Sexta, 20 de Outubro de 2017 - 06:45

Após críticas, Caíque solta o verbo: 'Ano que vem está aí, e o contrato acaba'

por Glauber Guerra

Após críticas, Caíque solta o verbo: 'Ano que vem está aí, e o contrato acaba'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O goleiro Caíque, do Vitória, “pegou ar”, por conta de críticas por parte da torcida, após o revés por 3 a 2 para o Atlético-PR, na última quinta-feira (19), no Barradão. O arqueiro insinuou que poderá deixar o clube após o encerramento do seu vínculo, que expira em outubro de 2018.

 

“Não vou falar nada. É difícil falar alguma coisa. Querem comparar meu tamanho, minha envergadura... Não sei se [a falta que originou o gol do Atlético-PR] foi da pequena área, não vi. O juiz marcou a falta, os caras cobraram rápido. O torcedor, um dia, aplaude; um dia critica, depois elogia. Só tenho 20 anos. Vai ser assim na minha vida. Independente disso, sou homem aqui dentro. E não tem idade certa. O dia em que eu errar, vou assumir. Um dia eles vão aplaudir, um dia vão falar. Pergunta ao professor do Sport [Vanderlei Luxemburgo] o que ele falou comigo aqui. Falam da minha envergadura... Mas o ano que vem está aí, e aí o contrato acaba”, disse, em entrevista à Rádio Itapoan FM.

 

Ainda visivelmente irritado, Caíque valorizou os elogios que recebeu de Vanderlei Luxemburgo e de Fabiano Soares, treinador do Atlético-PR

 

“Não sei o que falar. Eles são assim: com a minha altura, falam para sair do gol, dizem que sou arrojado, tenho elogio do Luxemburgo, do treinador do Atlético-PR, que me chamou e conversou comigo. Os caras veem meu tamanho e começam a falar... Uma bola que vem no gol, e a torcida começa a gritar para eu sair. Eu não treino assim. Se estão botando a culpa nas minhas costas, fazer o quê? Quem sou eu para falar? Eu sirvo ao Vitória. Os torcedores vão criticar um dia. No outro vão bater palma, como bateram palma no ano passado”, emendou.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 22:54

Vitória perde para time da Venezuela e dá adeus à Liga Sul-Americana

por Glauber Guerra

Vitória perde para time da Venezuela e dá adeus à Liga Sul-Americana
Foto: Maurícia da Matta/ Divulgação / Vitória

O Vitória está eliminado da Liga Sul-Americana de Basquete. Em confronto disputado nesta quinta-feira (19), no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador, o Leão perdeu por 82 a 69 para o Guaros de Lara, da Venezuela. O time visitante dominou o jogo do início ao fim e não deu brecha para o Rubro-negro baiano. Agora, a equipe comandada pelo técnico Régis Marrelli foca suas atenções na Copa Avianca, que servirá de preparação para o Novo Basquete Brasil (NBB). O torneio será disputado entre os dias 25 e 31 de outubro, em Belo Horizonte (MG).  Além do Leão estarão presentes o Flamengo, Botafogo, Vasco, Solar Cearense e Minas Tênis Clube.  No NBB, o Vitória estreia no dia 7 de novembro, contra a Liga Sorocabana, fora de casa. 

 Mancini rechaça mudar mando de campo e diz que 'Vitória vai ganhar no Barradão na marra'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O Vitória só venceu duas partidas no Barradão neste Campeonato Brasileiro em 13 jogos disputados. A última derrota foi nesta quinta-feira (19) por 3 a 2 para o Atlético-PR, válido pela 29ª rodada do certame nacional. Porém, o técnico Vagner Mancini rechaçou a possibilidade do time mudar o mando de campo para tentar mudar esse panorama.  Ele garante que o time voltará a vencer no Manoel Barradas, nem que seja na marra. “Isso seria aceitar uma fraqueza que não podemos. Já disse aos atletas. Muita gente me pergunta por que não muda o jogo. A gente não pode aceitar. Eu como técnico não posso aceitar. Vai ter que ganhar, nem que seja na marra. Hoje não ganhou, mas no próximo jogo vai ter que ganhar. Seria desprezível pedir para jogar fora sendo que o Barradão sempre foi uma grande dificuldade [para o adversário]. Isso está totalmente descartado. Para o técnico Vagner Mancini, vai jogar dentro do Barradão e vai ganhar dentro do Barradão”, decretou. O próximo compromisso do Vitória é em Salvador, mas fora de casa. O Leão vai pegar o arquirrival Bahia, domingo (22), às 16h, na Arena Fonte Nova. No Barradão, a equipe volta a campo somente no dia 29 de outubro, contra o Atlético-GO.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 21:26

‘A gente acaba vacilando durante a partida’, diz Neilton

por Glauber Guerra

‘A gente acaba vacilando durante a partida’, diz Neilton
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O atacante Neilton, do Vitória, lamentou o revés por 3 a 2 para o Atlético-PR, nesta quinta-feira (19), no Barradão, válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o atleta, o time voltou a vacilar na partida.

 

“A gente vinha fazendo um bom jogo. A gente acaba vacilando durante a partida...”, resumiu o camisa 10.

 

Com 33 pontos, o Vitória ocupa a 16ª posição no Campeonato Brasileiro. O próximo duelo é contra o arquirrival Bahia, domingo (22), às 16h (horário de Salvador), na Arena Fonte Nova.
 

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 21:08

Uillian Correia lamenta revés e já mira o Bahia: 'Temos que vencer'

por Glauber Guerra

Uillian Correia lamenta revés e já mira o Bahia: 'Temos que vencer'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O Vitória voltou a decepcionar no Barradão e perdeu para o Atlético-PR por 3  a 2, nesta quinta-feira (19). O volante Uillian Correia lamentou o revés e já foca no Bahia, próximo adversário.

 

“Temos que tirar forças, trabalhar. A gente saiu atrás, reverteu onde tem sido mais difícil. Agora é levantar a cabeça, porque a gente tem um jogo dificílimo diante do nosso maior rival e temos que vencer”, disse, em entrevista ao Canal Premiere.

 

O duelo contra o Bahia está marcado para domingo (22), às 16h (horário de Salvador), na Arena Fonte Nova, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 20:52

Vitória frustra torcida mais uma vez e perde no Barradão para o Atlético-PR

por Glauber Guerra

 Vitória frustra torcida mais uma vez e perde no Barradão para o Atlético-PR
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Perder no Barradão já é rotina para o Vitória.  O time é o pior mandante do Campeonato Brasileiro. E no duelo contra o Atlético-PR,  disputado nesta quinta-feira (19), o Rubro-negro baiano manteve a sina e foi derrotado por 3 a 2. 

 

O próximo compromisso do Vitória é contra o arquirrival Bahia, domingo (22), às 16h (horário de Salvador), na Arena Fonte Nova, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.


O JOGO
Pior mandante do Campeonato Brasileiro, o Vitória entrou em campo com o objetivo de mudar esse panorama. Porém, o Atlético-PR tomou a iniciativa do jogo e criou a primeira chance de gol. Aos dois minutos, Ribamar disparou pela esquerda e mandou uma bomba. Caíque pulou e fez uma excelente defesa.

 

No entanto, aos três, o Atlético-PR abriu o placar no Barradão. Após cobrança de escanteio, Ribamar subiu sozinho e cabeceou para o fundo da rede.

 

Em busca do empate, o Vitória acionava constantemente o lateral-direito Caíque Sá. Além disso, o time apostava em bolas alçadas na área.

 

Aos 21, David arriscou de longe e Weverton espalmou. Um minuto depois, Caíque Sá cruzou rasteiro para a área, Wanderson tentou tirar e quase mandou contra o próprio patrimônio. Na sequência, Jonathan cometeu pênalti em Juninho. Neilton foi para a cobrança e empatou o jogo.

]

O gol de empate animou o Vitória, que chegava com perigo a todo instante. Aos 30,Wallace quase fez o segundo gol do Leão. Ele cabeceou e a bola triscou no travessão. 

 

O Atlético-PR também estava vivo no jogo. Aos 35, Jonathan soltou um foguete de fora da área, mas Caíque espalmou.
 

Segundo tempo: 


O Vitória iniciou o segundo tempo com muita disposição. Aos quatro, David fez bela jogada pela esquerda, passou por Jonathan e encontrou Tréllez na área, que empurrou para o gol. E ele saiu para celebrar a virada do Leão.

 

O time comandado por Mancini desperdiçou várias oportunidades de ampliar a vantagem. Só que no futebol, o surrado ditado costuma funcionar com precisão: quem não faz, leva. E aos 20, Lucho ajeitou de primeira na direita, Douglas Coutinho, sozinho, se antecipou e empatou o duelo.

 

Se o empate já era ruim para o Vitória, um revés seria catastrófico.  E foi o que aconteceu. Aos 33,Guilherme levantou na área pela direita na cabeça de Ribamar, que de novo, marcou na partida. 

 

FICHA TÉCNICA
Vitória 2 x 3 Atlético-PR
Campeonato Brasileiro – 29ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Data: 19/10/2017
Horário: 19h (horário da Bahia)
Árbitro: André Luiz Castro (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO/Fifa) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Assistentes adicionais: Roberto Giovanny Oliveira  (GO) e Breno Veira Sousa (GO)
Cartões amarelos: Lucho González e Ribamar (Atlético-PR);
Gols: Neilton e Santiago Tréllez (Vitória); Ribamar (duas vezes) e Coutinho (Atlético-PR);

 

Vitória: Caíque; Caíque Sá (Patric), Ramon, Wallace e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto (André Lima), Yago e Neilton (Danilinho); David e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

 

Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Pavez (Lucas Fernandes), Lucho González (Matheus Rossetto); Guilherme, Felipe Gedoz (Fabrício) e Coutinho; Ribamar. Técnico: Fabiano Soares.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 16:00

Torcedor vai ao Barradão na madrugada e joga sal grosso para espantar 'azar'; assista

por Matheus Caldas

Torcedor vai ao Barradão na madrugada e joga sal grosso para espantar 'azar'; assista
Foto: Reprodução / WhatsApp

O retrospecto do Vitória no Barradão neste Brasileirão não é positivo. Em 14 jogos, foram apenas dois triunfos, que colocam o time baiano como pior mandante desta edição da Série A. E, para modificar essa indigesta marca, o torcedor Matheus Menezes resolveu apelar para a superstição. Durante a madrugada desta quinta-feira (19), antes do jogo contra o Atlético-PR, ele despejou sal grosso na frente do estádio rubro-negro. O vídeo viralizou nas redes sociais. Coincidência ou não, um dos pneus do carro do torcedor furou nos arredores do estádio. “Pra você ter ideia, como aqui tá tão pesado, eu bati num buraco e meu pneu foi embora. Troquei o pneu na frente do santuário rubro-negro”, brincou. Se o esforço de Matheus vai dar certo, não se sabe. Isso vai ser testado logo mais, às 19h, quando o Leão recebe o Furacão, no próprio Barradão, pela 19ª rodada da competição nacional. Enquanto em casa o clube baiano tem a pior campanha, fora é o segundo melhor no quesito, perdendo apenas para o Corinthians, líder do campeonato. 

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 15:45

Prestador de serviço é afastado após insinuar 'mau cheiro' do Barradão em foto

por Glauber Guerra / Matheus Caldas

Prestador de serviço é afastado após insinuar 'mau cheiro' do Barradão em foto
Foto: Reprodução / Facebook

Uma brincadeira que viralizou nas redes sociais culminou em um afastamento na manhã desta quinta-feira (19), no Vitória. Um prestador de serviço tirou uma foto no Barradão e gerou desconforto dentro do clube. Isso porque ele aparece ao lado de um preposto da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) tapando os narizes, em referência a uma provocação de que o estádio da agremiação fede. A informação de que o funcionário da empresa que presta serviço ao Vitória acabou afastado, foi confirmada pela assessoria de imprensa do clube ao Bahia Notícias. Ainda há a possibilidade de ambos serem notificados judicialmente pela fotografia. O Rubro-negro ainda investiga quem tirou a foto. A brincadeira é antiga em discussões entre torcedores da dupla Ba-Vi. A praça esportiva, construída em 1986, foi edificada num terreno no qual, anteriormente, havia um aterro sanitário.

Liga Sul-Americana: Régis Marrelli lamenta derrota para o Estudiantes de Concordia
Foto: Maurícia da Matta/ Divulgação / Vitória

O Vitória perdeu para o Estudiantes de Concordia, da Argentina, por 79 a 73, em jogo disputado na noite da última quarta-feira (18), no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador, pela segunda rodada do Grupo C da Liga Sul-Americana.  Para o técnico Régis Marrelli, do Leão, sua equipe fez uma boa partida, mas pecou em alguns momentos.

 

“Faltou um pouco mais de inteligência em alguns momentos. Num jogo desse nível, pequenos detalhes fazem a diferença. Não fizemos um jogo ruim, pelo contrário, fizemos um baita jogo, mas faltou fechar a partida. Estamos sem o André Góes e perdemos o Arthur Belchior, tudo isso acaba pesando. Nosso jogo contra o Estudiantes foi muito melhor do que contra o Malvín; Os jogos são muito equilibrados e decididos nos minutos finais”, disse Marrelli.

 

Para se classificar, o Vitória vai precisar de um triunfo diante do Guaros de Lara, da Venezuela. O jogo acontece nesta quinta (19), às 20h (horário da Bahia), novamente no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras.

Quinta, 19 de Outubro de 2017 - 07:45

Contra o Atlético-PR, Vitória tenta melhorar retrospecto como mandante no Brasileirão

por Glauber Guerra

Contra o Atlético-PR, Vitória tenta melhorar retrospecto como mandante no Brasileirão
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Pior mandante do Campeonato Brasileiro, o Vitória se vê na obrigação de começar a vencer diante de sua torcida para escapar da degola. E para tentar mudar esse retrospecto, o Leão encara o Atlético-PR nesta quinta-feira (19), às 19h (horário da Bahia), no Barradão, válido pela 29ª rodada do certame nacional.

 

O Vitória tem apenas nove pontos conquistados em 14 jogos disputados em Salvador. O que representa um aproveitamento de 21,43% como mandante. Vagner Mancini, treinador do time Rubro-negro, espera que a equipe consiga voltar a fazer valer o mando de campo.

 

“Estamos tentando achar o ponto ideal de se jogar em casa. Fora de casa, a equipe é gigante. Joga um futebol vistoso, que chama atenção. Dentro de casa, temos dificuldade de propor o jogo, e esse volume não é apresentado. Queremos rapidamente acabar com isso, porque os pontos dentro de casa, eles são o diferencial para chegar aos 45 pontos rapidamente. Nada mais é do que o aspecto emocional, porque fora de casa se equipara às grandes equipes. Que sirva de lição e que a gente apreenda que dá para jogar melhor em casa, a partir do momento que o emocional também seja diferente”, afirmou o treinador.

 

Para o volante Uillian Correia, o Vitória precisa explorar os contra-ataques e jogar mais compactado.

 

 “A gente sabe que o nosso contra-ataque é mortal. Toda vez que nós contra-atacamos, nós chegamos com facilidade à frente. Então a gente tem alternado muito dentro de casa, porque a gente está jogando muito numa linha mais alta. A gente quer pressionar o adversário, então não necessita disso. Vamos jogar numa linha mais baixa, bem compactados, as linhas próximas, para a gente contra-atacar bem e ser mortal, como a gente tem sido fora de casa”, disse, em entrevista à TV Bahia.

 

O retrospecto de confrontos entre as duas equipes na Série A do Campeonato Brasileiro é de puro equilíbrio. Foram 32 jogos disputados, com 13 triunfos para cada lado e seis empates. No último duelo, o Atlético-PR levou a melhor e venceu o Vitória por 4 a 1, no 25 de junho deste ano, na Arena da Baixada.

 

FICHA TÉCNICA
Vitória x Atlético-PR
Campeonato Brasileiro – 29ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Data: 19/10/2017
Horário: 19h (horário da Bahia)
Árbitro: André Luiz Castro (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO/Fifa) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Assistentes adicionais: Roberto Giovanny Oliveira  (GO) e Breno Veira Sousa (GO)

 

Vitória: Caíque; Caíque Sá, Ramon, Wallace e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Yago e Neilton; David e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

 

Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez Lucho González; Guilherme, Felipe Gedoz e Sidcley; Ribamar. Técnico: Fabiano Soares.

Histórico de Conteúdo