Segunda, 03 de Julho de 2017 - 09:00

Em quarto dia de greve, petroleiros protestam em frente à Refinaria Landulpho Alves

por Luana Ribeiro

Em quarto dia de greve, petroleiros protestam em frente à Refinaria Landulpho Alves
Foto: Sindipetro Bahia

Uma manifestação realizada pelo Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA) em frente à Refinaria Landulpho Alves-Mataripe (RLAM), em São Francisco do Conde, na região metropolitana de Salvador, reúne ao menos 200 pessoas na manhã desta segunda-feira (3). Segundo informações da Centro de Comunicação Integrada (Cicom) da Polícia Militar e Civil, os participantes do ato utilizam carro de som. A polícia acompanha a movimentação. A greve dos petroleiros já dura quatro dias, em adesão à mobilização nacional organizada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), em decorrência de medidas como a redução do efetivo mínimo das refinarias. Os sindicatos citam a Norma Reguladora 20 (NR20), que dispõe sobre a segurança do trabalho, que determina que “na operação com inflamáveis e líquidos combustíveis, em instalações de processo contínuo de produção e de Classe III, o empregador deve dimensionar o efetivo de trabalhadores suficiente para a realização das tarefas operacionais com segurança”. A categoria defende que a redução do efetivo mínimo expõe os trabalhadores ao risco – segundo o Sindipetro, já ocorreram três acidentes em junho, nos dias 21, 23 e 27. 

Histórico de Conteúdo