Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Enquanto Geddel diz que o PT quer chupar o PMDB, estou achando que o PMDB é quem vai chupar nessa história. E, em pleno Carnaval, fiquei sabendo que a presidente Dilma Rousseff almoçou no apartamento do Galego Wagner, que tá com cada vez mais moral no governo federal. Outro cheio de moral é Fábio Mota, que está se saindo melhor que a encomenda na prefeitura. Ainda teve ex-prefeito brigando com ex-secretário e vereador interessado em uma boa cervejinha. Quer ver mais? Clique aqui e confira as Curtas e Venenosas da semana!

Veja mais

Pérola do dia

Major Tadeu

"Não tenho culpa de ser branco".  

Ex-deputado ao dizer que foi agredido por negro na audiência da OAB quando tentou se pronunciar.

Veja mais

Comentários

?PTN não foi convidado para reunião da oposição?, diz Carolino, ao acusar Suíca de ter mentido

ESSE CAROLINO E UMA PIADA QUE OPOSIÇAO VOCES SAO ATE ONTEM ERAM DA COZINHA DO ALCAIDE O ALCAIDE FECHOU O BOLSO ELES ACHAM QUE SAO OPOSIÇAO NAO E SO TROCAR DE LADO E ALGO MAIS

27/02/2015 - 00:35

JOSE CLAUDIO

Veja mais

Entrevistas

Guilherme Bellintani

Recém-chegado à Secretaria de Educação, Guilherme Bellintani traz consigo o reconhecimento da gestão que fez na Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Cultura de Salvador. O empresário assumiu a pasta da Educação em 1º de janeiro e encontrou uma máquina grande: 7 mil terceirizados, 7 mil professores, 140 mil alunos e 428 escolas. Os projetos já estão sendo pensados e o destaque de Bellintani é o 'Agente de Escola', que promete aproximar pais, alunos e escola na luta contra a evasão escolar. Mais detalhes sobre os planos para o biênio 2015/2016, o secretário de Educação conta na entrevista da semana do Bahia Notícias.

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Bahia 2x0 Catuense

Veja mais

Segunda, 02 de Maio de 2011 - 07:48

PARALISAÇÃO PARCIAL DE ÔNIBUS EM SALVADOR

por (Bárbara Affonso)

Foto: Subúrbio News

Concentração de rodoviários em frente à empresa Praia Grande, no subúrbio de Salvador

Quem usa o transporte coletivo em Salvador para se locomover deve ficar atento porque os rodoviários de 21 empresas urbanas e metropolitanas decidiram realizar mobilizações a partir desta segunda-feira (2). Os sindicalistas aprovaram a realização do movimento pela campanha salarial, nesta sexta (30), após as rodadas de negociação sem acordo com os sindicatos patronais de transportes urbano e intermunicipal. Segundo o Sindicato dos Rodoviários da Bahia, os empresários receberam a pauta no dia 30 de março, mas "até o momento não apresentaram qualquer contraproposta às reivindicações da categoria". Os rodoviários reivindicam 18% de reajuste salarial pela inflação do período e ganho real, além de ticket nas férias, folgas aos sábados ou domingos, plano de saúde inteiramente e a volta do quinquênio – uma espécie de bônus após cinco anos de serviços prestados.  A paralisação atinge principalmente os moradores do Subúrbio Ferroviário, já que todas as empresas que circulam nesta região estão em assembleia. Os veículos das empresas São Cristóvão, BTU e Costa Verde não rodam. A empresa Rio Vermelho funciona normalmente nesta segunda. De acordo com informações de Hélio Ferreira, tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários, diretores da categoria realizam assembleias nas garagens das empresas e a previsão é a de que os ônibus voltem a circular a partir das 8h. Nesta terça (3), a categoria fará uma assembleia geral na sede do Sinergia, das 9h às 12h e de 15h às 17h.


Comentar

   

Histórico de Conteudo

Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Qual o ponto mais relevante da reforma política?

Artigos

Mário Lima
A galinha e o orçamento impositivo

Com a eleição do deputado Eduardo Cunha, a reforma política está tomando corpo. Sintomaticamente, o primeiro item de uma pauta tão complexa a ser aprovado foi o orçamento impositivo. Muita gente comemorou dizendo ser a independência do Parlamento. E sabem quem entrou na discussão? A Galinha.

Veja mais

Viagem no tempo

Samuel Celestino, anos atrás
Publicada no Jornal 'A Tarde' em 02 de março de 2005: Ironia ou sabedoria

Enquanto o País, atônito, perplexo e indignado, acompanha as estripulias do presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, com a sua indecente proposta de aumentar em 67% os salários dos deputados, passando-os de pouco mais de R$ 12 mil para R$ 21,5 mil, além da verba do gabinete que sairia de R$ 35 mil para R$ 45 mil, o presidente Lula aparece em cena e propõe 0,1% de aumento para os servidores da União.

Veja mais