Ministro da Saúde discursa sobre residências médicas e diz que defasagem de profissionais é 'gritante'
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, elogiou a parceria com os setores privado e filantrópico nordestino na oferta de residências médicas, em discurso feito nesta sexta-feira (14) para profissionais do setor de saúde no Fórum Nordeste de Gestão em Saúde, no Centro de Convenções. Ao falar sobre a questão das residências, Padilha também opinou que considera a defasagem de vagas “gritante”. “Tivemos a expansão de serviços na região, mas a oferta de profissionais não acompanhou o ritmo. Temos que abrir mais residências. Vamos colocar recursos próprios do Ministério da Saúde e aproveitar esses espaços enormes nos hospitais privados e filantrópicos da região”, declarou o ministro. Estiveram presentes ao evento o secretário estadual de Saúde, Jorge Solla, e o deputado federal Antônio Brito (PTB), presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas e Hospitais Filantrópicos.

Histórico de Conteúdo