Segunda, 03 de Setembro de 2012 - 12:40

Rio do Antônio: Prefeito nega envolvimento em negociata de candidato correligionário

por Juliana Almirante

O prefeito de Rio do Antônio, Antônio Oliveira Novais (DEM), afirma que irá processar o candidato a vereador pelo PT André Rogério Berkovitz por calúnia, em resposta à acusação que o petista protocolou na Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE). Berkovitz denunciou o prefeiturável democrata Humberto Célio Guimarães, e seu vice, Murilo Martins (PSB), de promover uma suposta negociata para conquistar a adesão do PT à coligação “União, Liberdade e Progresso”. Também conforme a denúncia ao Ministério Público (MPE), Guimarães, que recebe o apoio do atual prefeito para a sucessão municipal, contaria com o aval da máquina pública para conceder benefícios. O atual gestor defendeu, em nota enviada ao Bahia Notícias, que o candidato do PT não tem provas das acusações contra ele e a secretária de Saúde, Maria da Glória Borges, também citada na denúncia como parte do esquema. Antônio Oliveira destacou que a indicação do democrata e do vice do PSB teria sido resultado do consenso por unanimidade das lideranças políticas que compõem a coligação, pois teria “consciência das vedações dispostas em legislações vigentes”. O prefeito classifica a acusação como uma atitude “irresponsável” do petista, para tentar ofender a “dignidade e a honra” dele e da secretária Maria Glória Borges Lauton, que pretendem pedir indenização por danos morais supostamente causados por Berkovitz. Confira aqui a nota de resposta na íntegra.

Histórico de Conteúdo