Segunda, 24 de Novembro de 2014 - 12:40

Presidente do Sintesb contesta denúncia apurada pelo MPT

Presidente do Sintesb contesta denúncia apurada pelo MPT
O presidente do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Estado da Bahia (Sintesb), Jaziel Aristides de Carvalho, contestou as denúncias feitas pela Associação Baiana de Estudantes e Profissionais Técnicos de Segurança do Trabalho (Abeptam) ao Ministério Público do Trabalho (MPT), que motivaram um inquérito civil para apurar supostas irregularidades na entidade. Ele procurou o Bahia Notícias para dizer que a ação é motivada por “uma briga política e antissindical”. Jaziel apresentou documentos que demonstram a realização das duas últimas assembleias para eleição da direção do sindicato, em 2011 e 2014. De acordo com as atas, o presidente assumiu o cargo há três anos e foi reeleito em março deste ano. “Na realidade, o pessoal da Central dos Trabalhadores do Brasil [CTB] e da Força Sindical quer tomar o sindicato dos técnicos, [..] perpetrando na Bahia uma ação antissindical, uma briga política para tomar mais uma entidade que soma no cofre das centrais sindicais que mais recebem dinheiro do governo”, acusa Jaziel. O presidente da Sintesb afirma que apoiariam a ação da Abeptam o diretor de Saúde do Sindicato dos Trabalhadores dos Postos de Combustíveis do Bahia (Sinposba), vinculado à CTB, Lázaro Ribeiro Souza; o diretor da Força Sindical, Iranilson Domingos; e o presidente do Sintepav-BA, Iranildo Domingos. O Sintesb atualmente é filiado à União Geral dos Trabalhadores (UGBT) e à Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CTNC).

Histórico de Conteúdo