Ex-governador de Alagoas é alvo de operação da PF; mandados são cumpridos em Salvador
Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

O ex-governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB) é alvo da Operação Caribdis, deflagrada na manhã desta quinta-feira (30) pela Polícia Federal. O secretário de Infraestrutura do estado à época, Marco Fireman, também é investigado por supostas fraudes no lotes de números 3 e 4 das obras do Canal do Sertão, ambos licitados em 2009 e 2014 pelo governo estadual. Ao todo são cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em Maceió e Região Metropolitana, Salvador (BA), Limeira (SP) e Brasília (DF). As casas do ex-governador e do ex-secretário são alguns dos alvos. De acordo com o G1, entre os suspeitos estão também pessoas ligadas às construtoras Odebrecht e OAS, bem como outras ligadas a órgãos públicos. A operação desta quinta deve complementar provas colhidas para o inquérito policial que apura se houve prática dos crimes de fraude em licitação, desvio de verbas públicas (peculato), corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O Canal do Sertão é uma obra hídrica para minimizar os efeitos da seca e promover o desenvolvimento socioeconômico das regiões do semiárido. A obra integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. 

Histórico de Conteúdo