Morro do Chapéu: Justiça obriga prefeito a voltar atrás em atos contra vice-gestora
Chapa ainda em 'lua de mel' / Foto: Reprodução

O prefeito de Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, Leonardo Dourado (PR), acaba de sofrer duas novas derrotas na Justiça. Os casos ocorreram após Leonardo Dourado, o Leo Dourado, impedir a entrada da vice-prefeita Juliana Araújo (PR) no próprio gabinete dela, trocando as chaves e a fechadura, e demitir funcionários ligados à vice-gestora. A primeira sentença da juíza Karoline Cândido Carneiro, publicada no dia 12 de julho, obrigava Dourado a permitir, em 24 horas, o acesso de Juliana Araújo ao gabinete, com multa diária de R$ 1 mil. Já na última quarta-feira (19), a mesma magistrada determinou a nomeação dos servidores demitidos pelo prefeito, que foram indicados pela vice. Leo Dourado e Juliana Araújo formaram a chapada vencedora nas eleições do ano passado em Morro do Chapéu, com 53,82% dos votos. 

Histórico de Conteúdo