RN poderá remanejar R$ 225,7 mi para pagar salário de servidores de Segurança
Foto: Divulgação / Polícia Militar

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte poderá remanejar R$ 225,7 milhões para pagamento dos salários dos servidores da Segurança Pública. A decisão foi tomada neste sábado (30) pelo desembargador Cornélio Alves, que estava no plantão do judiciário. De acordo com o G1, policiais militares e bombeiros da cidade estavam aquartelados desde o dia 19 de dezembro, em protesto contra atraso de salários. As associações de subtenentes e sargentos da Polícia e do Corpo de Bombeiros, pela Associação dos Delegados de Polícia do RN e Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública entraram então com pedido de mandado de segurança. De acordo com o a ação, os servidores tinham dificuldade até mesmo de chegar ao local de trabalho por falta de recursos limitados. Foi solicitado que a Justiça autorizasse o governo a utilizar valores recebidos do Fundo Nacional de Saúde para pagar os salários de novembro, dezembro e o 13º. O desembargador então optou por acatar o pedido, mas com a sinalização de que o estado terá dez meses a partir do início de 2018 para repor o dinheiro dos funcionários. A paralisação dos policiais causou aumento da violência no estado, que recebeu reforço de tropas da Força Nacional e das Forças Armadas. O Governo Federal chegou a mandar 2,8 mil militares ao estado.

Histórico de Conteúdo