Prefeitura diz que TVE ‘insiste em colocar em risco segurança dos foliões’
Foto: Divulgação

A prefeitura de Salvador emitiu uma nota neste sábado (10) em que condena “a atitude da TVE de não seguir as determinações e normas referentes à ocupação do espaço público urbano durante o Carnaval, que são aplicadas a todos os veículos que cobrem a festa”. A polêmica começou quando a emissora emitiu uma nota em que questiona a determinação de que uma grua instalada na Barra fosse retirada do local, o que prejudicaria a transmissão do Carnaval no circuito Dodô (entenda aqui). “Além de não cumprir com essas regras, a TVE, com o apoio da Polícia Militar, decidiu desrespeitar os profissionais de fiscalização da Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), ao não retirar e nem permitir o deslocamento do guindaste montado no circuito Dodô (Barra-Ondina) para um local mais adequado e que não prejudicasse a mobilidade ou colocasse em risco a segurança das pessoas na rua Dom Marcos Teixeira, definida como rota de fuga para garantir a segurança dos foliões”, acusou a prefeitura no texto. O guindaste estaria ocupando dois terços da via de acesso, obstruindo a rota de fuga da Barra, de acordo com a avaliação de engenheiros e técnicos da Sedur. Segundo a prefeitura, o diretor de fiscalização da Sedur, Átila Brandão Jr., foi ameaçado de prisão pelo Ten. Cel. Jackson, da Polícia Militar. “A Sedur envidará todos os esforços para fazer cumprir a legislação municipal com vista a garantir a segurança dos baianos e turistas nos circuitos do Carnaval”. A gestão municipal garante ainda que o local indicado para a instalação do equipamento não prejudicaria a transmissão. 

Histórico de Conteúdo