Sexta, 10 de Maio de 2013 - 11:50

TRE-BA mantém cassação de prefeita de Igaporã

por Rodrigo Aguiar

A prefeita de Igaporã, Rosana Cotrim, deverá deixar o cargo, segundo acórdão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) datado da última terça-feira (7). Cassada pela Corte em março deste ano por cinco votos a um, a gestora recorreu e conseguiu permanecer no posto. Rosana disputou as eleições de 2012 no lugar do marido, o ex-prefeito Deusdete Fagundes (PSB), cujo registro de candidatura havia sido indeferido. De acordo com denúncia da "Coligação Igaporã Terra de Todos", a substituição de Deusdete por Rosana, na véspera do pleito, foi uma fraude. Ao examinar os embargos de declaração opostos pela prefeita – que a mantiveram no comando do Executivo em Igaporã – os juízes do TRE-BA decidiram, por maioria, vencida a magistrada Maria do Socorro Barreto Santiago, “acolher parcialmente os embargos, sem efeitos modificativos”. Com isso, deve assumir o segundo colocado no pleito, Newton Cotrim (PT). Conhecido como Neto, o petista administrou o município até 31 de dezembro de 2012. Rosana ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Histórico de Conteúdo