Promotor do MP-BA vê 'eficiência' na torcida única, mas admite 'ineficiência do Estado'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Em abril deste ano, uma polêmica decisão abalou os torcedores acostumados a rivalizarem nos Ba-Vi’s dentro dos estádios: desde então, só há clássicos em Salvador com torcida única. No centro da discussão, o promotor Olímpio Campinho, do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que recomendou à CBF o veto de duas torcidas nos encontros entre Bahia e Vitória. E, para ele, a medida deu acerto, apesar de crer que não seria o ideal numa partida de futebol , e também criticou a ineficácia do Estado. Neste domingo (22), Bahia e Vitória fazem mais um dérbi sem visitantes, às 16h, na Fonte Nova, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. “É uma ineficiência do nosso Estado. E olhe só, o Ministério Público faz parte disso. É um sistema que tem que funcionar bem. Começa com a lei, mas tem a questão social também. Tirar a meninada da rua. Para que o traficante e o homicida não sejam o exemplo dela. Que o exemplo dela seja um jogador de futebol, um cientista, um autor de livros, um ator de televisão, um engenheiro ou um médico”, disse Campinho, em entrevista ao jornal Correio. Ypiranguense e filho de um ex-presidente do Ypiranga, o promotor também fez cair por terra o rótulo de alguém que nunca frequentou estádios. “Ainda peguei o campo da Graça. Meu pai foi presidente do Ypiranga, é ypiranguense doente, mora no interior e até hoje, aos 83 anos, pede aos netos para ver um jogo do Ypiranga. Isso quando o Ypiranga disputa alguma coisa. Como até minha adolescência eu era Ypiranga, isso me impediu de ser Bahia e Vitória. Porque você escolhe o time na infância. Depois você não vai dizer: “vou mudar de time”. Sou também fanático pela Seleção Brasileira. Adoro futebol. Eu parei de ir para estádio porque não me sinto estimulado, já que não sou nem Bahia, nem Vitória”, revelou. Campinho também alertou para o crescimento da violência dentro das torcidas dos próprios clubes. “Se não fossem os problemas que acontecem principalmente no entorno do estádio, não recomendaria (torcida única) (...) Você lembra daquele episódio, há um ano, quando torcedores do Bahia subiram pelo lado da Fonte Nova, entraram ali na lateral do Convento do Desterro e invadiram a sede da torcida Terror Tricolor? Ali são duas torcidas do Bahia. Aqui já chegou um líder de torcida do Vitória com dois seguranças. Ele estava andando com dois seguranças porque estava sendo ameaçado por outra torcida do Vitória. Quer dizer, futuramente quantos setores serão necessários para separar tanta torcida inimiga?”, alerta. O Tricolor é o 13º colocado na tabela da Séri A, com 35 pontos. O Leão o 16º. com 33.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 16:15

Ba-Vi na Fonte: mais de 22 mil ingressos garantidos para o clássico

por Ulisses Gama

Ba-Vi na Fonte: mais de 22 mil ingressos garantidos para o clássico
Foto: Romildo de Jesus / Ag Haack / Bahia Notícias

A promessa é de um grande público para acompanhar o clássico entre Bahia e Vitória no próximo domingo (22), na Arena Fonte Nova, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na tarde desta sexta-feira (20), o clube informou que mais de 22 mil entradas já foram comercializadas. O número agrega os associados com acesso garantido, entradas corporativas e os bilhetes que vem sendo vendidos desde a última terça-feira (17). Os pontos de venda de ingressos são os seguintes: site da Arena Fonte Nova (clique aqui), balcões da Ticketmix dos shoppings Salvador, da Bahia e Cajazeiras e lojas oficiais (shoppings Bela Vista, Salvador Norte e Estrada do Coco). As bilheterias da Arena Fonte Nova, que não operaram nesta sexta por causa do show do cantor Paul MCcartney, voltam a funcionar normalmente neste sábado. Vale lembrar que, por recomentação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), o jogo será aberto somente para a torcida do Bahia (clique aqui e confira mais informações).

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 15:55

Caíque espera Ba-Vi disputado e afirma: 'A gente tem que ser imponente'

por Glauber Guerra

 Caíque espera Ba-Vi disputado e afirma: 'A gente tem que ser imponente'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

O goleiro Caíque, do Vitória, espera um clássico contra o Bahia bastante disputado, no duelo que acontecerá domingo (22), às 16h (horário de Salvador), na Arena Fonte Nova, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele pede que a sua equipe procure se impor dentro de campo para conquistar os três pontos.

 

"É um clássico, vai ter a torcida rival lá. Vai pressionar a gente, incentivar eles. A gente tem que ser imponente, jogar como vem jogando fora e tentar conquistar a vitória que vai ser importante para a gente", afirmou.

 

O arqueiro do Vitória não vê nenhum favorito para o clássico, que contará mais uma vez com torcida única. 

 

"Um jogo diferente, é um clássico. Ninguém é favorito a nada, independente da torcida. É jogar 11 contra 11. Quem sair melhor, ganha", resumiu.

 

O Vitória tem 33 pontos e ocupa a 16ª posição no Campeonato Brasileiro, enquanto o Bahia tem 35 e aparece em 13º.

Ex-presidente do COB, Nuzman deixa cadeia no Rio de Janeiro
Foto: Reprodução/ EBC

O ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, deixou a cadeia, na Zona Norte do Rio de Janeiro, por volta das 16h30 no horário de Brasília. A liberdade de Nuzman foi concedida nesta quinta-feira (19), em decisão da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), com algumas medidas cautelares, entre elas a entrega do passaporte, proibição de deixar o Brasil e o Rio de Janeiro (este apenas com autorização judicial) e proibição de ter contato com outros investigados.

Jogadores 'bancam' Levir Culpi e diretoria desiste de demitir treinador
Foto: Ivan Storti / Divulgação Santos FC

Os bastidores do Santos estão fervendo. A diretoria do clube resolveu demitir o técnico Levir Culpi nesta sexta-feira (20). No entanto, após reunião com o elenco, a cúpula santista voltou atrás e manteve o profissional no cargo técnico, de acordo com informações do site Globoesporte.com.

O elenco santista chegou a Santos na tarde desta sexta-feira e, no caminho de Recife para a sede do clube, ficaram sabendo da demissão. Então, os jogadores se reuniram com a direção e pediram que a decisão fosse revogada. Levir seria demitido assim que chegasse no CT Rei Pelé.

O assessor da agremiação, Adriano Rattmann, chegou a confirmar no seu Facebook pessoal o desligamento do técnico. A postagem foi apagada pouco depois.

A gota d’água para a demissão do treinador foi o empate por 1 a 1 contra o Sport, na última quinta-feira (19), na Ilha do Retiro. Os muros da Vila Belmiro amanheceram pichados (leia mais aqui). Contudo, após a desistência do desligamento por parte da direção, ele comandará o time na partida contra o Atlético-GO, neste domingo (22), às 16h (horário da Bahia), na Vila Belmiro. O jogo será válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Postagem no Facebook do assessor santista (clique para ampliar)

Foto: Reprodução / Facebook

 

Após empate com o Sport, torcida do Santos picha muros da Vila Belmiro
Foto: Williams Aguiar / Sport Club do Recife

Os muros do estádio da Vila Belmiro, em Santos, foram pichados na madrugada desta sexta-feira (20). O Santos ficou no empate em 1 a 1 com o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife, na noite da última quinta (19), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os alvos dos torcedores foram o presidente Modesto Roma Júnior, o lateral-esquerdo Zeca e o meia Lucas Lima. As imagens foram divulgadas nas redes sociais.

 

"Fora Lucas Lima. Modesto frouxo. Jogadores vagabundos", foram algumas das palavras pichadas nos muros.

 

Durante a partida contra o Vitória que terminou no empate de 2 a 2 na última segunda-feira (16), no estádio do Pacaembu, Zeca se dirigiu à torcida para cobrar apoio ao dar assistência para o gol de Jean Mota. Após o jogo, ele fez uma publicação polêmica no Instagram, com emojis do dedo do meio em riste, mas que foi apagada minutos depois. Já Lucas Lima, que está em fim de contrato, é cogitado como novo reforço do rival Palmeiras para a temporada de 2018.

 

Com o empate, o Peixe não conseguiu diminuir a diferença de nove pontos em relação ao líder Corinthians e, de quebra, ainda viu o Palmeiras roubar a terceira colocação na tabela. O clube da Baixada santista tem 50 aparecendo na quarta posição. Na próxima rodada, o Santos recebe a visita do Atlético-GO, domingo (22), às 16h no horário da Bahia, na pichada Vila Belmiro.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 13:45

David vê revés injusto: 'Nossa equipe jogou melhor'

por Glauber Guerra

David vê revés injusto: 'Nossa equipe jogou melhor'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

O atacante David, do Vitória, admite que sua equipe deixou a desejar no duelo diante do Atlético-PR, que terminou com revés por 3 a 2. Porém, ele considera o resultado injusto. O jogo foi disputado na última quinta-feira (19), no Barradão.

 

“É difícil explicar. A equipe jogou melhor. Infelizmente, nem sempre quem joga melhor ganha. Deixamos a desejar em casa. Saímos na frente, deixamos empatar... Depois desligou, coisa que não pode acontecer. Não adianta lamentar. É trabalhar, continuar trabalhando, dedicando, para voltar a vencer em casa”, afirmou o jogador.

 

Com 33 pontos, o Vitória ocupa a 16ª posição no Campeonato Brasileiro. O próximo duelo é diante do Bahia, domingo (22), às 16h (horário de Salvador), na Arena Fonte Nova, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Mesmo vaiado, Diego marca dois gols e reverencia torcida do Flamengo
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Quando a partida estava empatada em 1 a 1, o meia Diego ouviu vaias da torcida do Flamengo. O camisa 35 se redimiu e marcou dois gols na goleada carioca sobre o Bahia por 4  a 1, na noite da última quinta-feira (19), no estádio da Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro de Diego foi marcado em cobrança de pênalti.

 

"Sem dúvida nenhuma procurei manter o psicológico otimista. Sempre é difícil a hora do pênalti. O goleiro se prepara para defender. Estamos sujeitos ao erro. Assumo essa responsabilidade porque estou aqui para isso. Fiz muitos gols de pênalti na minha carreira", afirmou.

 

Apesar das críticas, o meia disse compreender os protestos da torcida, mas falou que o carinho que recebe dos rubro-negros é mais constante do que as vaias. "Assim como nós, jogadores, ficamos chateados quando não dá certo, a torcida fica decepcionada. A maneira de transmitir insatisfação é compreensível. Recebi críticas, mas um carinho muito grande. Quando pego a bola para bater, o estádio todo canta meu nome. O mínimo é agradecer e retribuir com vitórias e gols. Estamos vivos e precisamos da parceria e do carinho do torcedor. Minhas emoções são novas com o passar do tempo. Momento novo na carreira. Temos que nos superar diariamente", disse.

 

Com a vitória, o Flamengo passou a ocupar a sexta colocação com 46 pontos na tabela de classificação. O Bahia caiu para o 13º lugar com 35. O próximo compromisso do clube carioca será contra o São Paulo, domingo (22), às 16h no horário de Salvador, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. No mesmo dia e horário, o Esquadrão de Aço fará o clássico com o Vitória, na Arena Fonte Nova, na capital baiana.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 13:15

Com garantia de 'equipe forte', Carpegiani pede apoio da torcida do Bahia

por Ulisses Gama

Com garantia de 'equipe forte', Carpegiani pede apoio da torcida do Bahia
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O Bahia, que vinha em uma sequência de quatro partidas sem perder no Campeonato Brasileiro, acabou goleado pelo Flamengo por 4 a 1 na última quinta-feira (19), no Rio de Janeiro. O resultado negativo manteve a equipe com 35 pontos, próxima da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o Esquadrão terá pela frente o rival Vitória, no domingo (22), na Arena Fonte Nova. Para dar a volta por cima, o técnico Paulo Cézar Carpegiani promete um time competitivo.

 

"Esse jogo não volta mais. Nós estamos com menos 2 de saldo. Isso também é uma preocupação. Não senti o grupo abaixado, teve discussão no vestiário e não posso esconder. Mas eu quero esse brio. Vou conversar com eles, tenho uma ideia, em função de não termos o Juninho Capixaba, mas vamos formar uma equipe forte. Com o apoio de nossa torcida, vamos em busca desse resultado", declarou.

 

Ciente das falhas exibidas pelo time, o comandante tricolor reforçou a importância do apoio dos torcedores no clássico. A última parcial de ingressos vendidos apontou 20 mil entradas garantidas para o duelo, que será realizado com torcida única.

 

"Perdemos uma grande oportunidade hoje (de chamar a torcida). Se analisarmos, sem desmerecer o Flamengo, nós propiciamos essa vantagem. Isso é corrigível e vamos partir pra isso. Foi um balde de água fria, mas precisamos desse apoio para buscar o resultado", indicou Carpegiani, que fez mistério sobre a formação titular.

 

"Não gostaria de falar sobre quem vai entrar. Gosto de um time mais seguro atrás. Em função disso, tem que ter essa segurança para atacar. Tenho que sanar isso. Como vou fazer? Vou conversar com meus jogadores e no domingo vocês vão saber", indicou.

 

Em três partidas pelo Bahia, Carpegiani tem um triunfo, um empate e uma derrota.
 

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 12:40

Vitória diz que negociou dívida do IPTU ‘amistosamente’ com ACM Neto

por Glauber Guerra

Vitória diz que negociou dívida do IPTU ‘amistosamente’ com ACM Neto
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

O elevado preço do IPTU tem chocado muita gente em Salvador e até levado alguns moradores e empresários à complicações financeiras. Quase ninguém está imune ao “predador” fiscal. Um dos atingidos foi o Esporte Clube Vitória que viu o valor aumentar de R$ 81.566,75 (em 2013) para R$ 912.617,33 (em 2014). O débito com a Prefeitura Municipal de Salvador chega a R$ 4.304.542,74 (veja aqui). No entanto, a diretoria do clube garantiu que negociou a dívida “amistosamente” com o prefeito ACM Neto (DEM). “[O Vitória] Possuía com o Município de Salvador uma dívida a título de IPTU, oriunda de gestões passadas do clube, que já foi negociada amistosamente com o ente público, tendo o clube parcelado o débito administrativamente, sem qualquer necessidade de judicialização”, diz trecho da nota publicada no site oficial do clube Rubro-negro. A agremiação ainda revelou que tem direito a um desconto de 70% no IPTU, já exerce projetos sociais em parceria com o governo municipal. “O convênio possibilita ao clube dispor de um desconto na ordem de 70% sobre o valor global do seu IPTU, tendo em vista que oferece à população carente da região de Canabrava e adjacências o acesso a atividades esportivas e acompanhamento sócio pedagógico”, afirma outra parte do comunicado.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 12:20

Mesmo com show, diretor da Arena Fonte Nova crê em 'gramado de qualidade' no Ba-Vi

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

Mesmo com show, diretor da Arena Fonte Nova crê em 'gramado de qualidade' no Ba-Vi
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

O ex-Beatle, Paul McCartney, fará um show em Salvador na Arena Fonte Nova na noite desta sexta-feira (20). Na disposição do espaço do evento, o público ficará na parte do gramado da praça esportiva, que também receberá o clássico baiano Ba-Vi, no domingo (22), às 16h no horário local, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista ao Bahia Notícias, Alexandre Gonzaga, diretor comercial e operações da Arena Fonte Nova, garantiu que o piso estará em condições de receber a partida de futebol. "Passamos por situações similares. Tivemos o show de Roberto Carlos no sábado, no ano passado, e depois tivemos um jogo no domingo. Contratamos uma estrutura de piso para suportar. É possível que o gramado perca a coloração, mas a qualidade vai permanecer igual. Cobrimos 100% o gramado na quinta, para evitar que o gramado fosse prejudicado. Nosso planejamento é que às 10h da manhã do sábado (21) esteja descoberto para receber raios solares e se preparar para o jogo", afirmou. Os organizadores do show de Paul McCartney esperam receber um público de cerca de 50 mil pessoas.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 11:45

Foco no clássico: entre SSA e RJ, Bahia inicia a sua preparação

por Ulisses Gama

Foco no clássico: entre SSA e RJ, Bahia inicia a sua preparação
Foto: Divulgação / EC Bahia

O Bahia já está de olho no clássico contra o Vitória. Na manhã desta sexta-feira (20), no CT do Fluminense, os jogadores que atuaram menos de 45 minutos contra o Flamengo ou não entraram em campo se reapresentaram para realizar um treinamento técnico, em campo reduzido e um trabalho de finalizações, comandado pelo técnico Paulo Cézar Carpegiani.

 

Com uma lesão no pé esquerdo, o meia Vinícius ficou no hotel e deu início ao tratamento médico. O jogador ainda é uma dúvida para a partida. O atacante Edigar Junio, que reclamou de cãibras, ficou em repouso com os outros titulares.

 

Em Salvador, os auxiliares Preto Casagrande e Luiz Iubel comandaram um treino com bola para os jogadores que não foram relacionados. O atacante Rodrigão e o lateral Wellington Silva treinaram normalmente, enquanto o lateral-esquerdo Armero treinou na academia.

 

Com todo o elenco reunido, a última atividade antes da partida será realizada na manhã deste sábado (21), no Fazendão.

Técnico do Brasil explica opções e avisa que vagas ainda estão em abertas para a Copa
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O atacante Diego Souza, do Sport, está volta à Seleção Brasileira. O jogador foi convocado pelo técnico Tite na manhã desta sexta-feira (20) para os amistosos contra Japão, no dia 10 de novembro, e Inglaterra, no dia 14 do mesmo mês. O comandante do time Canarinho explicou a preferência do atleta do clube pernambucano ao invés de Diego Tardelli, chamado na última lista.

 

"Diego Souza é um jogador da bola área, da retenção, da qualidade individual. Tardelli é de mais mobilidade. Estamos acompanhando todos esses e vai ter esse acompanhamento até o final", afirmou.

 

Tite também falou sobre as últimas vagas das 23 do elenco da Seleção, que irá para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia, que ainda estão em abertas. "Com relação aos goleiros, tem a avaliação mais específica do Taffarel, mas a palavra final minha. Tem essa avaliação final. Na lateral, teremos a oportunidade de ver o Danilo atuando, mas tem Rafinha, Fagner... Está aberto, há o Jemerson também. Abre-se um leque com mais tempo de observação, e minha amostragem fica melhor. Assim, a minha possibilidade de errar fica menor. Entre os jogadores de frente, o Firmino também faz jogador de lado. Ele pode fazer uma função parecida com a do Coutinho. Tem o Diego (Souza), que pode fazer função mais avançada, com características diferentes do Gabriel Jesus, que precisa de infiltradores", pontuou.

 

O Brasil enfrenta o Japão na cidade francesa de Lille. Já o embate com a Inglaterra acontecerá em Londres, capital do Reino Unido. Em março do ano que vem, a Seleção vai encarar a Rússia e a Alemanha também em partidas amistosas, que serão as últimas antes da convocação definitiva para a Copa do Mundo.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 11:15

Vitória presenteia Paul McCartney com título de sócio do clube e alfineta o Bahia

por Glauber Guerra

Vitória presenteia Paul McCartney com título de sócio do clube e alfineta o Bahia
Foto: Leitor/ Bahia Notícias

Após o Bahia presentear o ex-Beatle Paul McCartney (relembre aqui), foi a vez do Vitória enviar “mimos” para o cantor britânico, que fará um show em Salvador nesta sexta-feira (20), na Arena Fonte Nova. O clube deu um título de sócio ouro, camisas personalizadas e um cartão com uma pequena provocação ao arquirrival Bahia.  A agremiação relembrou o 5 a 1 aplicado no Tricolor durante a inauguração da Arena, no dia 7 de abril de 2013.  “Senhor Paul. Nós desejamos que sua primeira vez na Arena seja memorável como foi a nossa”, diz trecho da mensagem estampada. Em outra parte do texto, a alfinetada foi mais evidente. "Vitória é o único time de Salvador com seu próprio estádio, mas considera a Fonte Nova, uma Arena pública, como o segundo.  Um lugar onde sempre temos sorte. Nós nos sentimos em casa, e esperamos que você se sinta também". Além do cantor, os integrantes da sua banda também foram presenteados com camisas e outros adereços do Leão.


Foto: Bahia Notícias

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 10:55

Fillipe Soutto evita encontrar desculpas por revés: 'Todo mundo perdeu mais uma'

por Glauber Guerra

Fillipe Soutto evita encontrar desculpas por revés: 'Todo mundo perdeu mais uma'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O Vitória voltou a decepcionar à torcida e perdeu mais uma no Barradão. Desta vez para o Atlético-PR por 3 a 2, na última quinta-feira (19). Após o jogo, o volante Fillipe Soutto evitou encontrar desculpas. 

 

“Difícil falar isso. Agora, qualquer coisa vai virar desculpa que não existe. Tem que assumir a responsabilidade. Todo mundo perdeu mais uma e todo mundo está no mesmo barco para cobrar o que tem que cobrar e recuperar, porque domingo já tem clássico”, disse o jogador.

 

O duelo de domingo (22) é contra o Bahia, às 16h (horário de Salvador), na Arena Fonte Nova, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 33 pontos, o Vitória ocupa a 16ª posição no certame nacional.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 10:45

Edigar Junio e Rodrigão não preocupam e devem ser inscritos para o Ba-Vi

por Ulisses Gama

Edigar Junio e Rodrigão não preocupam e devem ser inscritos para o Ba-Vi
Fotos: Felipe Oliveira e Marcelo Malaquias / Ec Bahia

Os atacantes Edigar Junio e Rodrigão são opções à disposição do técnico Paulo Cézar Carpegiani para o clássico entre Bahia e Vitória no próximo domingo (22), às 16h (horário da Bahia), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Edigar deixou o campo sentindo cãibras musculares no jogo contra o Flamengo na noite da última quinta-feira (19) e, na manhã desta sexta-feira (10), foi submetido a um repouso juntamente com os atletas que atuaram mais de 45 minutos.

 

Já Rodrigão, que foi vetado da última partida por dores na região lombar, não teve lesão acusada pelo exame e fez um treino com bola na última quinta. A tendência é de que os dois sejam relacionados para o clássico.

 

O Bahia faz o último treinamento antes da partida neste sábado (21), às 8h30, no Fazendão. No momento, a equipe está no 13º lugar da competição nacional, com 35 pontos.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 10:23

Tite convoca 25 jogadores para os amistosos contra Japão e Inglaterra

por Leandro Aragão

Tite convoca 25 jogadores para os amistosos contra Japão e Inglaterra
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, convocou os 25 jogadores, nesta sexta-feira (20), para a disputa dos amistosos contra Japão e Inglaterra. O primeiro compromisso será diante dos nipônicos no dia 10 de novembro, uma sexta-feira, em Lille, na França. Já o duelo com os ingleses acontecerá na terça-feira seguinte, dia 14, em Londres, capital britânica. Esta será a última oportunidade para o treinador fazer as observações finais para definir o grupo que tentará o hexacampeonato na Copa do Mundo de 2018 na Rússia. O Brasil se classificou na primeira colocação das Eliminatórias Sul-Americanas e por ocupa a segunda posição no ranking da Fifa, será um dos cabeças de chave do Mundial. Confira os convocados:

 

Goleiros: Alisson (Roma), Ederson (Manchester City) e Cássio (Corinthians)

Laterais: Marcelo (Real Madrid), Daniel Alves (PSG), Alex Sandro (Juventus) e Danilo (Manchester City

Zagueiros: Miranda (Inter de Milão), Thiago Silva (PSG), Marquinhos (PSG) e Jemerson (Monaco)

Meias: Paulinho (Barcelona), Casemiro (Real Madrid), Philippe Coutinho (Liverpool), Diego (Flamengo), Fernandinho (Manchester City), Giuliano (Fenerbahçe), Renato Augsuto (Beijing Guoan) e Wiliian (Chelsea)

Atacantes: Neymar (PSG), Gabriel Jesus (Manchester City), Roberto Firmino (Liverpool), Diego Souza (Sport), Douglas Costa (Juventus) e Taison (Shakhtar Donetsk)

Árbitro relata reclamação de Paulo Autuori durante jogo contra o Vitória
Foto: Reprodução / TV CAP

O árbitro André Luiz Castro relatou na súmula que o gestor técnico do Atlético-PR, Paulo Autuori, foi até a porta do vestiário do trio de arbitragem para reclamar de lances do jogo tanto no intervalo quanto após o encerramento. O Furacão bateu o Vitória por 3 a 2 no estádio do Barradão, em Salvador, na noite da última quinta-feira (19), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

"Informo que no intervalo de jogo, a equipe de arbitragem foi abordada pelo sr. Paulo Autuori, gestor técnico da equipe Clube Atlético Paranaense na porta do vestiário que, com dedo em riste em minha direção, disse as seguintes palavras: "Foi claro, o lance do pênalti estava impedido!". Ao final da partida, o mesmo retornou a porta do vestiário da arbitragem e, de forma irônica, proferiu as seguintes palavras: "Quando a gente perde, reclamamos, mas quando ganhamos também! Analisem a arbitragem de vocês! Ato contínuo", virou-se e dirigiu-se ao vestiário da sua equipe. Informo que os rádios comunicadores só foram disponibilizados para a equipe de arbitragem no intervalo da partida", escreveu na súmula.

 

No lance do pênalti marcado a favor do Vitória, que Autuori reclamou, Caíque Sá cruzou rasteiro da direita, Wanderson tentou tirar e quase marcou contra. Na sequência da jogada, Jonathan derrubou Juninho dentro da pequena área. Com o triunfo, o Atlético-PR subiu para a nona posição com 38 pontos, enquanto que o Vitória é o 16º com 33.

 

Confira no vídeo a partir dos 53 segundos:

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 09:15

Com lesão no pé, Vinícius se torna dúvida para o Ba-Vi na Arena

por Ulisses Gama

 Com lesão no pé, Vinícius se torna dúvida para o Ba-Vi na Arena
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Além de Juninho Capixaba, suspenso, o Bahia pode ter mais uma perda para o clássico contra o Vitória, no próximo domingo (22), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Durante a partida contra o Flamengo, o meia Vinícius sentiu o pé esquerdo e deixou o campo substituído. Após a partida, ele revelou que já teve um problema no mesmo local.

 

"Espero que não tenha sido nada grave. Difícil ter saído, perdido. Mas agora é criar força, domingo tem clássico. A gente sabe da rivalidade. Que a gente possa sair vitorioso", declarou o jogador.

 

Nesta sexta-feira (20), o jogador vai ser reavaliado pelo departamento médico do Bahia. Caso não reúna condições de jogo, Régis deve ser o titular do Esquadrão de Aço no embate contra o rubro-negro.

 

Com 35 pontos, o Bahia é o 13º colocado da competição nacional.

Após cogitar deixar o Vitória, Caíque pede perdão à torcida: 'Falei de cabeça quente'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O goleiro Caíque, do Vitória, não gostou nada das críticas vinda das arquibancadas após o revés por 3 a 2 para o Atlético-PR, na última segunda-feira (19), no Barradão. O arqueiro cogitou deixar o clube após o fim do seu contrato (saiba aqui), que expira em outubro de 2018. No entanto, o atleta voltou atrás e pediu perdão à torcida.

 

“Desculpa, não. Mas peço perdão [à torcida do Vitória], que me abraçou na minha estreia como profissional. É difícil falar uma coisa quando você sai de um jogo. Pela parte da torcida, ali atrás do gol, e você acaba falando besteira. Como acabei falando que meu contrato acaba no ano que vem... Só peço perdão à torcida. Falei de cabeça quente. Acredito que não vai se repetir. Quem sente é quem está lá dentro. Além de ter 20 anos, sou jogador do clube que amo, desde “guri”, sou rubro-negro. Isso acaba manchando a minha imagem, o meu nome. Às vezes, a gente aprende apanhando. Várias coisas que fiz naquele tempo, no ano passado, fiz gestos para a torcida, xinguei. Amadureci com isso. Se você parar para ver o que a minha própria torcida fala ali atrás para mim, me xinga, fala que sou mão de alface, frangueiro, eles falam isso por causa da minha envergadura, que me faz ter atitude de cair na bola. Mas peguei conversa com Luxemburgo, com o treinador do Atlético-PR, que me elogiou. O principal aqui é pedir perdão. Sei que a torcida vai me vaiar, não posso fugir dessa característica do futebol”, disse o arqueiro, em entrevista à Rádio Itapoan FM.

 

Fernando Miguel, que era o dono da meta Rubro-negra, se recupera de uma fascite plantar e é dúvida para o jogo contra o Bahia, domingo (22), às 16h (horário de Salvador), na Arena Fonte Nova, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Autor de dois gols, Ribamar valoriza triunfo do Atlético-PR: ‘O time soube sofrer’
Ribamar (9) sobe para cabecear | Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O atacante Ribamar foi o destaque do triunfo do Atlético-PR sobre o Vitória por 3 a 2, marcando dois gols na partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 9 abriu o placar e decretou o vitória anotando o terceiro gol do rubro-negro paranaense na noite da última quinta-feira (19), em pleno estádio do Barradão, em Salvador. Após o apito final, o atleta valorizou a conquista dos três pontos.

 

"Sempre importante fazer gols, ainda mais na minha posição. Fico feliz de poder ajudar a equipe com gols, mas melhor ainda com uma vitória. A prioridade é a vitória, o gol é consequência", afirmou. "O time soube sofrer porque jogar aqui (no Barradão) é difícil. Quando o Vitória pressionava a gente, pudemos fazer o gol e dar tranquilidade à equipe", acrescentou.

 

Na comemoração do primeiro gol, Ribamar revelou que dedicou o tento ao lateral-esquerdo Fabrício, que devido a dores nas costas começou a partida do banco de reservas, mas entrou no intervalo. "Tenho um carinho muito grande por ele, ele é meu parceiro de quarto. Quando soube que ele não ia jogar fiquei até meio triste, mas falei para ele que ia fazer um gol para ele, e ia fazer esse gesto", disse.

 

Com os três pontos, o Furacão chegou aos 38 e ganhou duas posições na tabela ocupando a nona colocação. Enquanto que o Leão, caiu uma colocação e agora é o 16º com 33, um a mais da zona de rebaixamento.

Marcelo de Lima Henrique apita o clássico entre Bahia e Vitória
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou na última quinta-feira (19) a equipe de arbitragem responsável por comandar o clássico entre Bahia e Vitória, no próximo domingo (22), às 16h (horário da Bahia), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Marcelo de Lima Henrique, do Rio de Janeiro, vai ser o árbitro principal. O juiz vai apitar um jogo do Tricolor pela primeira vez na competição. Com o rubro-negro, o dono do apito esteve na 16ª rodada, quando o Leão acabou derrotado pela Chapecoense por 2 a 1, no dia 22 de julho.

 

O juiz será auxiliado por Michael Correia e Silbert Faria Sisquim. A função de árbitro adicional foi delegada para     Leonardo Garcia Cavaleiro e Carlos Eduardo Nunes Braga. Todos são do Rio de Janeiro.

 

Bahia e Vitória brigam para se afastar da zona de rebaixamento para a Série B. Com 35 pontos, o Esquadrão está no 13º. Já o Leão está na 16ª posição, com 33 pontos.

Técnico do Flamengo confessa que não esperava goleada sobre o Bahia
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O técnico Reinaldo Rueda confessou que não esperava uma goleada do Flamengo sobre o Bahia. O rubro-negro carioca aplicou um 4 a 1 sobre o Esquadrão na noite da última quinta-feira (19), no estádio da Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O comandante atribuiu o bom desempenho ao trabalho coletivo da equipe.

 

"Rival difícil, uma equipe que vinha muito forte nos últimos jogos, contra Palmeiras e Corinthians. Pensávamos em ganhar por 1 a 0 ou um placar mais apertado, mas as oportunidades de gols vieram, e Réver foi muito oportunista, depois Diego. É fruto do trabalho coletivo do Flamengo", afirmou.

 

O treinador ainda falou que o time precisa recuperar a mística do Flamengo e não pode aceitar derrotas. "Foram dias difíceis. Com todo respeito a rivais difíceis, mas Flamengo tem que lutar para ganhar seus pontos. Essa é a mística que o Flamengo precisa recuperar. De ser mau perdedor, de não aceitar as derrotas e buscar metas grandes", disse.

 

Com o triunfo, o Flamengo chegou aos 46 pontos e subiu um degrau na tabela de classificação ocupando agora a sexta posição. Já o Bahia, caiu três colocações e encontra-se na 13ª com 35. Na próxima rodada, os flamenguistas visitam o São Paulo, no estádio do Pacaembu, na capital paulista, no domingo (22), às 16h no relógio baiano. No mesmo dia e horário, o Esquadrão de Aço fará o clássico Ba-Vi com o rival Vitória, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 06:45

Após críticas, Caíque solta o verbo: 'Ano que vem está aí, e o contrato acaba'

por Glauber Guerra

Após críticas, Caíque solta o verbo: 'Ano que vem está aí, e o contrato acaba'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O goleiro Caíque, do Vitória, “pegou ar”, por conta de críticas por parte da torcida, após o revés por 3 a 2 para o Atlético-PR, na última quinta-feira (19), no Barradão. O arqueiro insinuou que poderá deixar o clube após o encerramento do seu vínculo, que expira em outubro de 2018.

 

“Não vou falar nada. É difícil falar alguma coisa. Querem comparar meu tamanho, minha envergadura... Não sei se [a falta que originou o gol do Atlético-PR] foi da pequena área, não vi. O juiz marcou a falta, os caras cobraram rápido. O torcedor, um dia, aplaude; um dia critica, depois elogia. Só tenho 20 anos. Vai ser assim na minha vida. Independente disso, sou homem aqui dentro. E não tem idade certa. O dia em que eu errar, vou assumir. Um dia eles vão aplaudir, um dia vão falar. Pergunta ao professor do Sport [Vanderlei Luxemburgo] o que ele falou comigo aqui. Falam da minha envergadura... Mas o ano que vem está aí, e aí o contrato acaba”, disse, em entrevista à Rádio Itapoan FM.

 

Ainda visivelmente irritado, Caíque valorizou os elogios que recebeu de Vanderlei Luxemburgo e de Fabiano Soares, treinador do Atlético-PR

 

“Não sei o que falar. Eles são assim: com a minha altura, falam para sair do gol, dizem que sou arrojado, tenho elogio do Luxemburgo, do treinador do Atlético-PR, que me chamou e conversou comigo. Os caras veem meu tamanho e começam a falar... Uma bola que vem no gol, e a torcida começa a gritar para eu sair. Eu não treino assim. Se estão botando a culpa nas minhas costas, fazer o quê? Quem sou eu para falar? Eu sirvo ao Vitória. Os torcedores vão criticar um dia. No outro vão bater palma, como bateram palma no ano passado”, emendou.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 23:16

Carpegiani revela cobrança entre jogadores do Bahia no vestiário: 'Gosto disso'

por Ulisses Gama

Carpegiani revela cobrança entre jogadores do Bahia no vestiário: 'Gosto disso'
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

A goleada que o Bahia sofreu diante do Flamengo na noite desta quinta-feira (19) por 4 a 1 mexeu com os ânimos do elenco tricolor. Dentro de campo, o volante Renê Júnior e o zagueiro Tiago chegaram a discutir após um gol do rubro-negro. As cobranças não se resumiram ao gramado e foram para o vestiário, segundo o técnico Paulo Cézar Carpegiani, que lamentou o placar elástico, mas exaltou os atletas pelo "brio".

 

"Tivemos alguns problemas antes de saírem os gols. A saída do Vinícius descontrolou um pouco. Na minha opinião, o score foi dilatado para o que foi o jogo. Com relação a vitória, foi justa. Souberam se aproveitar da ingenuidade de um lance nosso. Um lateral nosso gerou escanteio. Conseguimos empatar, tivemos um relaxamento normal. Propiciamos um escanteio para o adversário e tínhamos uma jogada preparada para o Réver. Houve essa desatenção e isso foi cobrado dentro do vestiário. Gosto que tenha isso, depois dei um basta. Isso mostra que eles estão interessados", declarou.

 

"No vestiário teve exatamente isso e é saudável. Não quero que aceitem a derrota passivamente. O primeiro gol se originou de uma série de erros e aí teve o gol. A bola estava no nosso domínio e no segundo gol foi a mesma coisa", completou.

 

Durante a partida, a equipe protagonizou algumas chances perdidas, que poderiam mudar a história do jogo. Carpegiani destacou o fato de ter uma equipe jovem e pediu tranquilidade para a sequência da competição.

 

"Isso somente a sequência de jogos que dá experiência. Temos uma equipe muito jovem, que joga a 100 por hora. Queremos ter dez chances e decidir dez vezes. Temos que ter tranquilidade. Foi um score dilatado para o que foi o jogo. Aos 35 minutos, estava parelho. Com mérito do Flamengo. Doeu bastante porque o score não diz o que foi", explicou.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 22:55

Hernane lamenta revés e chances perdidas: 'O Bahia não pode perder assim'

por Ulisses Gama

Hernane lamenta revés e chances perdidas: 'O Bahia não pode perder assim'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

O atacante Hernane, que vem ficando no banco de reservas, foi importante para o Bahia marcar o seu único gol na goleada sofrida diante do Flamengo por 4 a 1 nesta quinta-feira (19), na Ilha do Urubu. Após o jogo, o camisa 9 comentou os minutos em que esteve em campo e lamentou mais uma derrota na competição.

 

"Meus minutos, eu acho que eu pude ajudar sofrendo o pênalti, mas não valeu de nada, porque na sequência tomamos a virada. No futebol, precisamos de ritmo. Graças a Deus aconteceu hoje. Enquanto eu estiver em campo, vou tentar ajudar. Infelizmente tomamos a virada com placar elástico, mas o Bahia é grande, e não pode perder assim. É difícil. Tivemos chances claras. Não fizemos. Isso resultou na derrota", disse, em entrevista á Rádio Metrópole.

 

Questionado sobre o clássico Ba-Vi do próximo domingo (22), Hernane afirmou que o torcedor tricolor precisa confiar na equipe que, para ele, está em evolução.

 

"O Bahia vem numa crescente, tinha três ou quatro partidas que não perdia. A maioria dos gols do Flamengo foram erros nossos, que não podem acontecer", pontuou.

 

Após o fim da invencibilidade de quatro jogos, o Bahia ocupa a 13ª posição da Série A, com 35 pontos.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 22:54

Vitória perde para time da Venezuela e dá adeus à Liga Sul-Americana

por Glauber Guerra

Vitória perde para time da Venezuela e dá adeus à Liga Sul-Americana
Foto: Maurícia da Matta/ Divulgação / Vitória

O Vitória está eliminado da Liga Sul-Americana de Basquete. Em confronto disputado nesta quinta-feira (19), no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador, o Leão perdeu por 82 a 69 para o Guaros de Lara, da Venezuela. O time visitante dominou o jogo do início ao fim e não deu brecha para o Rubro-negro baiano. Agora, a equipe comandada pelo técnico Régis Marrelli foca suas atenções na Copa Avianca, que servirá de preparação para o Novo Basquete Brasil (NBB). O torneio será disputado entre os dias 25 e 31 de outubro, em Belo Horizonte (MG).  Além do Leão estarão presentes o Flamengo, Botafogo, Vasco, Solar Cearense e Minas Tênis Clube.  No NBB, o Vitória estreia no dia 7 de novembro, contra a Liga Sorocabana, fora de casa. 

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 22:39

Após goleada, Renê Júnior avalia: 'Placar não diz o que foi o jogo'

por Ulisses Gama

Após goleada, Renê Júnior avalia: 'Placar não diz o que foi o jogo'
Foto: Rafael Ribeiro / Estadão Conteúdo

O placar de 4 a 1 que o Flamengo impõs sobre o Bahia na noite desta quinta-feira (19) não foi considerado justo pelo volante Renê Júnior, do Tricolor. Após a partida, o atleta destacou que a sua equipe conseguiu nivelar forças com o rubro-negro, mas acabou tendo erros cruciais para a derrota.

 

"A gente conseguiu igualar o jogo, mas tomou o segundo gol muito rápido. Erro nosso. Placar não diz o que foi o jogo. Mas domingo tem clássico. É descansar. Não falo só a parte defensiva. Foi o todo. Vacilamos. Sabemos que contra equipes qualificadas como o Flamengo não podemos dar essa bobeira", declarou, em entrevista ao Canal Premiere.

 

Com a derrota, o Bahia caiu para a 13ª posição, com 35 pontos. No próximo domingo (22), Paulo Cézar Carpegiani e seus comandados enfrentam o Vitória, na Arena Fonte Nova, pela 30ª rodada da competição nacional.

 Mancini rechaça mudar mando de campo e diz que 'Vitória vai ganhar no Barradão na marra'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O Vitória só venceu duas partidas no Barradão neste Campeonato Brasileiro em 13 jogos disputados. A última derrota foi nesta quinta-feira (19) por 3 a 2 para o Atlético-PR, válido pela 29ª rodada do certame nacional. Porém, o técnico Vagner Mancini rechaçou a possibilidade do time mudar o mando de campo para tentar mudar esse panorama.  Ele garante que o time voltará a vencer no Manoel Barradas, nem que seja na marra. “Isso seria aceitar uma fraqueza que não podemos. Já disse aos atletas. Muita gente me pergunta por que não muda o jogo. A gente não pode aceitar. Eu como técnico não posso aceitar. Vai ter que ganhar, nem que seja na marra. Hoje não ganhou, mas no próximo jogo vai ter que ganhar. Seria desprezível pedir para jogar fora sendo que o Barradão sempre foi uma grande dificuldade [para o adversário]. Isso está totalmente descartado. Para o técnico Vagner Mancini, vai jogar dentro do Barradão e vai ganhar dentro do Barradão”, decretou. O próximo compromisso do Vitória é em Salvador, mas fora de casa. O Leão vai pegar o arquirrival Bahia, domingo (22), às 16h, na Arena Fonte Nova. No Barradão, a equipe volta a campo somente no dia 29 de outubro, contra o Atlético-GO.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 22:13

Juninho Capixaba recebe o terceiro amarelo e está fora do Ba-Vi

por Ulisses Gama

Juninho Capixaba recebe o terceiro amarelo e está fora do Ba-Vi
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O técnico do Bahia, Paulo Cézar Carpegiani, terá um desfalque por suspensão para o clássico Ba-Vi do próximo domingo (22), na Arena Fonte Nova. Contra o Flamengo na noite desta quinta-feira (19), o lateral-esquerdo Juninho Capixaba recebeu o terceiro cartão amarelo. Com isso, Matheus Reis deve ser a primeira opção para o clássico. Armero, que se recuperou de lesão, treinou normalmente nos últimos dias e pode estar à disposição. Com a derrota por 4 a 1 diante do rubro-negro carioca, o Esquadrão de Aço caiu para a 13ª posição, com 35 pontos conquistados.

Histórico de Conteúdo