Homem é multado por ‘dirigir’ Monza 96 a 386 km/h em Salvador; entidade pede investigação
Veículo usado homem é de modelo semelhante a este | Foto: Mercado Livre
Apesar de parecer impossível, um homem foi multado em Salvador pela Transalvador após ser flagrado por radares supostamente dirigindo um veículo Monza ano 1996 – sua velocidade máxima é 180 km/h - a uma velocidade média de 386 km/h, na Avenida Paralela, violando o limite de 80 km/h estabelecido para o local. O caso de Regivalter Alves de Brito despertou a indignação da Associação Baiana de Proteção aos Proprietários e Condutores de Veículo Automotor (ABCV), que protocolou nesta terça-feira (20) um requerimento junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) solicitando abertura de inquérito para apurar possíveis irregularidades na aplicação de multas por meio de radares na capital baiana. De acordo com o presidente da entidade, Clezer Costa, “não há como esse veículo transitar a esta velocidade na Avenida Paralela às 6h55 da manhã”. Ainda segundo Costa, os aparelhos fiscalizadores de velocidade instalados em Salvador não são confiáveis. No requerimento, a ABCV pede, ainda, a investigação das empresa responsáveis pela operação e manutenção dos radares de trânsito na capital. 
 

Regivalter foi multado pela Transalvador por 'dirigir' acima da velocidade permitida

Histórico de Conteúdo