Terça, 14 de Novembro de 2017 - 20:12

Fachin notifica Seap para aplicar tornozeleira em Gustavo Ferraz e Job Brandão

por Bruno Luiz

Fachin notifica Seap para aplicar tornozeleira em Gustavo Ferraz e Job Brandão
Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Quase um mês depois de determinar o cumprimento de prisão domiciliar (leia aqui, aqui, aqui e aqui) o ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, notificou a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) para aplicar tornozeleiras eletrônicas no ex-diretor da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Gustavo Ferraz, e no ex-assessor do deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), Job Brandão. A informação foi confirmada ao Bahia Notícias pelo titular da pasta, Nestor Duarte. “Hoje eu recebi o pedido vindo de Brasília e já autorizei que as tornozeleiras sejam colocadas”, disse o secretário, nesta terça-feira (14). Ferraz foi preso acusado de ajudar o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), de quem é aliado, a esconder R$ 51 milhões encontrados em um bunker, localizado em Salvador. O peemedebista é apontado como dono da quantia milionária. No entanto, a prisão do ex-chefe da Codesal foi revogada por Fachin, que ordenou o cumprimento de prisão domiciliar, com monitoramento feito por tornozeleira. Na mesma decisão, o ministro também ordenou que Job, suspeito de participação caso do “bunker de Geddel”, fosse submetido ao mesmo regime de medidas cautelares que Ferraz.

Histórico de Conteúdo