Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 19:38

Quase 1700 sócios já votaram na eleição presidencial do Vitória

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Quase 1700 sócios já votaram na eleição presidencial do Vitória
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Com quase 20 minutos para o término da votação para presidente do Vitória, quase 1.700 sócios já participaram do pleito, que acontece nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão. A eleição, que começou pela manhã a partir das 8h, está sendo disputada por cinco candidatos. São eles: Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”. Para vencer no primeiro turno, o candidato precisa obter 50% + 1 do total de votos, caso contrário, o pleito será decidido no segundo turno, marcado para a próxima quarta-feira (20), no mesmo local.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 19:30

Alemanha pagará bônus de R$ 1,3 milhão a cada jogador pelo título da Copa de 2018

por Estadão Conteúdo

Alemanha pagará bônus de R$ 1,3 milhão a cada jogador pelo título da Copa de 2018
Foto: Reprodução / Site Oficial

A Federação Alemã de Futebol anunciou oficialmente nesta quarta-feira (13) que cada jogador da seleção nacional receberá um bônus de 350 mil euros (cerca de R$ 1,3 milhão) caso o país conquiste o título da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

A entidade informou que alcançou este acordo que servirá como motivação extra para os atletas defenderem o tetracampeonato obtido em 2014, no Brasil, antes de buscarem o penta em solo russo. Caso atinja este objetivo, a Alemanha vai se igualar à seleção brasileira como única a ganhar o Mundial por cinco vezes na história.

A DFB (sigla que identifica a Federação Alemã de Futebol) revelou também que só pagará bônus a partir da possível classificação às quartas de final, que valerá 75.000 euros (aproximadamente R$ 291 mil) a cada jogador. Já um avanço às semifinais renderá uma quantia extra de 125 mil euros (algo em torno de R$ 486 mil) para cada atleta, enquanto a ida para uma eventual decisão valerá no mínimo 200 mil euros (R$ 778 mil na cotação atual), mesmo se o time nacional amargar um vice-campeonato.

Em caso de derrota em uma possível semifinal, a Alemanha terá também como incentivo um bônus de 150 mil euros (cerca de R$ 583 mil) na luta pelo terceiro lugar da Copa, sendo que o triunfo em uma decisão valerá 350 mil euros. Ou seja, ao total, apenas em bônus, cada jogador da seleção poderá ganhar até 750 mil euros (algo em torno de R$ 2,9 milhões) pela somatória dos prêmios extras estipulados a partir da classificação às quartas de final.

Até hoje, apenas a Itália, com os títulos de 1934 e 1938, e o Brasil, com as taças de 1958 e 1962, ganharam dois Mundiais de forma consecutiva. Até por isso, o ex-jogador da Alemanha Oliver Bierhoff, hoje diretor esportivo da seleção do país, exaltou a importância de este bônus já ter sido definido com bastante antecipação.

"Isso nos dá a calma e a clareza necessárias antes do torneio para que possamos nos concentrar na tarefas esportivas. É um bom sinal quando jogadores estão apoiando este princípio (bônus) baseado em desempenho", afirmou o dirigente.

A Alemanha estará no Grupo F da Copa de 2018 e um sorteio realizado no último dia 1º, em Moscou, determinou que o México, a Suécia e a Coreia do Sul serão os três primeiros adversários da seleção comandada por Joachim Löw na competição.

 

Atleta perde consciência no final de maratona e rival a carrega até linha de chegada
Foto: Reprodução / YouTube

Uma cena emocionante marcou o fim da Maratona de Dallas, que aconteceu no último domingo (10), nos Estados Unidos. A psiquiatra Chandler Self, de 32 anos, liderava a corrida, mas a poucos metros do final teve um colapso e caiu no chão. Vindo logo em seguida, a estudante Ariana Luterman, de 17 anos, decidiu carregar a adversária, garantindo que ela passasse primeiro pela linha de chegada. Ao receber o auxílio dos voluntários presentes na maratona, Chandler questionou se havia ganhado a prova. Em entrevista ao site Mundo Desportivo, a psiquiatra explicou que não estava consciente no momento. "As minhas pernas começaram a falhar no quilómetro 39 e no 41 ficou pior. Creio que comecei a delirar no final, não sabia o que estava acontecendo”, contou. Já Ariana disse que a única coisa que passou por sua cabeça foi socorrer a adversária. “De maneira alguma iria começar a correr e deixá-la assim. Assim que chegámos à meta, simplesmente a empurrei para a frente para que fosse ela quem cruzasse a meta", garantiu. O vídeo do final da Maratona de Dallas viralizou nas redes sociais. Assista:

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 18:15

Após comunicado de descontinuidade no Bahia, Avancini publica carta à torcida

por Leandro Aragão

Após comunicado de descontinuidade no Bahia, Avancini publica carta à torcida
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

O agora ex-diretor de mercado do Bahia, Jorge Avancini, se pronunciou através de texto publicado nas redes sociais, nesta quarta-feira (13), sobre a não renovação do seu contrato com o clube. Em carta aberta direcionada à torcida do Tricolor, Avancini se disse "privilegiado por ter feito parte desse capítulo histórico" do clube. "Sou um privilegiado por ter feito parte desse capítulo histórico. Acrescento com orgulho ao meu currículo, feitos relevantes que somente enalteceram ainda mais a marca do Maior do Nordeste", escreveu. Avancini também citou o aumento do número de sócios do Bahia, que segundo ele, tinha 3,5 mil quando chegou ao clube em fevereiro de 2015. De acordo com o site oficial do clube, são mais de 15.800 associados, neste momento. "Como não se orgulhar do aumento de quase 400% do quadro social adimplente, tendo saído de 3,5 mil associados em dia em Fevereiro de 2015 para 16,4 mil em Dezembro de 2017, transformando esta receita na segunda mais importante do clube?", enalteceu. Confira o texto na íntegra:

 

CARTA ABERTA À INIGUALÁVEL TORCIDA DO ESPORTE CLUBE BAHIA

 

Respeito. Esta é a palavra que melhor expressa o que sinto neste instante de despedida.
Vivi intensamente os últimos três anos da minha vida e da minha carreira. Doei-me por completo ao Esporte Clube Bahia, esta respeitável e cativante instituição esportiva, de história ímpar e vencedora, que representa uma Nação perdidamente apaixonada, inigualável em todos os aspectos.
Deixo o clube com a sensação de dever cumprido. 
Regozijo-me por ter participado, de alguma forma, da reconstrução de um Gigante, que merece sempre o topo e a glória – e nada menos do que isso -, capitaneada por uma jovem e competente geração de dirigentes que, felizmente, sempre remou na direção contrária e não se contaminou com o jeito amador e político que alguns ainda insistem em fazer futebol no Brasil. Sou um privilegiado por ter feito parte desse capítulo histórico.
Acrescento com orgulho ao meu currículo feitos relevantes que somente enalteceram ainda mais a marca do Maior do Nordeste.
Como não se orgulhar do aumento de quase 400% do quadro social adimplente, tendo saído de 3,5 mil associados em dia em Fevereiro de 2015 para 16,4 mil em Dezembro de 2017, transformando esta receita na segunda mais importante do clube? Ou, ainda, por ter conseguido preencher – e manter -, por três temporadas, a belíssima e gloriosa camisa Tricolor estampando a marca de patrocinadores, até então afastados do Clube?
Ter contribuído para incrementar em mais de 180% as receitas de Marketing do Esporte Clube Bahia também me enche de alegria. Assim como ter feito o faturamento anual da área de Licenciamentos saltar de R$ 150 mil para mais de R$ 1 milhão, ter reorganizado o modelo de negócio das lojas do clube - que, agora, como deveria ter sido sempre, gera receita à instituição -, e ter colaborado para um orçamento bem maior, hoje, em comparação a 2014.
Como esquecer, ainda, ter indicado o Shakhtar Donetsk para o amistoso em 2015 e as duas pré-temporadas nos Estados Unidos ou das inusitadas ações pré-carnavalescas, de alto impacto para a exposição positiva da marca do clube – algo que, somente aqui, nesta Bahia de Todos os Santos, faz sentido (e bem pra alma!)? Impossível não guardar essas recordações com especial carinho!
Isso é tudo? Não. Houve mais. Muito mais. Mas, para o Esporte Clube Bahia e sua apaixonada Nação, o muito mais ainda é pouco. Sim, porque o gigantismo do Tricolor de Aço, que assim como a Boa Terra pulsa amor, alegria e vibração, só conhece e compreende quem o vivencia, com intensidade. 
Por três anos fui uma dessas pessoas. E, apesar da despedida, assim o serei para todo o sempre. Porque o Bahia e a Bahia estarão sempre guardadas no meu coração.
Sou mais feliz, hoje, por ter feito parte dessa história e dessa inimitável turma tricolor.
Obrigado Bahia! E Bora Bahêa Minha Porra!


Forte abraço,
Jorge Avancini

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 17:40

Real Madrid leva susto, mas vence Al Jazira e encara Grêmio na final do Mundial

por Felipe Rosa Mendes | Estadão Conteúdo

Real Madrid leva susto, mas vence Al Jazira e encara Grêmio na final do Mundial
Foto: Reprodução

Não foi a vitória que o Real Madrid esperava conquistar, mas foi o suficiente para garantir os favoritos na final do Mundial de Clubes da Fifa. Após sair atrás no placar e levar sustos, o time espanhol derrotou o Al Jazira por 2 a 1, nesta quarta-feira (13), em Abu Dabi, e confirmou a esperada final contra o Grêmio, nos Emirados Árabes Unidos.

Apesar das expectativas de goleada, o Al Jazira saiu de campo orgulhoso de sua atuação. O time da casa abriu o placar, com gol de Romarinho, e esteve perto de anotar o segundo, no começo da etapa final. Os sustos só acordaram o Real a partir dos 8 minutos, quando Cristiano Ronaldo empatou. Depois, Bale, saindo do banco de reservas, decretou a virada.

Com o triunfo, o time espanhol confirmou o duelo com o Grêmio, às 15 horas de sábado (horário de Brasília), em Abu Dabi. O time gaúcho avançou ao derrotar o Pachuca por 1 a 0, na terça, na prorrogação. Favorito, o Real Madrid busca o sexto título mundial da história - venceu também em 1960, 1998, 2002 (ainda sem a chancela da Fifa) e 2014 e 2016.

O time comandado pelo técnico Zinedine Zidane quer ainda o quinto título em seis torneios disputados no ano. Em 2017, o tradicional clube venceu o Campeonato Espanhol, a Liga dos Campeões da Europa e as Supercopas da Espanha e da Europa.

Poupando titulares na defesa e no meio-campo, como Sergio Ramos e Kroos, o Real Madrid começou tomando a iniciativa no ataque, como era de se esperar. Nos primeiros 20 minutos de jogo, só deu o time bicampeão da Liga dos Campeões da Europa. Foram chances em série, principalmente de Cristiano Ronaldo e Modric. Logo aos 2 minutos, o atacante já arriscava de fora da área, mandando por cima do travessão. Foi uma das raras chances em que o Real errou o alvo. Nas demais, o mérito foi todo do goleiro Ali Khaseif. Ele defendeu cabeçada à queima-roupa de Cristiano Ronaldo aos 4. E, aos 6, defendeu em cima da linha.

No minuto seguinte, Modric bateu rasteiro com perigo. O goleiro fez o desvio, a bola acertou o pé da trave e rebateu nas costas do goleiro, saindo pela linha de fundo. O mesmo croata finalizou forte de dentro da área, aos 19, e viu o goleiro cair no canto para fazer mais uma grande defesa. Sufocando o Al Jazira, o Real balançou as redes por duas vezes. Aos 23, Benzema cabeceou para as redes, mas o árbitro Sandro Meira Ricci anotou falta do companheiro no mesmo lance. Seis minutos depois, Casemiro dividiu por cima e a zaga do Al Jazira marcou contra.

O juiz brasileiro acabou se enrolando na marcação. Inicialmente, anulou o lance. Mas, logo em seguida, recuou e deu o gol, antes mesmo de acionar o árbitro de vídeo. Após soliciar a ajuda, assinalou impedimento e decidiu por anular o lance. Com posse de bola de até 70%, o Real exibia 17 finalizações no jogo, contra apenas três do time da casa. Mas os números favoráveis e as chances perdidas não alteraram o placar. E não impediram que o Al Jazira abrisse o placar aos 40 minutos, com o brasileiro Romarinho, ex-Corinthians.

Numa rápida investida sobre a desfalcada defesa madrilenha, Romarinho ganhou na disputa com Casemiro e, enfrentando a frouxa marcação de Varane, bateu colocado no canto esquerdo de Navas. Foi o segundo gol do brasileiro no Mundial - tem ainda uma assistência. O segundo tempo começou movimentado. Logo no primeiro minuto o Al Jazira disparou em novo contra-ataque, iniciado por Romarinho, e parou somente nas redes. A arbitragem, contudo, marcou o impedimento. Na sequência, o goleiro Ali Khaseif, maior destaque da partida até então, sentiu dores musculares e precisou ser substituído.

 

Sem o destaque do Al Jazira, o Real não teve problemas para empatar. Aos 8 minutos, Modric acionou, pela direita, Cristiano Ronaldo, que não perdoou dentro da área. Na sequência, o time espanhol retomou o domínio visto no primeiro tempo. E voltou a desperdiçar chances. Somente Benzema desperdiçou duas grandes chances ao acertar a trave, aos 20 e aos 23. O gol da virada veio com a entrada de Bale em campo. Aos 35 minutos, em jogada iniciada por Marcelo, o atacante aproveitou sobra na área e bateu para o gol. Cristiano Ronaldo, na pequena área, ainda tentou completar de calcanhar, mas a arbitragem anotou o gol para Bale mesmo.

Nos minutos finais, o Real não teve qualquer problema para administrar a pequena vantagem no placar, sem levar mais sustos na defesa.

FICHA TÉCNICA:
REAL MADRID 2 x 1 AL JAZIRA
GOLS - Romarinho, aos 40 minutos do primeiro tempo. Cristiano Ronaldo, aos 8, e Bale, aos 35 minutos do segundo tempo.
CARTÃO AMARELO - Ali Ayed.
ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (Fifa/Brasil).
RENDA - Não disponível.
PÚBLICO - 36.650 pagantes.
LOCAL - Estádio Zayed Sports City, em Abu Dabi (Emirados Árabes Unidos).

REAL MADRID - Navas; Achraf, Nacho Fernández, Varane e Marcelo; Casemiro, Kovacic (Lucas Vázquez), Modric e Isco (Asensio); Cristiano Ronaldo e Benzema (Bale). Técnico: Zinedine Zidane.

AL JAZIRA - Ali Khaseif (Al Senani); Musallem Fayez, Ali Ayed, Alhammadi (Eissa Mohamed), Fares Juma e Salim Rashid; Mohamad Al Attas, Yaqoub Al Hosani (Ahmed Rabia) e Boussoufa; Romarinho e Ali Mabkhout. Técnico: Henk Ten Cate.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 17:32

Torcedora símbolo do Vitória vibra com poder de voto: 'Posso mudar a vida do meu time'

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Torcedora símbolo do Vitória vibra com poder de voto: 'Posso mudar a vida do meu time'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Torcedora símbolo do Vitória, Rosicleide Aquino marcou presença nas eleições presidenciais do clube que estão sendo realizadas realizada nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão. A votação está marcada para se encerrar às 20h. Ela conversou com a reportagem do Bahia Notícias. "Para mim é muito emocionante vir votar e saber que eu posso mudar a vida do meu rubro-negro. Sou grata à todos eles que estão aqui representando, fazendo o meu Vitória ser grande", vibrou. "Não precisamos de amadores. Precisamos de um presidente que já saiba agilizar tudo e tenha jogo de cintura", disse ela que confessou votar na chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, do candidato a presidente Manoel Matos. "É o melhor candidato, é experiente e precisa do nosso apoio", finalizou. O candidato de Rosicleide está disputando a presidência do clube com Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 17:02

Nome de torcedor não aparece na lista e eleitor fica impedido de votar

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Nome de torcedor não aparece na lista e eleitor fica impedido de votar
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Sem conseguir votar, Mário César Silva de Jesus, sócio desde 2015, criticou a organização das eleições do Vitória. A votação está sendo feita nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão, e irá até às 20h. "Meu nome não está lista e eles disseram que eu deveria ter verificado isso antes, mas só que eu pago meu título de sócio à vista. Aí eu chego agora e meu nome não está na lista. Disseram para eu ir ao prédio do Capemi, para resolver lá, mas na verdade está todo mundo aqui na votação", reclamou. Mário alega que o plano dele é válido até o dia 17 de março de 2018. Segundo ele, ninguém está conseguindo resolver o problema e, por isso, acredita que ficará sem votar no pleito. A disputa presidencial do Leão está entre os candidatos Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 16:30

Adhemar Lemos Júnior elogia Matos, mas não faz prevê turno para definir presidente

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Adhemar Lemos Júnior elogia Matos, mas não faz prevê turno para definir presidente
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Apoiando a chapa do candidato à presidência do Vitória, Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, o ex-presidente Adhemar Lemos Júnior elogiou o presidenciável justificando ser o melhor nome para dirigir o clube em 2018. A votação para presidente do Leão acontecerá até às 20h desta quarta-feira (13) e estão sendo realizadas no estacionamento do Barradão. "Manoel Matos é uma pessoa infinitamente mais equilibrada, mais conhecedora, mais gestor e que uniu uma boa parte do Vitória. O Vitória só cresceu na vida quando teve união, que significa vitórias. Nós então unimos três ex-presidentes para apoiar o nome que achamos que é o melhor para dirigir o Vitória e consertar o estrago que foi feito não só no primeiro semestre, bem como no segundo de 2017", afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. Questionado se o pleito será definido no primeiro turno, Adhemar disse que é muito difícil prever. "Não dá. Eu sinto pelos contatos, pelas pessoas que nos procuram que a nossa chapa está na frente. Mas não dá para saber se estamos bem na frente, que dê para ganhar no primeiro turno ou se vai caber o segundo turno, mas estamos bem posicionados. Vamos torcer e tenho certeza que o bom senso vai prevalecer", falou. A disputa presidencial tem como candidatos, além de Manoel, Matos, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”. O ex-mandatário ainda disse gostar do modelo de votação com primeiro e segundo turnos. "Eu gosto, acho que evita surpresas e que pessoas não caiam de paraquedas aqui no Vitória".

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 16:25

Comissão eleitoral do Vitória proíbe carro de som no entorno do Barradão

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Comissão eleitoral do Vitória proíbe carro de som no entorno do Barradão
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

A comissão eleitoral do Vitória decidiu em conjunto com os representantes das chapas proibirem carro de som no entorno do Barradão, nesta quarta-feira (13). No estacionamento da praça esportiva está acontecendo à votação para presidente do clube, prevista para ser encerrada às 20h. Alguns candidatos estavam com carro de som e mini trio elétrico. O pleito presidencial está sendo disputado por Manoel Matos, Raimundo Viana, Ricardo David, Tiago Ruas e Gilson Presídio. O presidente eleito comandará o clube até o final de 2019.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 15:55

Fábio Mota revela que será candidato a presidente do Vitória na próxima eleição

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Fábio Mota revela que será candidato a presidente do Vitória na próxima eleição
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Advogado e rubro-negro, Fábio Mota, secretario municipal de Mobilidade Urbana (Semob), compareceu à votação para presidente do Vitória nesta quarta-feira (13). O pleito é realizado no estacionamento do Barradão. Mota exaltou o momento democrático do Leão, mas lamentou a crise vivida pelo clube. "Hoje é um momento de felicidade e alegria, pelo tanto que nós lutamos por esse momento democrático no Vitória. Depois de mais de um século, é a primeira vez que o sócio torcedor tem direito de escolher o presidente. Tampão ou não, será eleito com o voto do sócio torcedor", disse em entrevista ao Bahia Notícias. "Evidente que é um momento preocupante, de crise. Nós terminamos o Campeonato Brasileiro (de 2016) em 16º, passou-se um ano e continuamos em 16º. Ou seja, foram vários equívocos e várias ações que levaram o Vitória a esse momento. Então, acho que agora está na hora da experiência. Acho que o Vitória não está na hora de um salvador da pátria, ninguém vai tirar o Vitória do caos que se encontra hoje. E sim, pessoas experientes e que se unam pro bem do clube, que consigam estabilizar o clube e depois, aí sim, dar o grande salto", continuou ele, que ainda declarou o seu voto para Manoel Matos. O mandato do presidente eleito neste pleito terá a duração de dois anos e a próxima eleição será em dezembro de 2019, quando Fábio Mota deve ser candidato. "Eu fui convidado, acho que por todos os grupos, e até agradeço, mas estou num momento que tenho um compromisso e para ser presidente tem que estar exclusivamente para o Vitória. Estou num momento em que tenho deveres a serem cumpridos pelos compromissos administrativos como gestor público que assumi. Eu preciso concluir isso e aí sim, quem sabe... Nunca escondi de ninguém que tenho vontade de ser candidato. Na próxima eleição vou colocar meu nome como candidato", declarou. Nas eleições desta quarta, cuja votação se encerra às 20h, Mota crê que terá segundo turno. "É uma eleição muito disputada, voto a voto. Esperava que não tivesse segundo turno, porque o futebol desse clube urge por reforços e na primeira quinzena de janeiro já começam as competições", afirmou. "Acho que teremos segundo turno entre Manoel e David", finalizou. Além dos dois candidatos, Raimundo Viana, Tiago Ruas e Gilson Presídio estão no páreo pela presidência do Leão.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 14:30

'Analisei os candidatos e fiz a opção por Raimundo Viana', diz Silvoney Sales 

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

'Analisei os candidatos e fiz a opção por Raimundo Viana', diz Silvoney Sales 
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Conselheiro vitalício do Vitória, médico e ex-vereador Silvoney Sales justificou o apoio ao candidato à presidência Raimundo Viana, da chapa "Amor de Leão”. As eleições rubro-negras estão sendo realizadas nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão. "Eu tive opções. Uma seria como candidato, mas se houvesse um consenso e isso é difícil nessas horas. Então, me recolhi. E conversando com os candidatos, eu analisei com muita calma e fiz a opção por Raimundo Viana", declarou em entrevista do Bahia Notícias. Viana está disputando o comando do Leão com Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”. Silvoney também falou sobre a questão da desunião no cenário político do clube. "Faltando agora, depois da eleição, eles devem se sentar e definir as estratégias para levar o Vitória a uma conciliação melhor. Eleição é isso mesmo, tem discussão, boca de urna, tem tudo isso. Mas depois haveremos de sentar todos, me coloco à disposição disso, para que possa haver uma conciliação", disse. O conselheiro vitalício ainda comentou o processo democrático da eleição do Vitória. "É isso que vai dar uma revitalização ao clube. Antigamente existia a eleição e 20 sócios apareciam para votar, hoje vão ter 2 mil, por exemplo. É uma mudança muito importante, todo mundo agora é responsável", falou. Vale lembrar que as votações se encerram às 20h.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 13:45

Matos avalia campanha e afirma: 'Temos grandes chances de sair vencedores'

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Matos avalia campanha e afirma: 'Temos grandes chances de sair vencedores'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Após depositar o seu voto na urna eleitoral, o candidato à presidência do Vitória, Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, fez uma avaliação da campanha até o momento. O pleito presidencial do Leão acontece nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão. "No momento, nossa avaliação é muito positiva. Nós temos uma campanha de 12 dias desde quando fizemos o lançamento. Estamos recebendo muito apoio, principalmente porque as pessoas consideram que a união e experiência desse grupo vai nos trazer um conforto para fazer a governabilidade do clube. Nesse momento, temos que unir o clube, temos que colocar experiência e não fazer aposta. Acho que nossa candidatura representa isso. No momento de chegada, nossa candidatura chegou muito bem e nós acreditamos que as eleições se encerram hoje", afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. A chapa tem o apoio dos ex-presidentes Alexi Portela e Paulo Carneiro. Matos acredita que a chapa “Vitória Unido, Vitória Forte” sairá triunfante já neste primeiro turno. "É um colégio eleitoral pequeno. Se fala aí em 2.700 mil pessoas, mas que devem votar entre 1.800 a 2 mil pessoas, se é que vai votar todo mundo. Como esse eleitor está acompanhando os debates, as propostas, vivenciando o que está acontecendo no clube e pelo que se apresenta no momento, nós temos grandes chances de hoje sair vencedores", declarou. "Não estamos pensando no segundo turno, neste momento. Se não formos vencedores hoje, a gente vai ver quem é que vai compor o turno e vamos conversar com as pessoas que poderão participar mais ainda desta união e trazer mais experiência para o grupo", completou. Manoel Matos está disputando a corrida presidencial com Raimundo Viana, Ricardo David, Tiago Ruas e Gilson Presídio. A votação se encerra às 20h.

Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 13:25

'Espero que o novo presidente do Vitória consiga unir o clube', diz Alexi Portela

por Glauber Guerra / Ulisses Gama / Leandro Aragão

'Espero que o novo presidente do Vitória consiga unir o clube', diz Alexi Portela
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Apoiando a chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, que tem como candidato a presidente Manoel Matos, o ex-presidente do Vitória e atual mandatário da Liga do Nordeste, Alexi Portela esteve presente no estacionamento do Barradão onde acontece a eleição à presidência do Leão, nesta quarta-feira (13). Após deixar o seu voto, Portela conversou com a reportagem do Bahia Notícias. "Vim exercer meu voto. A partir de amanhã, se tivermos um novo presidente, que tenhamos união no clube. Claro que cada um defende suas ideias, mas espero que o novo presidente do Vitória consiga unir o clube”, afirmou. Ele ainda lamentou o fato do Vitória ter tido quatro presidentes em quatro anos. "Vejo com tristeza (quatro presidente em quatro anos). Isso mostra que a gente não está preparado para exercer o voto. Precisamos fazer isso de maneira mais consciente, elegendo pessoas com condições". Sobre a união com o também ex-presidente do clube, Paulo Carneiro, que faz da chapa de Matos, ele falou que a torcida pelo Vitória supera as desavenças passadas. "Às vezes recebemos críticas porque estamos juntos. Acho que todos são Vitória e temos que aproveitar o melhor de cada um, independente de posições", disse. A votação do pleito vai até às 20h. Além de Manoel Matos, concorrem à presidência do clube Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 12:35

Diego Cerri diz 'não' ao Santos e seguirá na direção de futebol do Bahia

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

Diego Cerri diz 'não' ao Santos e seguirá na direção de futebol do Bahia
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Publicado inicialmente pelo GloboEsporte.com e confirmado pelo Bahia Notícias, Diego Cerri disse 'não' à proposta do Santos, nesta quarta-feira (13), e seguirá como diretor de futebol do Bahia. Cerri foi procurado pela reportagem do BN e afirmou que vai continuar no Esquadrão de Aço em 2018. Ele chegou ao Fazendão em 2016 e antes de ser promovido a diretor, foi gerente de futebol do clube, desde a saída de Nei Pandolfo. A maior conquista do Tricolor neste ano foi a Copa do Nordeste. Eleito presidente no pleito realizado no último sábado (9), Guilherme Belintani confirmou Diego Cerri continua no Bahia.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 12:29

Agenor Gordilho comenta eleição e lamenta saída do Vitória: 'Gostaria de fazer mais'

por Glauber Guerra / Ulisses Gama

Agenor Gordilho comenta eleição e lamenta saída do Vitória: 'Gostaria de fazer mais'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Com as licenças tomadas e a renúncia de Ivã de Almeida, o Vitória foi guiado por Agenor Gordilho nos últimos meses. Com a eleição do clube realizada nesta quarta-feira (13), o dirigente passa o bastão para um dos cinco candidatos que brigam pelo cargo máximo no clube. Presente no pleito, Agenor lamentou a sua saída do clube, afirmando que queria continuar o seu trabalho. Apesar da retirada, ele garante que vai continuar presente na vida do Rubro-negro. "Eu fiz o que os conselheiros e sócios determinaram. Queria completar meu mandato e gostaria de fazer muito mais pelo clube. Não me deixaram, paciência. Vou cuidar de minha vida, de meus netos, e vou continuar na arquibancada torcendo. Não pedi para sair, anteciparam a minha saída. Vim para ficar e não vim para sair", disse. Gordilho valorizou a democracia dentro do Leão e valorizou a harmonia entre todas as chapas. "Feliz da vida que está transcorrendo com normalidade e harmonia entre as chapas. A democracia veio para ficar e é isso que nós queremos. Queremos o Vitóira de primeira, na primeira divisão. Aquele que ganhar a eleição estarei de sala aberta para receber", indicou. A eleição do clube se iniciou às 8h (horário de Salvador) e terá fim às 20h.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 12:25

Ricardo David demonstra otimismo em ganhar a eleição do Vitória no 1º turno

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Ricardo David demonstra otimismo em ganhar a eleição do Vitória no 1º turno
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Bastante otimista, o candidato à presidência do Vitória, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", disse vai ganhar a eleição do clube no primeiro turno. O pleito está sendo realizado nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão. "Estou com a mão coçando! Minha caneta está tremendo para começar a trabalhar! Eu chego aqui amanhã, às 8h, para dar um novo rumo à esse Vitória", cravou em entrevista ao Bahia Notícias, após depositar o seu voto na urna. O candidato ainda prometeu manutenção dos atletas mais cobiçados, os atacantes David e Santiago Tréllez, no elenco de 2018. "Nenhum atleta sairá do Vitória desde que esteja nos nossos planos. Para adiantar, David e nem Tréllez sairão do Vitória. Se depender de mim, como presidente, eles não sairão. Tenho certeza que eles fazem parte dos planos de Mancini para 2018 e quem quiser levá-los terá muito trabalho", declarou. A votação, que começou desde as 8h, vai até às 20h. Além de Ricardo David, também estão no páreo Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 12:05

Raimundo Viana vê eleição limpa no Vitória: 'Sem ofensas'

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Raimundo Viana vê eleição limpa no Vitória: 'Sem ofensas'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Candidato a presidente Vitória, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, acredita que as eleições do clube serão definidas no segundo turno. O pleito acontece nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão. "Não acredito que será decidida no primeiro turno. Acho que vai ter segundo turno", apostou em entrevista ao Bahia Notícias. Viana ainda exaltou a democracia do clube e elogiou o bom comportamento dos candidatos. "Me sinto muito feliz em ver o Vitória realizar essa eleição diretamente com o sócio do clube sem agressões, sem ofensas, sem nível baixo, mostrando que a nossa instituição é cada vez mais forte. O Vitória está acima de tudo. Ninguém torce para presidente ou diretor, a gente torce para o Vitória", declarou. Raimundo Viana disputa o cargo máximo do Leão com Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”. A votação vai até às 20h.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 11:25

Eleição do Vitória: Viana e Ricardo David fazem corpo a corpo

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Eleição do Vitória: Viana e Ricardo David fazem corpo a corpo
Fotos: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Os candidatos à presidência do Vitória, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, e Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", realizam corpo a corpo próximo do local de votação. O pleito acontece no estacionamento do Barradão, nesta quarta-feira (13). Os dois conversam com eleitores e buscam convencer os indecisos. Além deles, também concorrem ao cargo máximo do Leão, Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”, e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”. Dos cinco, apenas Presídio já votou até o momento. A votação do Vitória se encerra às 20h.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 11:10

Candidato a presidente, Gílson Presídio explica o motivo do seu filho ser o vice

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Candidato a presidente, Gílson Presídio explica o motivo do seu filho ser o vice
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Por ter tido problemas com a inscrição do antigo vice-presidente, o candidato a presidente do Vitória, Gilson Presídio, colocou o seu filho como vice, na chapa "Democracia Vitoriana". Após votar na urna, Presídio explicou a contradição à reportagem do Bahia Notícias. "Na verdade, eu recorri da posição da comissão eleitoral, porque o estatuto é contraditório. O artigo oitavo diz que todo mundo que tem 18 meses (de associado) pode votar e ser votado. E no artigo seguinte, nas exigências para presidente, aumenta essa exigência para 36 meses. Então, existe essa contradição dentro do mesmo diploma. E a argumentação deles foi que um artigo regulamenta o outro. Sinceramente, eu sou bacharel em Direito, não entendo como um artigo regulamenta o outro. Até onde eu sei a regulamentação é de toda uma norma e não de um artigo. Mas enfim, é jurídica a discussão e eu deixei pra lá. Como a maioria que me acompanha não tinha esse tempo e meu filho tem...", explicou. O pleito está sendo realizado nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão. Além de Gílson Presídio, também estão na disputa Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente" e Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer”. A votação se encerra às 20h.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 10:45

Epifânio Carneiro prega união no Vitória: 'Fiz de tudo para evitar esse racha'

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Epifânio Carneiro prega união no Vitória: 'Fiz de tudo para evitar esse racha'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Ex-vice presidente do Vitória, Epifânio Carneiro pregou a união no Vitória, durantes as eleições presidenciais no clube, que acontecem nesta quarta-feira (13). O pleito está sendo realizado no estacionamento do Barradão, em Salvador. "Esse é realmente um momento muito importante na vida do clube, principalmente diante dos outros fatos. Eu até fiquei nervoso na hora de votar e a gente fica torcendo para que aconteça o melhor com o clube. E que depois dessa eleição o Vitória volte a se unir, porque isso é o que mais me preocupa no momento. O Vitória está muito dividido hoje e isso não leva a nada, enfraquece a instituição", declarou em entrevista ao Bahia Notícias. Ele ainda lamentou o fato do Vitória ter tido quatro presidentes em quatro anos. "É exatamente esse fato que mais me entristeceu. Eu até fiquei afastado e desde a última eleição fiz de tudo para evitar esse racha no clube. Foi o meu trabalho principal, mas infelizmente não consegui. Existem as vaidades humanas que a gente tem que respeitar, porque todos nós temos nossos defeitos e falhas. Mas isso trouxe um prejuízo muito grande ao clube, porque não existe uma continuidade no trabalho. São mudanças repentinas e é o clube que perde com isso em todos os sentidos", disse. "Eu espero que desta vez as pessoas se conscientizem das suas responsabilidades e procurem acima de tudo colocar a instituição em primeiro lugar e não as suas vaidades", completou. O pleito se encerra às 20h e o cargo de presidente está sendo disputado por: Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer” e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 10:15

Walter Seijo destaca a importância do aumento do número de sócios no Vitória

por Glauber Guerra / Leandro Aragão

Walter Seijo destaca a importância do aumento do número de sócios no Vitória
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Presente na votação para novo presidente do Vitória, que acontece nesta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão, o ex-vice presidente do clube, Walter Seijo, defendeu o aumento no número de sócios do clube que tenham direito a voto no pleito. "Isso é um avanço, o Vitória dá uma demonstração de grandeza. São cinco candidatos em eleição direta e não pode ser de outra maneira, tem que ser assim. O dono do clube é o sócio e é ele quem vai decidir o seu destino. Eu lamento que nessa festa cívica muito importante, o espírito de associatividade ainda seja muito pequeno. As pessoas ainda não perceberam a importância de ser sócio, de participar da vida do clube de forma efetiva, não simplesmente num dia de eleição. Um colégio eleitoral com 3 mil sócios em condições de votar é muito pouco. O Vitória já deveria ter em torno de 25 mil. Precisa saber o que as pessoas querem para se tornar sócios e levar esse desejo a encontro do torcedor. Um clube como Vitória que tem 2,5 a 3 milhões de torcedores no Brasil inteiro não pode ter 3 mil sócios em condições de votar. Isso é muito importante e você só vai conseguir isso quando tiver um clube que atraia o seu sócio e esse é um trabalho importante a ser feito pelo próximo presidente", destacou em entrevista ao Bahia Notícias. Para ter direito a voto, o sócio precisa ter 18 meses de associação. Seijo apoia a chapa Vitória Unido, Vitória Forte, encabeçada pelo candidato à presidente Manoel Matos e vice Lucas Brandão.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 10:05

Eleitor celebra primeira eleição direta no Vitória: 'Muito bom'

por Glauber Guerra / Ulisses Gama

Eleitor celebra primeira eleição direta no Vitória: 'Muito bom'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Esta quarta-feira (13) é histórica para os 118 anos do Esporte Clube Vitória. No Barradão, os sócios do clube realizam a primeira eleição direta para presidente. Um desses eleitores é Valter Amoedo, de 78 anos, que celebrou a democracia no Leão e citou os esforços do filho Leonardo Amoedo, ex-diretor de Controle e Planejamento do Rubro-negro. "Meu filho Leonardo Amoedo lutou muito para ter isso e conseguiu. Muito bom e conseguiu limpar algumas coisas. Todos os candidatos são espetaculares, só não voto na chapa de Paulo Carneiro. Votei em Raimundo Viana. Acredito que terá o segundo turno", indicou. O pleito teve início às 8h (horário de Salvador) e terá fim às 20h.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 09:45

Jorginho Sampaio projeta segundo turno na eleição do Vitória: 'Vai ser muito parelho'

por Ulisses Gama / Glauber Guerra

Jorginho Sampaio projeta segundo turno na eleição do Vitória: 'Vai ser muito parelho'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Ex-presidente do Vitória e ex-assistente do departamento de futebol na gestão Ivã de Almeida, Jorginho Sampaio acredita que a eleição do clube, que ocorre nesta quarta-feira (13), no Barradão, será marcada pelo equilíbrio. O antigo dirigente do Leão, que apoia Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, projeta um segundo turno. "Eu sinto, de forma empírica, que vai ser muito parelho. Acho que vai dar segundo turno, mas acredito muito na nossa coalizão de líderes rubro-negros. É a experiência e a juventude com Manoel e Lucas. Acho que viremos para a briga na semana que vem", disse, em entrevista ao Bahia Notícias. Sampaio destacou a democracia do clube, apesar de não ver o momento ideal, já que o pleito só ocorre porque o clube ficou sem mandatário com a renúncia de Ivã de Almeida. "É um momento muito importante. Ainda não é o momento ideal. É um momento de transição, mas estamos caminhando a passos largos para uma democracia plena, uma eleição direta, com Conselho proporcional, mas é muito bacana. Estou presente para votar e levar o Vitória para grandes momentos. Estou apoiando Manoel Matos, a gente entende que vai recuperar o Vitória do momento que ele passa", explicou.

Bahia pede ao Corinthians três atletas e uma quantia por Juninho Capixaba, diz site
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Após perder o lateral-esquerdo Guilherme Arana para o Sevilla, o Corinthians vê Juninho Capixaba como um bom substituto e as conversas com o Bahia estão avançando. No entanto, a nova diretoria executiva do Esquadrão de Aço, eleita no último sábado (9), fez exigências consideradas altas pela cúpula do clube paulista. O Tricolor pediu uma quantia em dinheiro e mais o empréstimo de três jogadores por 80% dos direitos econômicos do atleta, de 20 anos, que tem contrato com o clube baiano até 2019.

 

Os pedidos iniciais do Bahia foram o atacante Lucca, o meia-atacante Marlone e o goleiro Douglas Friedrich, que retornam ao Timão após empréstimos para Ponte Preta, Atlético-MG e Avaí, respectivamente. Porém, os paulistas não aceitaram incluir esses atletas na negociação. Uma nova rodada de negociação deve acontecer nos próximos dias. Caso, a transferência de Juninho Capixaba para o Parque São Jorge se concretize, o Corinthians deverá negociar Moisés e Marciel em 2018.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 08:52

Com urnas abertas, eleitores começam a votar na eleição do Vitória

por Glauber Guerra / Ulisses Gama

Com urnas abertas, eleitores começam a votar na eleição do Vitória
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Com as urnas abertas na eleição do Vitória, os eleitores Rubro-negros deram início a votação na manhã desta quarta-feira (13), no estacionamento do Barradão. O pleito do Leão, que vai eleger um novo presidente, começou às 8h e terá fim às 20h. São cinco os candidatos ao cargo máximo do clube: Manoel Matos, da chapa “Vitória Unido, Vitória Forte”, Raimundo Viana, da chapa “Amor de Leão”, Ricardo David, da chapa "Ricardo Presidente", Tiago Ruas, da chapa “Modernizar Para Vencer” e Gilson Presídio, da chapa “Democracia Vitoriana”. A nova eleição do clube acontece depois da renúncia de Ivã de Almeira, entregue no final do mês passado.

Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 08:45

Tiago Ruas crê em ida ao segundo turno: 'Nossas propostas foram bem aceitas'

por Glauber Guerra / Ulisses Gama

Tiago Ruas crê em ida ao segundo turno: 'Nossas propostas foram bem aceitas'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Candidato à presidência do Vitória pela chapa “Modernizar Para Vencer”, Tiago Ruas confia que pode ir ao segundo turno do pleito. Segundo o postulante, as suas propostas de campanha foram bem aceitas pelo torcedor rubro-negro, apesar do pouco tempo para trabalhar. Segundo ele, o seu grupo iniciou o projeto após o fim do Campeonato Brasileiro. "A expectativa é a melhor possível. Apesar do pouco tempo para trabalhar durante a campanha, o torcedor do Vitória me recebeu bem. Nossas propostas foram bem aceitas e a gente tem uma expectativa boa de ir para o segundo turno. Sei que o torcedor do Vitória esteve atento ao processo eleitoral e vai saber escolher o melhor. O número hoje é 55", disse, em entrevista ao Bahia Notícias. A eleição do clube se iniciou às 8h (horário de Salvador) e terá fim às 20h.

Estatuto da FBF é alterado em Assembleia Geral Extraordinária
Foto: Divulgação / FBF

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada na última terça-feira (12), a Federação Bahiana de Futebol aprovou, por unanimidade, mudanças no seu Estatuto. A reunião aconteceu na sede da entidade. Todos os filiados em pleno gozo dos seus direitos foram convocados. Estiveram presentes sete dos dez clubes da Série A do Campeonato Baiano, sendo que os faltosos justificaram suas ausências. Além de diversos clubes da Série B como Atlético de Alagoinhas, Ypiranga e PFC-Cajazeiras, e dezenas de Ligas Municipais de todas as regiões do estado.

 

Dentre as mudanças, os mandatos de presidente e vice-presidente passarão a ser de quatro anos, com possibilidade de uma única reeleição. A alteração da regra de eleição e reeleição do mandado já era esperada, devido a uma das exigências da Medida Provisória (MP), que refinancia dívidas fiscais dos clubes, federações de futebol e a CBF, com a União, sancionada pela ex-presidenta Dilma Rousseff e publicada no Diário Oficial da União do dia 5 de agosto de 2015.

 

Confira as demais alterações do novo estatuto:

- Os atletas profissionais passarão a ter direito a voz e voto nas Assembleias Administrativas e Eletivas e Conselhos Técnicos da FBF. Um atleta profissional com contrato em vigor na Série A do Baianão será escolhido pelos dez clubes da Série A para representar toda a classe. O atleta representante terá direito a um voto.
 
- A distribuição de votos para Assembleias Eletivas foi mantida. Cada Liga Municipal de futebol não profissional tem direito a um voto. Já para os clubes profissionais são garantidos de 3 a 6 votos.
 
- A Normas Gerais de Competição da FBF foram revogadas. A partir de agora, todas as competições da entidade serão reguladas pelo Regulamento Geral de Competições da CBF.
 
- Os departamentos Técnico, Intermunicipal e de Futebol Feminino passam a ser integrados a um único departamento, a Diretoria de Competições.

Perícias contestam versão da Odebrecht sobre superfaturamento de obras
Foto: Divulgação / Odebrecht

Ao menos 15 perícias oficiais de tribunais de contas e da Polícia Federal contradizem a versão do grupo Odebrecht e de seus executivos de que não houve superfaturamento de obras incluídas no acordo de delação premiada assinado junto ao Ministério Público. Segundo levantamento realizado pelo jornal Folha de S. Paulo, as irregularidades indicadas nos laudos periciais somam mais de R$ 10 bilhões, o que supera a indenização a ser paga até 2022 pela companhia, no valor de R$ 6,8 bilhões. O levantamento se debruçou sobre mais de 76 mil páginas de documentos entregues pelos executivos da empresa à Justiça, que cita ao menos 60 obras públicas nas quais foi identificado o superfaturamento. Estão entre elas a Arena Fonte Nova (R$575 milhões de superfaturamento); Hidrelétrica de Belo Monte (R$ 5,04 bilhões); a Refinaria Abreu e Lima (R$ 2,2 bilhões); o Estádio do Maracanã (R$ 198,5 milhões); e a Arena Pernambuco (R$ 81 milhões). A Odebrecht assume que pagou propinas a agentes públicos e políticos ligados a esses projetos, mas nega superfaturamento de obras, afirmando que os valores se destinaram somente a garantir que a companhia ganhasse as licitações e que os contratos fossem cumpridos regularmente. Em nota, a Odebrecht afirmou que "a qualidade e a eficácia da colaboração da Odebrecht vêm sendo confirmadas dia a dia e têm sido instrumento valioso para a ação da Justiça" e que os montantes apontados pelas perícias "são preliminares e atrelados aos montantes globais dos respectivos contratos, não correspondendo às participações da Odebrecht em cada um deles". 

Terça, 12 de Dezembro de 2017 - 21:55

Em formato de agradecimento, Bahia anuncia que Avancini não segue na diretoria

por Ulisses Gama

Em formato de agradecimento, Bahia anuncia que Avancini não segue na diretoria
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

O Bahia começa a fazer alterações internas durante o seu processo de transição de presidentes. Através de comunicado publicado no site oficial do clube na noite desta terça (12), o Esquadrão de Aço anunciou que o diretor de mercado Jorge Avancini não permanece no clube. O anúncio se deu em forma de agradecimento pelos serviços prestados ao Tricolor. “Avancini, desde a sua chegada, deu ao Bahia credibilidade no mercado e atraiu patrocínios. Com sua equipe, iniciou o trabalho de CRM e modelou o plano de sócios, principal receita do Bahia, após as cotas de TV”, declarou Marcelo Sant'Ana, ainda presidente, ao site oficial do clube. O mesmo comunicado também agradeceu a Marcelo Barros, que anunciou a sua saída do cargo de diretor financeiro no último sábado (9). Avancini, que também passou pelo Internacional, chegou ao Bahia com a ousada meta de ter 50 mil associados. No entanto, de acordo com o site oficial nesta terça, o Esquadrão de Aço dispõe de 15 mil sócios.

Terça, 12 de Dezembro de 2017 - 20:55

Copa Ipiranga sub-20: Bahia leva três gols do São Paulo e está eliminado

por Ulisses Gama

Copa Ipiranga sub-20: Bahia leva três gols do São Paulo e está eliminado
Foto: Divulgação / EC Bahia

O Bahia está eliminado da Copa Ipiranga sub-20. No campo do SESC-RS, o Esquadrãozinho tomou 3 a 0 do São Paulo e deixou a competição nacional. Bissoli, Walce e Igor Gomes marcaram os gols do tricolor paulista. Com a eliminação, a equipe treinada pelo técnico Aroldo Moreira deixa a Copa Ipiranga com dois triunfos, um empate e uma derrota. O Esquadrãozinho volta a jogar pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2018. O primeiro duelo será contra o São Bento, em Guaratinguetá, no dia 3 de janeiro.

Histórico de Conteúdo