Terça, 21 de Fevereiro de 2017 - 12:00

Um pouco de filosofia para quem representa o povo

por Mozart Tanajura Júnior

Um pouco de filosofia para quem representa o povo
Neste mês de fevereiro, várias Câmaras Municipais iniciaram as suas atividades com os recém-diplomados e eleitos vereadores e vereadoras. Com a árdua tarefa de fiscalizar as contas públicas e os atos administrativos do Poder Executivo, bem como legislar em favor da população, criando, aprovando e exigindo o cumprimento de leis que beneficiem a coletividade, além de reprovar projetos ou leis que beneficiem apenas interesses particulares, o legislativo municipal tem a nobre missão, portanto, de ser a voz e a representatividade do povo no sistema político vigente.

Leia mais

Quinta, 05 de Janeiro de 2017 - 09:50

Breves notas para a gestão dos novos Prefeitos II

por Ronaldo N. de Sant'Anna

Breves notas para a gestão dos novos Prefeitos II
No início de abril de 2013 fiz publicar artigo de minha autoria intitulado “Breves notas para a gestão dos novos prefeitos”, onde apresentei os aspectos com importância de alta plumagem para a administração pública municipal no ciclo de todo o mandato dos gestores que àquela época principiavam na gestão do Município. Agora, apresento trabalho semelhante, seguindo a mesma nomenclatura, incluindo o tombo II e outros detalhes que surgiram ao longo dos últimos quatro anos.

Leia mais

Sexta, 17 de Junho de 2016 - 16:00

Complexo Portuário da Bahia, a penumbra logística – Parte II

por Josemar Souza Santos

Complexo Portuário da Bahia, a penumbra logística – Parte II
Quanto ao Porto de Aratu, a realidade também é sinistra, os 3 piers que compõem a estrutura deste porto, somando 6 berços de atracação segue o mesmo cenário dos demais unidades da CODEBA. Situação esta, que se agravou com aumento da movimentação de granéis sólidos, principalmente no sentido importação, com fertilizantes e concentrado de cobre, ambos liderando, se constitui em mais um gargalo para o desenvolvimento do estado da Bahia.

Leia mais

Quarta, 13 de Abril de 2016 - 19:00

Um pesadelo de metal

por Alex da Piatã

Um pesadelo de metal
Nos anos 80, os Paralamas do Sucesso nos brindou com “Vital e Sua Moto”. Com suas guitarras, Herbert Viana e seus parceiros cantavam a sanha de um jovem que realizou um sonho: a compra de uma moto e que, daí então, “passou a se sentir total com seu sonho de metal”. De há muito, as motocicletas integram o imaginário dos jovens, sendo um verdadeiro símbolo de liberdade. Com o agravamento do trânsito nas grandes cidades E a elevação do poder aquisitivo da população rural, esse veículo de duas rodas, tanto nas zonas urbanas, quanto nas rurais,se generaliza como a opção de transporte para as diversas gerações. E aí, diferentemente do que trazíamos os acordes dos Paralamas, Vital e sua moto não tem sido uma união feliz.

Leia mais

Terça, 05 de Abril de 2016 - 10:30

À Cidade de Planalto, nossos parabéns!

por Mozart Tanajura Júnior

À Cidade de Planalto, nossos parabéns!
São 54 anos de emancipação política que teus filhos e filhas comemoram na ânsia de se ter um futuro promissor entre as centenas de recantos desta terra mágica que é a Bahia. Acordamos hoje com uma nova sensação: é que o teu aniversário, neste ano, coincidiu com a comemoração da Páscoa do Senhor.

Leia mais

Segunda, 15 de Fevereiro de 2016 - 10:30

Na contramão da educação

por Aldo Borges Jr.

Na contramão da educação
Viemos do ano de 2015, onde tivemos na rede municipal de Lauro de Freitas uma perda de aproximadamente 40% do ano letivo por conta de greves. Mesmo tendo todas as suas exigências atendidas e tendo também suas “faltas” abonadas não houve reposição de aulas.

Leia mais

Quarta, 28 de Outubro de 2015 - 16:00

O ganhador do Prêmio Nobel é mais sensato...

por Edwaldo Alves Silva

O ganhador do Prêmio Nobel é mais sensato...
No dia 07 de novembro próximo será realizado o XI Congresso do Orçamento Participativo. Será o final de um amplo processo que prosseguiu por dezenas de plenárias populares ocorridas em praticamente todos os bairros e na enorme zona rural de Vitória da Conquista. Os delegados (as) democraticamente eleitos(as) nessas reuniões regionais aprofundarão as análises e decisões sobre as questões financeiras e o destino do município no conclave, passando a conhecer melhor as questões orçamentárias e carências de toda cidade.

Leia mais

Segunda, 05 de Outubro de 2015 - 16:00

Não vamos perder o que já conquistamos...

por Edwaldo Alves Silva

Não vamos perder o que já conquistamos...
Na manhã do último sábado (3), o combativo reggae de Edson Gomes ecoou pela Av. Siqueira Campos e atravessou o centro da cidade. Era uma multidão cantando e dançando o reggae, intercalado pela canção “Caminhando” de Geraldo Vandré e “Alegria, Alegria” de Caetano Veloso. Entre uma música e outra, todos gritavam em favor da democracia e contra o golpe mascarado de impeachment. A fila disciplinada dos militantes do MST contrastava com a animada “Alegria, Alegria” dos jovens do Levante e Consulta Popular que soltavam seus gritos e saudações de animação.

Leia mais

Quarta, 19 de Agosto de 2015 - 17:55

Reforma política e book rosa

por Jaime Badeca Filho

Reforma política e book rosa
Considerada a mãe das reformas, aquela que prepararia o País para outras mudanças necessárias, a Reforma Política vem sendo debatida no Congresso, sem, porém, qualquer perspectiva de alteração significativa das atuais regras. O tema é amplo e as propostas são variadas, sendo o financiamento de campanha umas das principais. Manter o sistema atual de doações de empresas ou proibi-las, adotando-se o financiamento público, aquele oficialmente bancado pelo dinheiro público.

Leia mais

Quarta, 15 de Julho de 2015 - 13:00

Redução não é solução

por José Marcelino

Redução não é solução
A redução da maioridade penal virou pauta imperativa, principalmente após a votação na Câmara Federal da matéria que trata do tema. Contudo, alerto que o debate deve ser feito com cautela, sem açodamento, com compreensão da dimensão social do país e entendimento amplo sobre o que isso pode representar na prática para quem é preto, pobre e habitante das periferias. Ao invés da tão sonhada expansão do ensino superior que educa e transforma, que após o governo Lula ganhou vitalidade, podemos ter a expansão da faculdade do crime, na qual o menor entra infrator e sai com cátedra em crimes pesados, haja visto a falência e degradação do sistema prisional como um todo.

Leia mais

Histórico de Conteúdo