principalmente no campo de equipamentos para os atletas e saúde dos mesmos. No seu comentário, Paulo Carneiro explicou que o modelo praticado no Brasil é direcionado ao treinador contratado. Entretanto, novos métodos estão sendo trazidos por novos profissionais, que estudam na Europa. E é nisso que o Vitória precisa centralizar para se tornar um novo clube. Segundo o candidato, já existe um treinador pré-contratado e um estilo de gestão para ser colocado no Leão da Barra, caso seja eleito. Na última pergunta, o jornalista Pedro Sento Sé questionou Ricardo Davi em relação a valorização da base para a equipe profissional. Em resposta, Davi afirmou que tem em mente a contratação de um executivo de futebol que dinamize as metas de valorização do indivíduo desde a base para o grupo principal. Além disso, os dirigentes do clube precisam acreditar nos métodos tecnológicos para melhorar a sua avaliação de desempenho em relação as contratações. Para o candidato, é preciso ter uma análise mais detalhada sobre todos os atletas que estejam no clube, além de um monitoramento do mercado para jogadores em ascensão no cenário nacional. No comentário, Ivã de Almeida confirmou que o clube precisa de um departamento de análise para atletas, além de uma qualificação dos profissionais do clube para o uso das tecnologias. Almeida citou a presença de Sinval Vieira na sua equipe, reiterando que o profissional seja um dos mais qualificados para o cargo. 
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 21:00

Segundo bloco: Candidatos falam sobre 'Sou Mais Vitória' e relação com organizadas

por Matheus Caldas

Segundo bloco: Candidatos falam sobre 'Sou Mais Vitória' e relação com organizadas
Fotos: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
No segundo bloco do debate realizado nesta quarta-feira (7), os candidatos responderam perguntas de jornalistas. Perguntado sobre a gestão do departamento de futebol do Vitória, Paulo Carneiro falou sobre uma gestão de coaching esportivo, principalmente na divisão de base. “O Vitória vai tratar de ter o autoconhecimento do atleta. O Vitória vai se preocupar com os movimentos do corpo. Terá equipamento de tecnologia para filmar todos os movimentos do atleta (...) é uma viagem técnica e científica que o Vitória vai experimentar. Não vai inventar nada. É fruto de anos de pesquisa”, prometeu. Durante o discurso, Carneiro ainda apelou ao governador Rui Costa que o nome da Via Expressa do Barradão homenageie o ex-atleta rubro-negro Mário Sérgio, que faleceu na tragédia da Chapecoense. Em seguida, Ricardo Davi comentou sobre a fala de Paulo Carneiro e estabeleceu suas prioridades para a gestão de futebol. “Quem acompanhou a Alemanha em 2006 sabe do que estou falando. O atleta não pode ser identificado apenas como um talento. Precisa ter um comprometimento coletivo. A tecnologia está a serviço do futebol e precisa ser mais utilizada. Hoje, a formação de um zagueiro não pode ser a mesma de um ala”, comentou.  Após seu comentário, Ricardo foi perguntado sobre a gestão do plano de sócio-torcedor do clube, o Sou Mais Vitória. “O programa hoje é meramente um programa de ingressos. Ele equivale aos carnês da Europa (...) É importante que você tenha um plano que comtemple a mulher. O sócio não quer ter só acesso, mas quer ter uma maior participação na história do clube (...) Temos que criar programas privilegiados para quem pode pagar, e programas para quem não tem condições financeiras de pagar. Isso precisa de trabalho, planeamento e, acima de tudo, não há programa de sócio-torcedor que exista sem um time vencedor”, projetou. Ivã, no comentário sobre o que Davi disse, endossou o coro, e falou sobre o que viu no Barcelona. O candidato da “Vitória do Torcedor” também pediu um tratamento melhor aos sócios do Leão. Por fim,  Ivã de Almeida foi questionado sobre a relação com as torcidas organizadas do Vitória. O candidato disse que, atualmente, essa relação é um sufoco. “Com essa paixão que temos pelo clube, sentimos que precisam apresentar um projeto para isso. Não pode ser independente (...) Existem clubes que patrocinam torcidas. Hoje não sabemos sobre isso, pois não há transparência no Vitória. A relação do clube com a torcida tem que existir. Mas não pode existir uma relação de negócio. Isso eu não permito. Talvez, a violência exista por essa lógica de negócio. Isso não cabe”, disse. Paulo Carneiro comentou sobre a relação com as organizadas. “Já paguei ingressos, sim. Embarquei nessa onda, nesse ciclo vicioso. Há um claro desvio de finalidade. Na medida em que o equipamento vá se modernizando (...) comigo não haverá ingressos mais. Vocês podem gravar”, finalizou.
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 20:41

Em primeiro bloco, candidatos do Vitória se apresentam e lamentam ausência de chapa

por Edimário Duplat

Em primeiro bloco, candidatos do Vitória se apresentam e lamentam ausência de chapa
Foto: Max Haack/Ag. Haack/Bahia Notícias
Os candidatos à presidência do Esporte Clube Vitória iniciaram o primeiro bloco do debate organizado pela Rádio Sociedade, Bahia Notícias e Bar FC nesta quarta-feira (7), com a presença das chapas Vitória de Todos Nós, representada por Ricardo Davi, Vitória Gigante, representada pelo candidato Paulo Carneiro e Vitória do Torcedor, do candidato Ivã de Almeida. A chapa Vitória Cada Vez Mais Forte, de Raimundo Viana, não compareceu a discussão. Ivã de Almeida iniciou as apresentações dos candidatos, afirmando o orgulho de estar representando a sua chapa e falando sobre a sua trajetória de vida e no Leão da Barra. Pelo Rubro-Negro, enfatizou a sua participação nas divisões de base e afirmou que bancou com recursos próprios a reestruturação das categorias inferiores, além de pedir uma democratização do pleito eleitoral do clube. Logo depois, foi a vez de Paulo Carneiro, que prometeu dar mais um grande salto na qualidade do clube e recordou sua gestão pelo time baiano. Falando um pouco da sua história pessoal, o candidato atrelou a sua família ao clube e reforçou a existência de um projeto já pronto para a estrutura presente no Vitória. Paulo Carneiro elogiou o atual momento do clube em termos estruturais e afirmou ter conhecido o atual masterplan do clube, defendendo as intenções de transformar o Rubro-Negro em um dos maiores clubes do continente. Na sua vez, Ricardo Davi lamentou a ausência da chapa Vitória Cada Vez Mais Forte e lembrou de seu histórico profissional. Pelo futebol, lembrou de sua gestão como diretor de planejamento do Vitória em 2014 e afirmou ter conseguido um maior contato com o torcedor do clube, além de um êxito em várias ações organizadas pelo marketing. Se desvinculando do momento passado pelo time na ocasião, Davi reiterou que tem as condições de gerir o clube e leva-lo para um grau mais alto no cenário nacional. Na segunda parte do primeiro bloco, Ivã de Almeida criticou os antigos dirigentes do clube e pediu maior participação do torcedor para modernização e democratização do Esporte Clube Vitória. “Fui convidado porque já participo do conselho pedindo mudanças estatutárias e essa gestão do clube negou, sendo que outras gestões eram piores nesse quesito”, afirmou. “Todos nós precisamos entender que quando o clube for melhor distribuído, teremos mais cabeças para mudar a gestão do clube”, continuou. Ivã criticou a forma de contratação de atletas e o atual modelo de votação para a presidência do clube. Falando em democracia, Paulo Carneiro reiterou que o processo de democratização já existia na sua gestão, com o Vitória Século XXI, e criticou o discurso de Ivã de Almeida, afirmando que a sua chapa não preza pela democratização e acusando os membros do grupo de não serem favoráveis a meta proposta pelo concorrente. “Eles nunca quiseram democracia no clube. Convivi com todos e eles gostam de poder. Por conta disso, o time ficou 90 anos nas condições que estavam”. Sobre Ricardo Davi, Paulo Carneiro elogiou o seu rival, mas também atacou o grupo da chapa, acusando-os de serem manipulados pelo ex-presidente Carlos Falcão. “O pior presidente do Esporte Clube Vitória”, acusou PC. Em sua vez, Ricardo Davi mais uma vez lamentou a ausência da quarta chapa e fez um discurso histórico sobre a democracia. “16, 17 anos de poder são muito mais um regime totalitário do que democrático. Nós tivemos a oportunidade de discutir sobre a democratização do Vitória, mas a chapa do sr. Ivã de Almeida e o presidente do Conselho Deliberativo (José Rocha) impediram o crescimento da discussão”, concluiu. 
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 20:30

Ex-técnico do Vitória, Ricardo Silva declara apoio a Paulo Carneiro

por Ulisses Gama / Matheus Caldas

Ex-técnico do Vitória, Ricardo Silva declara apoio a Paulo Carneiro
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Vice-campeão da Copa do Brasil com o Vitória em 2010, o técnico Ricardo Silva também marca presença no debate dos candidatos à presidência do clube, nesta quarta-feira (7). Ele declarou apoio a Paulo Carneiro, da coligação “Vitória Gigante. “O candidato que eu mais trabalhei aqui foi o Paulo Carneiro. Tive com ele no Vitória por muito tempo. Ele me levou pra lá. Depois, Alexi me levou pra lá. Ele não faz parte de nenhuma chapa. Então, torço por Paulo Carneiro”, disse, em entrevista ao Bahia Notícias. “Eu estou presente com Dudu Fontes para ver o debate. Sempre bom ver o que vai ser melhor pelo Vitória. Temos um carinho muito grande. Aqui fui feliz, ganhei títulos, conquistei muita amizade e o torcedor me apoiava bastante (...) O que for melhor para o Vitória, queremos que ganhe”, concluiu.
Manolo Muiños é eleito por aclamação como presidente do Galícia
Foto: Divulgação
O conselho deliberativo do Galícia elegeu Manolo Muiños como presidente do clube nesta quarta-feira (7). Ele era candidato único, concorrendo pela chapa “Novos Rumos no Galícia”, e foi eleito por aclamação, contabilizando 36 votos. O presidente anterior, Dario Rego, foi afastado pela justiça por não apresentar a prestação de contas do clube, mas tenta retornar através de liminar.
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 20:05

Ricardo David fala das expectativas para o debate à presidência do Vitória

por Ulisses Gama / Edimário Duplat

Ricardo David fala das expectativas para o debate à presidência do Vitória
Foto: Glauber Guerra/Bahia Notícias
Segundo a chegar ao debate promovido pela Rádio Sociedade, Bahia Notícias e Bar FC, que será realizado nesta quarta-feira (7), o candidato Ricardo David, da chapa Vitória de Todos Nós, falou da expectativa de mais um encontro entre os postulantes ao a presidência do Esporte Clube Vitória. “Me sinto tranquilo, gosto de debater pois esta é a oportunidade de o torcedor conhecer cada um. Quem está preparado, despreparado, conhecer as ideias. A gente fica feliz em saber que provocamos esse debate. Pois fomos nós que ao anunciarmos que teríamos um candidato ao conselho diretor, forçamos as outras chapas a também seguirem neste mesmo exemplo”, afirmou o candidato em entrevista ao Bahia Notícias, no qual também lamentou a ausência de uma das chapas nos debates anteriores. “Lamento apenas a falta de candidatos que não estão aparecendo, pois ontem tivemos dois que não apareceram e hoje espero que todos estejam aqui, porque todo mundo tem que debater, apresentar suas ideias. Pois não é se escondendo que vai enganar o torcedor. Ele é esclarecido e quer o debate”, finalizou. 
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 20:03

Candidato da chapa 'Vitória Cada Vez Maior' não comparece ao debate

por Matheus Caldas

Candidato da chapa 'Vitória Cada Vez Maior' não comparece ao debate
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias
O candidato da chapa “Vitória Cada Vez Maior” não compareceu ao debate para a presidência do Vitória, nesta quarta-feira (7). O grupo não oficializou o nome, mas a tendência é que Raimundo Viana encabece a coligação, e concorra à reeleição. Os outros três nomes se preparam para as discussões - Ivã de Almeida, Paulo Carneiro e Ricardo Davi concorrem.
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 - 19:56

Antes do debate, Paulo Carneiro alfineta concorrentes: 'Eu tenho conteúdo'

por Glauber Guerra / Matheus Caldas

Antes do debate, Paulo Carneiro alfineta concorrentes: 'Eu tenho conteúdo'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
Candidato à presidência do Vitória pela chapa “Vitória Gigante”, Paulo Carneiro chegou logo após Ricardo Davi para o debate desta quarta-feira (7), realizado pelo Bahia Notícias, em parceria com a Rádio  Sociedade e o Bar FC. Logo na chegada, o ex-mandatário rubro-negro cutucou os outros concorrentes ao cargo máximo. “Sinceramente, não é muito diferente dos outros [debates]. Eu tenho conteúdo e os outros não têm. Cada vez que tem um debate, eles aprendem mais um pouco”, declarou. 

Histórico de Conteúdo