Vereador quer convencer PT a entrar com ação contra IPTU; maioria da bancada votou a favor
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O vereador Gilmar Santiago (PT), líder da oposição na Câmara de Salvador, anunciou nesta quinta-feira (21) que tentará convencer o seu partido a entrar com uma ação de inconstitucionalidade contra o aumento do IPTU na capital baiana, a exemplo do que fez o PSDB em São Paulo. “Acho que, aqui em Salvador, até com base na fala do doutor Edvaldo Brito [ver aqui], defendo que o PT entre com uma ação para impedir a cobrança do IPTU. Para mim, isso não é nenhuma retaliação pelo fato de o PSDB ter entrado em São Paulo contra a prefeitura do PT”, disse em entrevista ao Bahia Notícias. Apesar de apontar a contradição tucana, ao comparar a atitude da legenda nas diferentes cidades, Gilmar não considerou que o PT terá o mesmo comportamento, caso questione a elevação do tributo na capital baiana. “Eu não sou vereador em São Paulo; conheço o processo daqui”, acrescentou. A opinião do líder oposicionista, no entanto, é minoritária dentro da bancada petista no Legislativo soteropolitano, já que cinco dos sete vereadores da legenda votaram a favor do reajuste do IPTU, após um acordo com o prefeito ACM Neto (DEM). Para tentar convencer os “companheiros”, Gilmar informou que acionará a executiva municipal e o diretório baiano da sigla. “Essa discussão tem que ser feita no partido. Não é uma decisão de bancada, teria que ser decisão do partido. Já começarei a fazer contatos com os dirigentes, sobretudo com a ex-vereadora Marta Rodrigues, Edson Valadares e Everaldo Anunciação [eleitos presidente municipal e estadual]”, avisou.

Histórico de Conteúdo