Sábado, 27 de Fevereiro de 2016 - 12:20

Santo Amaro: oposição deve pedir abertura de CPI para investigar prefeito afastado

por Bruno Luiz

Santo Amaro: oposição deve pedir abertura de CPI para investigar prefeito afastado
Ricardo Machado foi afastado pela Justiça | Foto: Milena Abreu / Bahia Notícias
O líder da oposição da Câmara Municipal de Santo Amaro da Purificação, vereador Justino (PSDB), pretende ingressar com requerimento de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as supostas irregularidades que levaram ao afastamento do prefeito da cidade, Ricardo Machado (PT). O petista terá de ficar fora da chefia do Executivo municipal por 180 dias, após uma decisão da Justiça decretar na última quinta-feira (25) seu afastamento temporário e a indisponibilidade de seus bens, no valor de R$ 5 milhões (veja aqui). ”A Câmara deve pedir uma CPI para acompanhar essas denúncias. Neste caso, esse deveria ser o procedimento do legislativo”, afirmou em entrevista ao Bahia Notícias neste sábado (27). O vereador se mostra cético sobre a instalação da CPI - já que a bancada de oposição é formada apenas por quatro vereadores em uma Casa que abriga 15 legisladores -, mas, mesmo em um ambiente aparentemente desforável, deve apresentar o requerimento. “Mesmo que a maioria esmagadora rejeite o requerimento, é exigível que a Casa tome esta posição”. Justino ainda classificou o afastamento do prefeito como “uma extensão da limpeza que tem sido feita no Brasil”, em alusão às investigações das Operações Lava Jato e Zelotes. “Nós recebemos este afastamento de bom grado. Santo Amaro está envolvida nesses desvios de dinheiro público, nessas corrupções. É um sinal de que a Justiça vem atendendo aos anseios de combate à corrupção”. 

Histórico de Conteúdo