Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Rapaz, João Leão é um falastrão de marca maior. Andou dizendo que não é ministro de Dilma porque a mulher não deixou. O coroa do “buraco zero” gosta de ser folclórico, gosta de arrancar risadas, mas trabalho que é bom, nada. Falando em folclore, circula nos bastidores da política que a ida de Paulo Souto para a secretária da Fazenda é para que ele se fortaleça para ser candidato a vice no pleito de 2016. Antonio Imbassahy, que anda fechadinho com os irmãos Vieira Lima, está de olho e não está gostando nada desta história. Aí é briga de cachorro grande e eu quero cair fora. Não deixe de ler as Curtas do poder!

Veja mais

Pérola do dia

Jaques Wagner

"Estou à vontade, pois Marcelo Nilo é meu amigo de sangue, mas ele tem uma opinião e eu tenho outra”

Governador da Bahia, ao falar sobre o fim da reeleição para a presidência da Assembleia Legislativa.

Veja mais

Comentários

Explode lista de políticos do Lava Jato

E o TCM da Bahia ? Que situação terrível o colocou Wagner, ter um Conselheiro, que julga processos dos municípios, indicado em caso escabroso de corrupção nacional: O Sr. Mário Negromonte. O Governador Wagner é homem de boa fé, assim fez em relação ao Dep. Argolo, que até defendeu, e mesmo em relação ao Sr. Mário Negromonte, que saiu do Ministério da Cidades com graves denúncias de corrupção. Ambos juraram ao governarnador inocência, e este por ter boa fé e crer no ser humano, nomeou o Sr. Negromonte. E agora? O Sr. Negromonte pode julgar alguém? O TCM tem que encontrar um saída urgente, sob pena de se desmoralizar ainda mais, posto que já recaí sobre o Tribunal uma descrença grande da população, que não é incomum finalizar processo com 10 anos, quando alguns prefeitos que lesaram os cofres públicos e roubaram a sociedade já morreram. Agora mais esta? E o Gov. Wagner, tem que ser menos crédulo em relação as pessoas, e se mirar nos antigos romanos, nos discursos do Senado que diziam "A mulher de Cesar não basta ser honesta, tem que se mostrar honesta". O Governador deveria ter conversado com o pessoal de Paulo Afonso, e se assim fizesse, não passaria este dobrado agora, posto que também é responsável pela indicação do Conselheiro. Em S. Paulo, o Tribunal de Justiça afastou o Conselheiro envolvido com corrupção dos trens, no caso do PSDB, será que aqui o caminho será o mesmo?

19/12/2014 - 09:32

André

Veja mais

Entrevistas

Pedro Galvão

Sem convite do governador eleito Rui Costa para continuar no cargo, o secretário de Turismo, Pedro Galvão, faz um balanço da sua curta administração na pasta, em entrevista ao Bahia Notícias. Ele assumiu o cargo na cota de indicação do PR em janeiro deste ano e organizou eventos como o Carnaval e a Copa do Mundo. Galvão afirma que tem "o melhor relacionamento" com o chefe da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Cultura de Salvador, Guilherme Bellintani, na produção de eventos na capital. O secretário também elogia a futura extinção da Bahiatursa. "O novo governador [Rui Costa], com muita propriedade, entendeu que a Bahiatursa tinha uma série de problemas e que precisava ser requalificada. Acho que vai funcionar perfeitamente bem", avalia. Galvão também adianta que o projeto da Estrada Real da Chapada – roteiro que refaz o caminho aberto pela Coroa Poruguesa para unir a Bahia e Minas Gerais – deve entrar em fase de execução no próximo ano. "Ela está a todo vapor e acredito que em 2015 já esteja levada ao público através de uma propaganda, mostrando no Brasil e exterior que nós temos uma Estrada Real", informou.

Veja mais

Multimidia

Posse do presidente do Bahia Marcelo Sant'Ana

Veja mais

Terça, 10 de Abril de 2012 - 06:57

Incêndio atinge galpão da Insinuante de Lauro de Freitas

por Evilásio Júnior / Rodrigo Aguiar

Incêndio atinge galpão da Insinuante de Lauro de Freitas
Foto: Inhigo Jorrin - Leitor BN
Um incêndio de grandes proporções atinge o galpão da loja Insinuante localizada na Estrada do Coco, no município de Lauro de Freitas, desde o início da manhã desta terça-feira (10). Pequenas explosões também aconteceram. Não há informação de vítimas fatais. É possível ver de longe uma grande cortina de fumaça. Homens do Corpo de Bombeiros já se encontram no local para tentar combater o fogo, mas informações da equipe do programa Acorda pra Vida, da Rede Tudo FM 102.5, são de que não há mais água. Em entrevista à emissora, o funcionário Romildo Oliveira informou que um curto-circuito em uma geladeira, por volta das 6h, foi o que causou o surgimento das chamas. O auxiliar de armazenamento disse que tentou apagar o fogo com o auxílio de um colega e chegou a machucar o olho durante a ação.   


Foto: Fernanda Figueiredo/Bahia Notícias

O estabelecimento abastece mais de 200 lojas da Insinuante. Segundo a assessoria da Infraero, o Aeroporto Internacional de Salvador opera sem problemas até o momento. De acordo com a empresa pública, não há restrições para pousos ou decolagens, já que a fumaça se move em sentido contrário ao do terminal. A Infraero está atenta para uma possível alteração nos planos caso haja uma mudança na direção dos ventos. É possível avistar a fumaça do bairro de Stella Maris, como pode ser observado na foto abaixo. 


Foto: Fernanda Figueiredo/ BN


Comentar

   

Histórico de Conteudo

Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Ano novo, energias novas. O que esperar de 2015?

Artigos

A era Wagner

A Bahia, nesses últimos oito anos, viveu muitas transformações. Com a chegada do Partido dos Trabalhadores ao governo em 2006, deu-se início a uma revolução democrática. Revolução nas prioridades da gestão, no novo modelo de desenvolvimento e na forma de fazer política. Maior líder do projeto, Wagner deixa um legado de realizações profundas para a Bahia neste início de século.

Veja mais

Viagem no tempo

Samuel Celestino, anos atrás
Publicado no jornal A Tarde em 28 de janeiro de 81: Governadores eleitos, e daí?

Em todas as unidades da Federação os políticos de maior expressão já se antecipam e posicionam-se como candidatos aos governos. A emenda constitucional que devolveu ao povo o sagrado direito de escolher, pelo voto, seus governantes, antecipou, em muito, o processo sucessório. Mas eleições diretas, por si só, não bastam, porque são insuficientes para vestir o país com roupas democráticas. É preciso restabelecer, antes do pleito de 82, a autonomia dos estados e dos municípios, perdida na voragem centralizadora do movimento revolucionário. O princípio federativo foi literalmente destroçado, com a demasiada concentração de força do governo da União.

Veja mais